Assembleia Da República, Fraude, Cibercrime

Assembleia Da República, Fraude

Aprovado combate à fraude em pagamentos eletrónicos sem alteração a lei do cibercrime

Aprovado combate à fraude em pagamentos eletrónicos sem alteração a lei do cibercrime

22/10/2021 18:11:00

Aprovado combate à fraude em pagamentos eletrónicos sem alteração a lei do cibercrime

O parlamento aprovou esta sexta-feira, sem a polémica alteração à lei do cibercrime, o decreto que transpõe uma diretiva europeia de combate à fraude em pagamentos eletrónicos.

O texto final"deixou cair", por proposta do Governo, secundada por PS e do PSD, a polémica alteração à lei do cibercrime, que previa que no decurso de processos judiciais se pudesse apreender mensagens de correio eletrónico sem autorização prévia de um juiz.

Bimi, o legume que conquistou os consumidores e tornou Portugal no terceiro maior produtor europeu Cristina Ferreira quer pôr Parlamento a discutir ódio na Internet Portugal atinge recorde de testes à covid-19 num só dia

Após o pedido de fiscalização sucessiva do Presidente da República, o TC deliberou, por unanimidade, que a alteração proposta constitui uma"restrição dos direitos fundamentais à inviolabilidade da correspondência e das comunicações e à proteção dos dados pessoais no âmbito da utilização da informática, enquanto manifestações específicas do direito à reserva de intimidade da vida privada, em termos lesivos do princípio da personalidade".

O Presidente da República enquadrou a alteração ao artigo 17.º da lei do cibercrime como"uma mudança substancial no paradigma de acesso ao conteúdo das comunicações eletrónicas", em que se admite"que esse acesso caiba, em primeira linha, ao Ministério Público, que só posteriormente o apresenta ao juiz". headtopics.com

Na quarta-feira, o secretário de Estado Adjunto e da Justiça, Mário Belo Morgado, defendeu no parlamento, no momento da reapreciação do decreto, que a proposta inicial de alteração legislativa do executivo visava"melhorar a eficácia e eficiência" do processo penal,"adaptando-o às exigências do século XXI", e"sem pôr em causa as garantias fundamentais dos cidadãos", acrescentando que estava assegurada a prevenção de"atuações infundadas ou desproporcionadas de procuradores ou polícias".

Sublinhou, no entanto, que o executivo acatava"plenamente" a decisão do TC, e tendo em conta a necessidade de uma rápida transposição da diretiva europeia, abandonava a proposta de alteração à lei do cibercrime chumbada pelo TC, ainda que admitindo que o Governo pode voltar ao tema.

PUB"Tendo em conta o imperativo da rápida transposição da diretiva, cujo prazo, aliás, já se encontra esgotado, o Governo entende não ser oportuno apresentar neste momento uma proposta alternativa de alteração ao artigo 17 da lei do cibercrime. Esta posição não obsta a que no futuro venha novamente a ser introduzida esta questão dentro dos limites fixados pela jurisprudência constitucional", disse.

Entre os partidos que defendiam o avanço desta alteração à lei do cibercrime, BE e PAN lamentaram, na quarta-feira, que essa mudança legislativa"fique pelo caminho" quando os pareceres jurídicos sobre a matéria demonstram que a inconstitucionalidade apontada está longe de ser consensual. headtopics.com

Trabalhadores das rodoviárias privadas em greve Mais de 80 lojas enganavam clientes nos descontos da ″Black Friday″ O empobrecimento de quem trabalha ou estuda, em Portugal Consulte Mais informação: Jornal de Notícias »

O Futuro do PSD

Escolhemos seis questões que determinam o futuro do PSD e sobre elas questionámos os dois candidatos a presidente do partido, que será eleito a 27 de Novembro

Para quando o combate a corrupção e enriquecimento ilícito por políticos?

Alteração à isenção de IMI passa a considerar o rendimento bruto em vez do colectávelImpostos: Alteração à isenção de IMI passa a considerar o rendimento bruto em vez do colectável

Governo sobe compensação para cessar contratos a termo e revaloriza horas extraGoverno acrescentou três novas medidas à proposta de lei para revisão das leis laborais, aprovada esta quinta-feira em Conselho de Ministros.

Crise dos combustíveis deverá levar a subida de preços dos serviços até 15% em PortugalO ajustamento em alta acumula-se ao aumento dos preços na ordem dos 5%, atribuído à retoma económica e ao crescimento da procura no período de desconfinamento em Portugal.

Revisão de leis laborais avança. Mexida nas horas extra ainda em abertoConselho de Ministros deverá aprovar hoje a proposta de lei a enviar à Assembleia da República. Alterações não levam o acordo dos parceiros sociais. Vou comprar pipocas, a troika vai aparecer

Revisão de leis laborais avança. Mexida nas horas extra ainda em abertoConselho de Ministros deverá aprovar hoje a proposta de lei a enviar à Assembleia da República. Alterações não levam o acordo dos parceiros sociais.

Patrões questionam constitucionalidade das propostas de alteração à legislação laboralA CIP vai mesmo recorrer ao Parlamento e ao Presidente da República.