Leonardo faz homenagem ao pai de Zezé di Camargo e Luciano - Emais - Estadão

@Emais_Estadao Leonardo faz homenagem ao pai de Zezé di Camargo e Luciano

25/11/2020 19:20:00

Emais_Estadao Leonardo faz homenagem ao pai de Zezé di Camargo e Luciano

'Seu Francisco e Avelino juntos novamente', declara cantor nas redes sociais

"Seu Francisco e Avelino juntos novamente, imagina?! Mas aqui fica a dor ... meus irmãos @zezedicamargo e @camargoluciano, todos da família camargo que Deus os abençoe e ajudem a ser fortes e firmes nesse momento difícil!", escreveu Leonardo na legenda da foto no Instagram.

Bairros de São Paulo fazem panelaço contra Jair Bolsonaro nesta sexta-feira Twitter diz que post de Bolsonaro sobre 'tratamento precoce' da Covid viola regras da plataforma, mas mantém a mensagem no ar Bolsonaro é alvo de panelaços em meio à falta de oxigênio em Manaus - Política - Estadão

Francisco Camargo morreu na segunda-feira, 23, aos 83 anos, após ficar 14 dias internado no Hospital Órion, em Goiânia.De acordo com nota da unidade de saúde, ele morreu às 23h05 por causa de uma parada cardiorrespiratória e uma"instabilidade hemodinâmica".

Avelino Costa, pai deLeandro e Leonardo, morreu em 2015, também em Goiânia. Ele estava internado com enfisema pulmonar, por coincidência, um problema de saúde que Seu Francisco também tinha.Zezé di Camargo comentou a publicação de Leonardo, dizendo que os pais deveriam estar"conversando no céu"."Obrigado meu irmão e parceiro! Os dois já devem estar de prosa lá no céu. E aqui fica a saudade deles com a gente", disse. headtopics.com

O velório e enterro de Seu Francisco ocorreram na terça-feira, 24, no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia. Zezé tocou sanfona e cantou a música Consulte Mais informação: Estadão »

Morrer sem oxigênio em Manaus, a tragédia que escancara a negligência política na pandemia

Após minimizar crise, Planalto e Governo do Amazonas correm contra o relógio para transferir pacientes a outros Estados e conseguir importar insumo. Nos primeiros dias de janeiro, morreram 1.654 pessoas no Estado, mais do que entre abril e dezembro