Vacinas contra o coronavírus: 5 pontos que todo mundo deve saber

Vacinas contra o coronavírus: 5 pontos que todo mundo deve saber (via @VejaSaude)

21/10/2020 23:08:00

Vacinas contra o coronavírus: 5 pontos que todo mundo deve saber (via VejaSaude)

Especialistas discutem a eficácia mínima que uma vacina para a Covid-19 deve ter, questões de segurança, particularidades para certas populações...

Journal of American Medical Association (JAMA), dos médicos americanos Jesse Goodman, John Grabenstein e Miles Braun. Ele aborda questões-chave que todos nós devemos ficar de olho ao encarar as candidatas à vacina para o(Sars-CoV-2). O texto vai da eficácia mínima à necessidade de medidas de segurança mesmo após a imunização.

Deputados pedem a Maia que paute saída de Eduardo Bolsonaro da presidência da Comissão de Relações Exteriores Gari Sorriso lembra da humildade de Maradona em 'troca de camisas' no carnaval do Rio: 'fiquei honrado' Ibope de 25 de novembro para prefeito de SP por sexo, idade, renda, escolaridade, religião e raça

Veja Saúde reuniu as principais informações desse artigo, contextualizando-as de acordo com o cenário brasileiro. Confira:1. Qual a taxa mínima de eficácia da vacina?Segundo a, agência que regula medicamentos nos Estados Unidos, uma vacina contra essa pandemia só será licenciada por lá se tiver provas de que previne ou reduz a gravidade da doença em pelo menos 50% das pessoas vacinadas.

Aqui no Brasil, aestipulou um limite mais alto: 70%. Entretanto, no final de setembro, já havia sinalizado que poderia aprovar uma vacina com 50% de eficácia. A Organização Mundial da Saúde (OMS) adota uma postura semelhante.Apesar de parecer pequena, essa porcentagem já ajudaria

a reduzir a disseminação do Sars-CoV-2, principalmente em um cenário carente de alternativas. Mas claro: imunizantes que se mostrarem mais potentes substituiriam os mais fraquinhos no futuro.Porém, os especialistas americanos alertam que todo estudo possui uma margem de erro. Se um experimento indica que uma vacina tem 50% de eficácia, esse número pode na realidade ser de 30%, por exemplo. Ou de 80%. Só mais estudos e um acompanhamento prolongado da população imunizada trarão precisão aos dados.

Além disso, é importante investigar se as vacinas só evitariam. E se reduziriam hospitalizações e mortes. Atualmente, há quem critique algumas das pesquisas conduzidas no momento por prestarem menos atenção a esses pontos.

2. Os padrões de segurançaA FDA exige que mais de 15 mil pessoas sejam vacinadas e acompanhadas por tempo suficiente para o aparecimento de eventuais reações adversas. A agência ainda demanda a divulgação de todos os dados de segurança e de uma revisão criteriosa feita por especialistas sem interesses financeiros nos estudos.

Embora desconfortáveis, sintomas como dor local, febre e fadiga são aceitáveis diante de um produto com potencial para evitar infecções graves. No entanto, problemas graves observados em pessoas que tomaram as vacinas devem ser investigados a fundo para ver se de fato tem a ver com a picada.

Homem é preso suspeito de fazer a ex refém em Belo Horizonte; criança chamou a polícia Sargento da PM é assassinado pelo filho de 17 anos durante discussão em MT Ibope de 25 de novembro para prefeito do Rio por sexo, idade, renda, escolaridade, religião e raça

Só que tem uma questão aqui: “Os pacientes devem entender que possíveis eventos adversos raros às vezes são detectados apenas quando a vacina é usada de maneira abrangente pela população”, escrevem os autores do artigo publicado no

JAMA. Isso significa que, mesmo após a aprovação das vacinas, é importante que as autoridades sigam monitorando seus efeitos positivos e negativos, até para potencializar os benefícios e minimizar ainda mais os riscos. Essa é uma prática comum a outros medicamentos, aliás.

Consulte Mais informação: VEJA »

Jacarés ficam amontoados em açude que secou no Pantanal de MS; VÍDEO

Imagem chocante ilustra secura que atinge o Pantanal, a pior dos últimos 50 anos. Vídeo foi registrado por homem em fazenda no Pantanal de Nhecolândia, distrito de Corumbá, próxima da fronteira com a Bolívia.

VejaSaude 1° ponto e único: não comprar vacina da China. VejaSaude Quem me acompanha lembrará! Eu falei q era fraude a pandemia já em abril,qnd haviam evidências disso e q os médicos (anjos negros), estavam envolvidos nesse genocídio, pois colaboravam com as mortes, negando a cura as pessoas. E os governos tb!

VejaSaude Bolsonarista tomarão vacina contra a febre aftosa

Covid-19: morre voluntário dos testes da vacina de Oxford no BrasilAnvisa foi informada do falecimento do participante na última segunda, 19 Vacina não torna ninguém imortal. Cuidado ao confundir causalidade com eventos isolados. Informação foi confirmada pela Anvisa. Não se sabe se ele tomou a vacina ou o placebo. Por G1 21/10/2020 13h29 Atualizado há 2 minutos Vamos tomar a vacina da xiaomi. Presidente tem que saber que o dinheiro é nosso e queremos a vacina chinesa.

Morre voluntário brasileiro que participava de testes com vacina de Oxford contra covid-19Anvisa não esclareceu se o voluntário tomou a vacina ou o placebo, mas afirmou que testes seguirão. Segundo o site G1, o voluntário tinha 28 anos, era médico recém-formado e morador do Rio de Janeiro Ninguém sabe a razão da morte do cara, ou se tem alguma relação com os testes. De repente o cara morreu em um latracínio, sei lá...A informação do jeito q está só serve pra insuflar os movimentos antivacina. Porque vocês enfatizam o fato do falecido ser voluntário para os testes da vacina, sendo que na própria matéria vocês dizem que o motivo da morte é desconhecido? Busque levar informação relevantes para as pessoas e poupe-nos dos seus clickbaits. 😞😖

Ministro das Comunicações diz que Ninguém pode 'impor vacina' contra Covid-19 - ISTOÉ IndependenteO ministro das Comunicações, Fabio Faria, resolveu entrar na celeuma sobre a obrigatoriedade ou não de se tomar vacina contra a covid-19, apesar de sequer haver uma vacina de efeito confirmado para uso no País, até o momento. Na esteira do presidente Jair Bolsonaro, que tem rivalizado sobre o assunto com o governador de São […] Duvido. Só os países passarem a exigir pra entrada , neguinho vai correr pra vacinar . Falta do que fazer! O saco do patrão é o corrimão do sucesso ! !

Covid-19: Reino Unido irá infectar voluntários para desenvolver vacinaOs pesquisadores buscam por 90 voluntários entre 18 e 30 anos de idade; governo britânico fará um investimento de 33 milhões de libras imagina a vacina chinesa então Imagina se o Bolsonaro tivesse dado esta ideia aqui? Se falar que ficar em casa não impedia de pegar covide já deu mimimi. Imagine sugerir se infectar VOLUNTARIAMENTE para criar vacina. KKKKKKKKK Mais o vírus não é perigoso? Como vai se infectar?🤔

Entenda o processo de aprovação de uma vacina da Covid-19 pela Anvisa - CartaCapitalEm entrevista a 'CartaCapital', consultor da agência esmiúça aspectos políticos e técnicos para aval final a um imunizante seguro Ninguém é obrigado.

Ministro das Comunicações diz que ninguém pode “impor vacina” contra covid-19 - Saúde - EstadãoFábio Faria utilizou as redes sociais para dizer que a vacina da covid-19 'não entra em sua casa' Qual formação em biológicas, meu doce? Ozônio no cy é o que bolsominions quer! Pense num inútil? É esse bicho.