Relator da Previdência avalia medidas para elevar arrecadação do INSS - Economia - Estadão

Relator da Previdência avalia mediadas para elevar arrecadação do INSS

25.5.2019

Relator da Previdência avalia mediadas para elevar arrecadação do INSS

Entre as opções em discussão estão o fim das desonerações a instituições filantrópicas e a exportações agrícolas

Idiana Tomazelli, BRASÍLIA 25 de maio de 2019 | 15h55 A equipe do relator da reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), avalia maneiras de elevar a arrecadação do INSS em sua proposta de substitutivo, segundo apurou o Estadão/Broadcast . Uma das opções é reverter algumas desonerações previdenciárias, como as concedidas a instituições filantrópicas de ensino. O martelo, porém, ainda não foi batido. O relator solicitou dados detalhados sobre essas renúncias para avaliar melhor o tema antes de tomar uma decisão. Só neste ano, o governo prevê abrir mão de R$ 54,56 bilhões devido a isenções previdenciárias - sem contar a desoneração da folha de pagamento das empresas, que custa R$ 9,562 bilhões mas é compensada pelo Tesouro Nacional. Os benefícios concedidos às instituições filantrópicas de ensino já estão na primeira agenda de análise estabelecida pelo Comitê de Monitoramento e Avaliação de Subsídios da União (CMAS). O objetivo do governo é justamente saber o custo dessa política e a efetiva contrapartida por meio da oferta de bolsas de estudo. Para beneficiar essas instituições, o governo abriu mão de arrecadar R$ 8,2 bilhões no ano passado, segundo dados oficiais. A principal crítica a essas entidades é que elas cobram mensalidades apesar de serem isentas de tributos. Revisão Caso o relator decida incluir uma revisão desses benefícios na proposta, isso pode ajudar nos planos da equipe econômica de reduzir as renúncias tributárias. Além disso, atenuaria o déficit do INSS, que no ano passado chegou a R$ 195,2 bilhões. O deputado tem se reunido com técnicos do governo para discutir o tema, mas ainda não chegou a uma conclusão. O relator da reforma do governo Michel Temer, deputado Arthur Oliveira Maia (DEM-BA), também cogitou em 2017 propor a reversão de renúncias para filantrópicas, mas acabou desistindo diante da pressão do setor. O Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas (Fonif) tem se mobilizado contra as tentativas do governo para reverter as isenções do setor e classifica de"equívoco" falar em renúncias para essas entidades, uma vez que elas são imunes a tributos pela Constituição. Segundo cálculos do Fonif, a cada R$ 1 que o governo abre mão, o setor devolve R$ 7 em serviços à sociedade. A entidade rebate críticas sobre a cobrança de mensalidades por unidades educacionais. Para ela, o dinheiro é necessário para manter atividades e bolsas concedidas por essas instituições. O relator também está analisando os dados sobre os débitos previdenciários que estão inscritos na Dívida Ativa da União (DAU). Eles somam R$ 491,4 bilhões, sendo que mais da metade têm poucas chances de recuperação (são classificados com as notas C e D, as piores no rating da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional). A proposta de reforma da Previdência enviada pelo governo inclui a reversão de apenas uma das desonerações previdenciárias: a que beneficia exportações agrícolas. O custo dessa política deve chegar a R$ 7,3 bilhões este ano. A proposta de acabar com o incentivo já enfrenta forte resistência do setor. Pressão O relator já tem sofrido pressão de categorias de servidores públicos que querem mudanças na regra de transição para a classe. Funcionários públicos que ingressaram até 2003 e têm direito hoje à aposentadoria com o último salário da carreira (integralidade) e reajustes iguais aos da ativa (paridade) precisarão, segundo a proposta, cumprir as idades mínimas finais de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens para manter esses benefícios. Caso se aposentem antes, os servidores ficarão apenas com a média dos salários recebidos durante a carreira. A pressão é para que o relator aceite propor uma regra intermediária, sem exigir as idades máximas desses servidores para a aposentadoria integral. Consulte Mais informação: Estadão

Que absurdo!! Fazem qualquer negócio para manter os privilégios odiosos do setor público, onerando as exportações e as fundações...bela reforma hein? Queremos a reforma do Guedes!! Que tal cobrar os grandes devedores? Mas cobrar mesmo, não fazer o que fizeram com o 'Véio da Havan', que parcelou a dívida em mais de um século.

Tipo emprgo com carteira assinada? Pode esquecer... Cobrar dos grandes devedores já seria uma grande medida e não somente dos assalariados. Cobra as dívidas das empresas 'Débitos previdenciários que estão inscritos na Dívida Ativa da União somam R$ 491,4 bilhões, sendo que mais da metade têm poucas chances de recuperação (são classificados com as notas C e D, as piores no rating da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional).'

Após aprovação da Previdência, governo vai propor medidas de estímulo, diz Guedes - Economia - EstadãoSegundo o ministro da Economia, se medidas para impulsionar a economia fossem anunciadas antes da reforma, poderia haver movimento de 'voo da galinha'; Guedes pretende ter uma agenda em São Paulo toda quinta-feira Economia Quais ministro Economia Sei... Economia Pq não o faz agora?

Maia prorroga para dia 30 prazo para emendas à reforma da Previdência - Economia - EstadãoPrazo expiraria nesta quinta-feira, 23; data de limite da entrega do relatório foi mantida em 15 de junho Economia Noticia requintada hein. Economia Bota pra votar logo Botafogo! Para de segurar a bola do jogo! Todo mundo já sabe como era a “articulação aí” acabou é nova era! Vote sim, vote não! Mas votem nas urnas decidimos quem nos representa, esse é o convencimento da nova era!

Bolsonaro lança campanha publicitária para explicar reforma da Previdência - Economia - EstadãoOnyx Lorenzoni afirmou que a campanha do governo para divulgar a proposta da reforma da Previdência busca 'enfrentar a mentira' Economia Gastando dinheiro público numa coisa q irá foder com a vida do povo. Economia Pilantra Economia Ufa!!! Até que enfim, vamos ao que interessa

Arrecadação maior do que a da reforma - Economia - EstadãoJair Bolsonaro quer arrecadar mais de R$ 1 trilhão com projeto que implica reavaliação do mercado de patrimônio declarado no Imposto de Renda Celso_Ming LÁ VEM GOLPE! Celso_Ming Privatizações e concessões gerariam esse valor, mas os ineptos não sabem disso. Celso_Ming Ele não entendi nada de econômia e de nada em geral.😂

Judiciário prepara pacote de medidas para agilizar recuperações judiciais - Economia - EstadãoJustiça reconhece que processos são muito lentos no Brasil, dificultando ainda mais a situação das empresas; medidas em estudo incluem a criação de varas especializadas e uma verificação prévia para evitar tentativas de fraudes contra os credores

Guedes diz que renuncia se reforma da Previdência virar 'reforminha' - Economia - Estadão'Pego um avião e vou morar lá fora', afirmou o ministro em entrevista à revista 'Veja'; segundo ele, sem a mudança nas regras da aposentadoria, o País quebra em 2020 Economia Todo apoio ao Paulo Guedes, o único que ainda me faz ter esperança nesse governo. Economia 👏👏👏 Economia maduro ele, né

No Nordeste, Bolsonaro faz apelo a governadores e prefeitos pela reforma da Previdência - Economia - EstadãoA governadores da oposição, Bolsonaro destacou sua decisão de pagar 13º salário a beneficiários do Bolsa Família e pediu apoio para reforma da Previdência FlavioDino KKKKKKKKKKKKKKKKK Não. Foi no lugar errado cara !!

Bolsonaro fala em novo projeto que arrecadará mais que reforma da Previdência - Economia - EstadãoPresidente não deu detalhes do que se trata, apenas informou que a proposta será apresentada antecipadamente a líderes do Congresso Economia Cala boca porra.😤 Economia Matar os pobres e tomar suas poucas posses. Economia vicabonatto MEDOOOOOOO pra arrecadar mais que 1 trilhão oq será

Maia recebe secretário da Previdência e relator da reformaMaia recebe secretário da Previdência e relator da reforma TerraNotícias Tu vai ser preso e vao jogar a chave do chilindro fora seu mal carater traidor corrupto NaoAReformaDaPrevidencia Não confiem nesse cara!

Os bastidores da relação dos donos da JBS com o poder - Economia - Estadão'Why Not’, livro da jornalista Raquel Landim, mostra como os irmãos Batista usaram conexões em Brasília para construir um império global Economia Ok Economia ESTES BATISTAS DEVERIAM ESTAR É NA CADEIA ISSO SIM! GANHARAM MUITO DINHEIRO ÁS CUSTAS DE LAVAGEM DE DINHEIRO! CADEIA NELES Economia BOLSONARONOSSOPRESIDENTE

'Declaração de Guedes não influencia, vamos continuar firmes na reforma', diz relator - Economia - EstadãoMinistro da Economia falou em entrevista a revista que vai renunciar se Previdência virar ‘reforminha’; para Samuel Moreira, afirmação não coloca mais pressão sobre o Parlamento Economia Economia Os banqueiros cobram resultados das tchutchucas. Economia



Bolsonaro comete infração de trânsito ao andar de moto com capacete solto em Guarujá

Estagnação e a sucessão presidencial - ISTOÉ Independente

Antonio Pitanga: “Se Lula pedir, Benedita da Silva será vice de Freixo”

Americano morre ao se lançar em um foguete caseiro

Bolsochavismo - Política - Estadão

Sem verba pública, desfile de escolas de samba do Rio exalta tom crítico - Brasil - Estadão

Recorrendo em liberdade, Lula vai à França, Suíça e Alemanha

Escrever Comentário

Thank you for your comment.
Please try again later.

Últimas Notícias

Notícia

25 maio 2019, sábado Notícia

Notícias anteriores

Festival de Cannes: 'Bacurau', de Kleber Mendonça Filho, ganha o Prêmio do Júri - Cultura - Estadão

Próxima notícia

Morre a atriz Lady Francisco, no Rio de Janeiro - Cultura - Estadão
Bolsonaro posta vídeo em que passeia de moto com capacete solto Adnet desfila fantasiado de Bolsonaro na Sapucaí: ‘Temos essa liberdade’ | VEJA Gente Marcelo Adnet desfila na São Clemente com fantasia e carro alegórico com referências a Bolsonaro Em carro que aborda esquema de laranjas, Mateus Solano critica “mamata” | VEJA Gente Lula comunica à Justiça que fará viagem internacional - CartaCapital Romário diz que carnaval politizado faz parte do ‘momento atual’ | Radar Eri Johnson apoia Regina Duarte e pede revisão da Lei Rouanet | VEJA Gente Aline Riscado é ofuscada por Sabrina Sato, ovacionada pelo público | VEJA Gente Elza Soares é levada a trono para desfile da Mocidade Antes de entrar na Avenida, Viviane Araújo combina cerveja com Eri Johnson Aline Riscado fala sobre estreia: ‘Passei o dia inteiro segurando para não chorar’ Tigre da comissão de frente da Vila supera o calor da fantasia: 'Muito quente, mas nada comparado a pegar um ônibus no Rio'
Bolsonaro comete infração de trânsito ao andar de moto com capacete solto em Guarujá Estagnação e a sucessão presidencial - ISTOÉ Independente Antonio Pitanga: “Se Lula pedir, Benedita da Silva será vice de Freixo” Americano morre ao se lançar em um foguete caseiro Bolsochavismo - Política - Estadão Sem verba pública, desfile de escolas de samba do Rio exalta tom crítico - Brasil - Estadão Recorrendo em liberdade, Lula vai à França, Suíça e Alemanha 'Bolsonaro Não Tem condições morais de administrar o país', diz Lobão - ISTOÉ Independente Carro alegórico da Grande Rio atinge repórteres de VEJA Jojo Todynho posta foto de maiô e fãs festejam: ‘Que corpão’ - ISTOÉ Independente Terraplanista morre em queda de foguete caseiro Sargento brasileiro preso com 39 quilos de cocaína na Espanha é condenado a seis anos de prisão - Política - Estadão