25 De Abril, Governo, Democracia, Ps, Psd, Partidos Políticos, Ramalho Eanes, António Costa, Governo (Sistema), Partidos E Movimentos, André Ventura, Chega

25 De Abril, Governo

Ventura pede aos outros partidos que não integrem a comissão dos 50 anos do 25 de Abril

25 de Abril: Ventura pede aos outros partidos que não integrem a comissão dos 50 anos do 25 de Abril

15/06/2021 20:33:00

25 de Abril: Ventura pede aos outros partidos que não integrem a comissão dos 50 anos do 25 de Abril

Líder do Chega argumenta que há um “exagero evidente de custos públicos” nas comemorações e que os partidos devem dar sinal de serem “bons gestores da coisa pública”.

Daniel RochaO presidente e deputado único do Chega enviou uma carta aos líderes dos restantes partidos com assento parlamentar pedindo-lhes que, “como bons gestores da coisa pública”, não aceitem integrar a comissão organizadora dos 50 anos do 25 de Abril, que terá como

Momentos de tensão: André Horta irrita jogadores do Sporting Porro: «Apoiei a equipa como pude, estou sem voz» Auriol Dongmo fica a cinco centímetros do pódio no lançamento do peso

comissário executivo Pedro Adão e Silva, “devido aos exageros evidentes de custos públicos envolvidos”.Na missiva, André Ventura aponta diversas críticas e argumentos para que os partidos se recusem participar na estrutura comemorativa que já provocou uma larga polémica devido à escolha,

pelo Governo, sem concurso público, do professor universitário e comentador ligado ao PS.O líder do Chega critica o facto de o executivo não ter chamado os restantes partidos com assento parlamentar para falar sobre o assunto e lembra que headtopics.com

o PS “não é o dono do 25 de Abril”.E diz que não se conhecem os critérios para a constituição da estrutura de missão das comemorações nem os orçamentos gerais detalhados de despesas e custos associados. “Aquilo que se sabe, por agora, é que a nomeação da comissão executiva dos festejos foi feita sem concurso, transparência ou qualquer escrutínio público”, vinca, realçando que Pedro Adão e Silva, nomeado comissário executivo, é um “devoto socialista”.

Ventura realça que se cria uma estrutura de apoio técnico que pode ter até oito pessoas e cujas remunerações são equiparadas às dos membros dos gabinetes do Governo, assim como o facto de os comissários serem equiparados a dirigentes de primeiro e segundo graus da administração pública mas podendo acumular funções com outras actividades remuneradas.

“Num momento em que o nosso país não tem dinheiro para socorrer os portugueses nas suas tão grandes e múltiplas provações, não se compreende como podemos sequer ousar imaginar gastar todo o dinheiro que estas festividades, nos moldes apresentados, exigirão, muitas delas indexadas a vencimentos superiores a quatro mil euros mensais durante vários anos, para um único dia de festa”, argumenta o líder do Chega. Que apela aos restantes partidos que dêem um “sinal da responsabilidade” de que são “bons gestores da coisa pública” e

recusem integrar a comissão organizadora.O PÚBLICO questionou os partidos sobre se tinham recebido a carta e qual a resposta que tencionavam dar ao líder do Chega mas apenas o Bloco disse que ainda não recebeu qualquer missiva e o PCP recusou responder alegando não querer alimentar o assunto. headtopics.com

Final de jogo dramático afasta Portugal do torneio de andebol Fernando Henrique Cardoso declara apoio a João Doria nas presidenciais brasileiras Sporting conquista da Supertaça com o apoio dos adeptos Consulte Mais informação: Público »

As comemorações do 50 anos do 25 de abril só serve para levar +/- um milhão de €. A KGB não é fã de liberdades. comemora o 24, tu e os teus amigos lol

Atividade turística cresceu em abril, mas ainda está 84% abaixo dos níveis pré-pandemiaReceitas dos alojamentos turísticos em Portugal ascenderam a 47,7 milhões de euros em abril. É mais de nove vezes a faturação de abril de 2020, mas menos de um quinto dos proveitos de abril de 2019, segundo o INE

Turismo dispara em abril mas ainda está aquém de 2019Os residentes foram os que mais impulsionaram a subida, com as suas dormidas a aumentarem 517%.

Nada se sabe sobre os quatro eventos-piloto de abril e maio

Crédito ao consumo caiu para 536 milhões de euros em abril

Crédito ao consumo caiu para 536 milhões em abrilO crédito ao consumo desceu ligeiramente para 535 milhões de euros em abril, de acordo com os dados divulgados, esta terça-feira, pelo Banco de Portugal (BdP). Este valor fica abaixo dos 538 milhões de euros concedidos em março.

Turismo recupera em abril mas continua abaixo dos níveis pré-pandemiaDados do Instituto Nacional de Estatística revelam que os alojamentos turísticos nacionais receberam nesse mês 460 mil hóspedes. Trata-se de um aumento de mais de 760% em relação ao mesmo período do ano passado.