“Este ano é melhor não virem na Páscoa”: o apelo de Costa aos emigrantes

01/04/2020 23:00:00
“Este ano é melhor não virem na Páscoa”: o apelo de Costa aos emigrantes

“Este ano é melhor não virem na Páscoa”: o apelo de Costa aos emigrantes

“Este ano é melhor não virem na Páscoa”: o apelo de Costa aos emigrantes

O mês de abril, considerou o primeiro-ministro, “é decisivo para controlar” a pandemia porque já se registam “perdas de rendimento”, “cansaço” e chega o “período mais crítico, que é a Páscoa”

Abril, definiu António Costa, é “o mês decisivo para controlar esta epidemia” e a duas semanas da Páscoa, altura de férias e alguns regressos, o primeiro-ministro fez um apelo: “Esta Páscoa vai mesmo ter de ser diferente. Este ano é melhor não virem”. O pedido aos emigrantes foi feito esta quarta-feira à tarde durante a conferência de imprensa em que Costa anunciou o parecer favorável do Governo à renovação do estado de emergência por mais 15 dias.

Consulte Mais informação: Expresso »

Costa anuncia que medidas ″vão apertar″ por causa da PáscoaNo Programa da Cristina, na SIC, o primeiro-ministro foi sobretudo didático nos apelos à manutenção da disciplina dos portugueses para conter a pandemia de covid-19. Mas anunciou que haverá um aperto nas medidas por causa das férias da Páscoa.

Costa pede aos emigrantes que não venham ''à terra'' na Páscoa

Costa pede aos emigrantes que não venham ''à terra'' na Páscoa'Passem a Páscoa nos países onde têm residência', apela. antoniocostapm infelizmente, aqui no norte, não sei como, mas já há uns quantos a passear-se de carro por cá (Ponte de Lima) e pelos carros topo de gama não são dos que ficaram sem emprego e precisaram regressar a casa. É cada uma !!! “Quem” irá p qq lugar numa situação crítica dessa? Só rindo 😂 . 😂😂

Jogadores do Watford juntam-se online para uma aula de spinning: este é o resultadoVídeos - Jogadores do Watford juntam-se online para uma aula de spinning: este é o resultado

Se o subsídio de desemprego terminar este mês fica sem ele?O 'Polígrafo SIC' dá a resposta.

Dyego Sousa encontrou outro jogo para este período de isolamentoVídeos - Dyego Sousa encontrou outro jogo para este período de isolamento

Político pede desculpa a Ronaldo após comentário ''retirem-me este vagabundo da Madeira''

Político pede desculpa a Ronaldo após comentário ''retirem-me este vagabundo da Madeira''Rafael Macedo garante que não foi o autor dos insultos ao jogador da Juventus devido a um passeio no Funchal. Ahahah estes hackers tem mto tempo livre! Piratear a conta do Rafael Macedo! Só acredita quem quer... Se acha que errou mais vale pedir desculpa do que fazer esta triste figura

Expresso Abril, definiu António Costa, é “o mês decisivo para controlar esta epidemia” e a duas semanas da Páscoa, altura de férias e alguns regressos, o primeiro-ministro fez um apelo: “Esta Páscoa vai mesmo ter de ser diferente.e receba as informações em primeira mão.Amor e família em tempos de Covid-19 e isolamento O primeiro-ministro pediu aos emigrantes que não venham a Portugal passar a Páscoa..

Este ano é melhor não virem”. O pedido aos emigrantes foi feito esta quarta-feira à tarde durante a conferência de imprensa em que Costa anunciou o parecer favorável do Governo à renovação do estado de emergência por mais 15 dias. Afirmou que os hospitais de campanha são importante porque se existir um pico é importante ter uma retaguarda numa doença que demora muitos dias a curar. E explicou que abril é o mês mais difícil porque já se registam “perdas de rendimento”, “cansaço” e por ser o “período mais crítico que é a Páscoa”.000 pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 41. “Temos sido exemplares. Decisão sobre reabertura das escolas na próxima semana "Mais perigoso que o vírus é o vírus do pânico",disse. Este é um esforço que vale a pena”, disse, recusando adiantar se estavam previstas medidas adicionais durante a Páscoa..

Já esta quarta-feira de manhã, durante a participação no programa de Cristina Ferreira na SIC, o primeiro-ministro admitiu que ia ser necessário reforçar algumas medidas no novo decreto do estado de emergência para dar a garantia de que o cumprimento das regras se mantém. Sem certezas sobre o regresso às aulas, que muito depende da evolução da pandemia, Costa garantiu que está a a ser criada"rede de segurança" na televisão para que os alunos tenham acesso às aulas, em particular os que têm exames, ao mesmo tempo que estão a ser aumentadas as plataformas digitais. O continente europeu , com mais de 458. Vamos ter de ter “medidas mais claras para que as pessoas percebam que não podem andar a circular de um lado para o outro”, disse. “Vamos ter de apertar um bocadinho para que seja claro que não é mesmo para andar de um lado para o outro. "Mais perigoso que o vírus é o vírus do pânico" Manifestando-se confiante e bem fisicamente, o líder do govenro reconheceu que"estamos a viver um momento único nas nossas vidas", em que"não sabemos se vamos estar assim um mês, dois meses ou três meses".” Mais Artigos .428 mortos em 105.