Marcelo reconhece ''esforço que está a ser feito'' nas negociações do Orçamento

Marcelo reconhece “esforço que está a ser feito“ nas negociações do Orçamento

24/10/2021 21:37:00

Marcelo reconhece “esforço que está a ser feito“ nas negociações do Orçamento

Presidente da República diz que alternativa à viabilização do Orçamento seria a dissolução do Parlamento e que isso iria trazer 'muitos custos' para o país.

Presidente da República diz que alternativa à viabilização do Orçamento seria a dissolução do Parlamento e que isso iria trazer"muitos custos" para o país.O Presidente da República disse este domingo que continua a acreditar na viabilização do Orçamento do Estado para 2022.

Em declarações aos jornalistas, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que a alternativa é a dissolução da Assembleia da República."No momento em que o Orçamento não passasse, passava-se imediatamente ao processo de preparação de dissolução."

O chefe de Estado reconheceu que a dissolução iria trazer"grandes custos" para o país:"Por isso, vejo com apreço o esforço que está a ser feito e que vai ser feito até ao último minuto"."Do que me recordo dos últimos 6 anos, é talvez o ano que há mais alterações, fruto de um processo de negociação tão cedo, relativamente à proposta inicial do Governo. Algumas (alterações) são profundas." headtopics.com

As declarações do Presidente da República foram feitas este domingo, no mesmo dia em que o Bloco de Esquerda anunciou que vai votar contra o Orçamento se até quarta-feira"o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços".

Consulte Mais informação: SIC Notícias »

Novo estudo sobre a origem da Covid-19 aponta para mercado de Wuhan

Negociações do Orçamento podem ir até ao dia da votaçãoCosta subiu a parada mas ainda não há sinais de que tenha conseguido apoio dos parceiros. BE mantém voto contra mas admite negociar até ao fim, PCP reuniu-se com Governo e nada disse. Marcelo aceita esperar “até ao último minuto”. Já deviam era ter começado há muito tempo não em cima da hora como está a ser

Marcelo recusa falar sobre cenários enquanto prossigam as negociações para o OrçamentoO melhor para o país é que o Orçamento passe no Parlamento. Se as negociações entre o Governo e os partidos não chegarem a bom porto, nessa altura o Presidente equacionará os vários cenários, afirmou este sábado Marcelo Rebelo de Sousa.

Salário mínimo, pensões e creches: as cedências do Governo à EsquerdaSalário mínimo, pensões e creches: as cedências que o Governo fez à Esquerda Costa até vende os filhos para ser primeiro ministro

Marcelo espera até ao ″último minuto″ que Orçamento seja aprovadoO Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, reiterou, este sábado, que o desejável para o país seria a aprovação do Orçamento de Estado para 2022 e só vai pensar noutros cenários após o fim das conversações entre partidos. Porra, chega de palpites! Puxa a cadeira...

Orçamento. CDS-PP diz ser lamentável que país esteja dependente da extrema-esquerdaChicão só tiveste 4%. quem está a discutir a aprovação teve mais de 52% dos votos. Estas a dizer mal das escolhas da maioria dos portugueses? E depois temos os media que dão demasiada importância a quem só teve 4%. É para quem? Grécia? Estuda, burro,,, estuda,,, a Grécia hoje já está a passar Portugal. Olha, diz ao Telmo, e Feyo, e Almeida, e Melo que faleceste, como eles também. Emigrai, façam pela vidinha.

Leão: 'Continuamos convictos de que podemos viabilizar o Orçamento'Ministro das Finanças deixa aviso à esquerda de que 'a alternativa que se oferece ao país é um orçamento apresentado pelo PSD' e garante que o Executivo está a fazer um 'esforço' para responder às reivindicações dos partidos que têm viabilizado o Orçamento.