Ensino Superior, Aveiro, Porto, Ministério Da Ciência, Tecnologia E Ensino Superior, Educação, Governo (Sistema), Universidades, Executivo (Governo), Ensino, Departamentos Governamentais

Ensino Superior, Aveiro

Vagas para o Ensino Superior voltam a aumentar com Porto, Lisboa e Aveiro na frente

Sociedade - Vagas para o Ensino Superior voltam a aumentar com Porto, Lisboa e Aveiro na frente

31/07/2021 09:33:00

Sociedade - Vagas para o Ensino Superior voltam a aumentar com Porto , Lisboa e Aveiro na frente

Prazo de candidatura à primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior público decorre entre 6 e 20 de agosto.

Ensino SuperiorFOTO: Getty ImagesO concurso nacional de acesso ao ensino superior volta a registar um aumento do número de vagas, segundo dados divulgados na sexta-feira à noite, que mostram Lisboa, Porto e Aveiro com o maior crescimento.Depois de, no ano passado, o concurso nacional de acesso ao ensino superior ter registado o maior número de candidatos dos últimos 25 anos, as vagas vão voltar a subir.

“Estamos a poucos dias de ter esta pandemia controlada”, garante Costa «Vergonhoso!»: Óquei de Barcelos arrasa arbitragem do jogo com o FC Porto Vieira quer votar nas eleições do Benfica sem segurança privada

Segundo os dados divulgados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), o total de vagas para ingressar nas universidades e politécnicos públicos em 2021 é de 52.242, mais cerca de 2% em relação ao ano anterior.

Leia tambémAbandono no ensino superior aumentou em 2019/20 contrariando tendência anteriorNo topo deste aumento voltam a surgir Lisboa e Porto que, após dois anos com cortes por determinação do Governo para corrigir desequilíbrios territoriais, puderam disponibilizar novamente mais lugares no ano passado. headtopics.com

Em termos absolutos, é na Universidade do Porto e na Universidade Nova de Lisboa que se registou o maior crescimento, como já tinha acontecido, aliás, no ano anterior.Segundo a lista de vagas, o Porto vai abrir, no total, 4.406 vagas, ganhando 233 novos lugares, a maioria dos quais na Faculdade de Engenharia, que vai poder receber no próximo ano mais 185 alunos, em comparação com o ano anterior, quando já tinha aumentado em 110 o número de lugares disponíveis.

Leia tambémOs factos e as figuras para 2021, o ano da esperançaO maior reforço vai ser no curso de Engenharia Informática e Computação, que pode adicionar 100 vagas à lista por ser um curso com elevada procura por parte de alunos de excelência.

Esse foi precisamente um dos critérios para as instituições das duas maiores áreas metropolitanas do país poderem aumentar o número de vagas onde se registasse índice de excelência dos candidatos igual ou superior a 100, isto é, o número de candidatos em primeira opção com média acima de 17 valores em relação às vagas fixadas.

Essa regra permitiu a abertura de um adicional de 385 vagas e foi também daí que beneficiou, em parte, a Universidade Nova de Lisboa, em que 59 das 213 novas vagas são no curso de Gestão (passou de 231 para 290 vagas), além dos dois novos cursos em Engenharia Química e Biológica (67 vagas) e em Ciência de Dados (40 vagas). headtopics.com

Sporting revalida conquista da Taça Continental de hóquei em patins Juiz norte-americano proíbe expulsão de migrantes com crianças na fronteira com o México Covid-19: os alertas e as consequências do negacionismo

Leia tambémMaioria de inquiridos em estudo satisfeita com gestão da pandemiaO alargamento da oferta colocou igualmente a Universidade de Aveiro no 'top 3' das instituições com maior aumento, disponibilizando para o próximo ano mais 207 lugares em relação ao anterior, sendo a esmagadora maioria (198) para os três cursos que a universidade vai estrear.

Do lado oposto, o Instituto Politécnico de Tomar é o único que perde vagas no próximo concurso, disponibilizando menos 10 lugares, enquanto outros cinco politécnicos e as escolas superiores de Enfermagem, Náutica, e Hotelaria e Turismo mantêm o mesmo número.

Quem também optou por manter as mesmas vagas foram os cursos de Medicina que, como também já tinham feito no ano passado, não quiseram aproveitar a possibilidade para aumentar.Leia tambémAlunos migrantes são segregados e escolas não fazem tudo para o evitar, diz estudo

Em comunicado, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior sublinha o aumento de 3% nas áreas digitais, sobretudo nas instituições em localizadas em regiões com menor pressão demográfica, onde o aumento foi de 3,4% nestes cursos e 2% na generalidade da oferta. headtopics.com

Além das 52.242 vagas do concurso nacional, há ainda 721 vagas para os concursos locais, realizados diretamente nas instituições de ensino superior para ingresso em cursos de música, teatro, cinema e dança, contabilizando-se no total 52.963, o que representa um aumento de cerca de 2% em comparação com as vagas iniciais do ano anterior.

"O ingresso no ensino superior para o próximo ano letivo retoma a normalidade no processo de fixação de vagas, não incluindo nesta fase qualquer das medidas excecionais adotadas no verão de 2020", refere o Ministério.

Tiroteio em Palmela. Líder do CDS diz que Portugal não pode regressar ao PREC Paris acusa EUA e Austrália de mentirem sobre contrato de submarinos e adverte para impacto na NATO Cerca de 8,13 milhões de pessoas com vacinação completa em Portugal

Ainda assim, a tutela não afasta a possibilidade de novas decisões, se for necessário, recordando que no ano passado foram transferidas para o regime geral de acesso vagas não ocupadas dos concursos especiais. Consulte Mais informação: Correio da Manhã »

Autárquicas 2021 | Eleições Autárquicas 2021 | Notícias | RTP Notícias

Eleições Autárquicas 2021 Acompanhe aqui toda a informação sobre as eleições Autárquicas 2021

Vagas para o ensino superior voltam a aumentar com Porto, Lisboa e Aveiro na frenteUniversidade do Porto e na Universidade Nova de Lisboa são as que registam maior aumento, Instituto Politécnico de Tomar é o único que perde e cursos de Medicina decidem manter.

Saiba quais são as vagas no Ensino Superior em 2021O ministério da Ciência e do Ensino Superior divulgou, esta sexta-feira, as vagas nos cursos do Ensino Superior para o ano de 2021/2022.

Quase 500 vagas no Ensino Superior em novos cursos de engenharias e ciência de dadosO total de vagas para ingressar nas universidades e politécnicos públicos em 2021 é de 52.242, mais 113 do que no ano anterior.

Abandono do Ensino Superior leva a perda de 37 milhões de euros em propinasPandemia começou “a mostrar um retrato daquilo que poderá ser uma crise do ensino superior ”, diz antigo presidente do Sindicato Nacional do Ensino Superior

Acesso ao ensino superior: criados 17 novos cursosUniversidade de Aveiro passa a oferecer Engenharia Aerospacial, até agora exclusivo do Instituto Superior Técnico, e há duas novas licenciaturas em Ciências de Dados, uma no Porto e outra em Lisboa.

Vagas voltam a aumentar: Porto e Lisboa são as que mais ganhamCursos na área do digital e com índice de excelência têm oferta reforçada.