PSD quer reduzir Parlamento a 215 deputados e criar círculo de compensação. 'Pequenos partidos não são afetados', garante Rio

PSD quer reduzir Parlamento a 215 deputados e criar círculo de compensação. “Pequenos partidos não são afetados“, garante Rio

23/07/2021 18:55:00

PSD quer reduzir Parlamento a 215 deputados e criar círculo de compensação. “Pequenos partidos não são afetados“, garante Rio

'Os pequenos partidos não são afetados', garantiram diversas vezes Rui Rio e David Justino na apresentação da proposta de alteração do sistema eleitoral do PSD, que será entregue no Parlamento depois das autárquicas. PSD quer reduzir deputados para 215 (em vez de 230), dividir círculos eleitorais maiores em círculos mais pequenos e criar círculo nacional de compensação. Segundo a proposta do PSD, os sociais-democratas perderiam seis deputados, o PS perderia sete e o CDS 1. 'É o PS e o PSD que perdem mais', explicou Rio, garantindo que mais pequenos não ficam prejudicados.

JornalistaPerante uma"enorme resistência à mudança" por parte do atual Governo e do PS, e numa altura em que o primeiro-ministro tem repetido sistematicamente que"o PSD não tem ideias", Rui Rio convocou uma conferência de imprensa para provar o contrário. Depois de, há duas semanas, ter apresentado as linhas gerais de uma proposta de revisão constitucional, esta sexta-feira foi a vez de apresentar as linhas gerais de uma proposta de revisão do sistema eleitoral -- que apenas será formalizada e entregue na Assembleia da República depois das eleições autárquicas.

Covid-19: Portugal prepara-se para última fase de desconfinamento. EUA aprovam terceira dose para maiores de 65 anos e grupos de risco Catarina Martins critica frase ''profundamente infeliz'' de secretário de Estado sobre a covid-19 Portugal acolhe atletas da equipa afegã de futebol feminino

"Sabemos que é o PS que não aceita as nossas ideias porque não quer mudar nada, mas quero ver agora se vão continuar a ter coragem de dizer que não temos ideias", atirou Rio depois de apresentar as linhas gerais a proposta de revisão do sistema eleitoral.

Em linhas gerais, é isto: o PSD propõe uma redução de 230 para 215 deputados eleitos para a Assembleia da República (queria 211 mas, para melhor convencer os restantes partidos, fica-se pelos 215), sem afetar com isso a proporcionalidade." headtopics.com

Quem perde deputados é o PS e o PSD, devido à redução de 15 deputados no total, mas em termos relativos tudo se mantém na mesma, a distribuição dos deputados pelo território é que é diferente",explicou Rui Rio.

David Justino, coordenador do grupo de trabalho, iria ainda mais longe para assegurar que, ao contrário do que sugeriu esta semana Augusto Santos Silva no debate do estado da Nação,"a representação dos pequenos partidos está garantida"

."Se aplicássemos este método aos resultados de 2019, a representação dos pequenos partidos que hoje têm representação parlamentar era precisamente a mesma", garantiu. Logo,"o problema dos pequenos partidos é um falso problema".

Segundo este novo sistema, detalhou Justino, o PS perderia sete deputados, o PSD perderia seis e o CDS perderia 1, mas no"limiar". Ou seja, bastaria apenas o CDS crescer"um bocadinho" na votação para manter os cinco deputados que tem atualmente, afirmou Justino manifestando uma clara preocupação de sublinhar que proposta não prejudica os partidos mais pequenos - que, ainda para mais, não têm ficado bem nas recentes sondagens. headtopics.com

Jerónimo critica tratamento dado aos trabalhadores pelas autarquias PS e PSD Moedas certo da vitória em Lisboa deu ″tudo por tudo″ na corrida Pode a tecnologia ajudar a detectar a depressão e problemas cognitivos?

Como é que essa representatividade se mantém ao mesmo tempo que se diminui o número de deputados e se aumenta a representatividade do interior? Através acriação de um círculo nacional de compensação e da divisão dos atuais círculos em círculos mais pequenos

."O objetivo é aumentar a proximidade entre eleitores e eleitos", disse Rio, admitindo que ninguém emLisboaconhece os 48 deputados eleitos para a Assembleia da República. O mesmo para o Consulte Mais informação: Expresso »

“Saudosismo de Passos é nocivo para Rio, mas sobretudo para o PSD”A docente de Ciência Política considera que o sebastianismo em torno de Passos Coelho tem um efeito pernicioso para a liderança Rui Rio, mas em especial para o próprio PSD.

PSD apresenta hoje proposta de reforma do sistema eleitoral já com críticas do GovernoO PSD vai apresentar hoje a sua proposta de reforma do sistema eleitoral, embora o presidente do partido, Rui Rio, já se tenha manifestado descrente na possibilidade de alcançar um acordo com o PS nesta e noutras matérias.

Augusto Santos Silva ataca revisão constitucional e do sistema eleitoral do PSDPara o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros a atual conjuntura não permite equívocos nas prioridades.

PSD, CDS-PP e Chega pedem saída de Eduardo CabritaO primeiro-ministro garantiu que não deu instruções nem conhecia qualquer despacho do ministro da Administração Interna a autorizar os festejos do Sporting. PSD, CDS-PP e Chega fizeram duras críticas à atuação de Eduardo Cabrita e exigem a saída do ministro. Também o Bloco de esquerda diz que é necessária uma remodelação do Governo. LiberalPT nao tem opiniao Já agora peçam também a saída do parvinho venturinha das farturas🤮🥵 A questão que se impõe, é como é possível que num patamar de polémica de excelência ainda se mantenha em funções. Terá adquirido o ministério?

Fernando Anastácio: Fatura do NB mal explicada por governos do PS e do PSDO relatório do inquérito ao NB não aponta responsabilidades políticas. Mas deixa críticas aos governos, nomeadamente por não terem deixado explícito qual seria o impacto da resolução e venda nas contas públicas. Mas qualquer pessoa de bem, sabe que o único responsável politico de todo o mal que aconteceu em 47 anos de democracia em Portugal é o ex-primeiro ministro José Sousa, os restantes políticos, autarcas, gestores, assessores, e lamb cus, são inocentes mártires.

Autárquicas: Desiludido com Basílio Horta candidato do PSD envia-lhe carta abertaRicardo Baptista Leite, deputado, vice-presidente da bancada parlamentar do PSD e candidato à presidência da Câmara de Sintra, diz que a autarquia já devia, e podia, ter feito muito mais pelos munícipes.