PSD/CDS-PP defende que eleição no Funchal é entre sistema socialista empobrecido e o desenvolvimento económico

PSD/CDS-PP defende que eleição no Funchal é entre sistema socialista empobrecido e o desenvolvimento económico

23/09/2021 23:35:00

PSD/CDS-PP defende que eleição no Funchal é entre sistema socialista empobrecido e o desenvolvimento económico

O candidato do PSD/CDS-PP considera que o atual presidente da autarquia, Miguel Gouveia, deveria ter vergonha de estar a concorrer, por ter feito uma política em que 'não executou nada' mas também por estar a fazer uma campanha 'baixa e difamatória' contra o trabalho do PSD/CDS-PP.

23 Setembro 2021, 07:04O candidato do PSD/CDS-PP considera que o atual presidente da autarquia, Miguel Gouveia, deveria ter vergonha de estar a concorrer, por ter feito uma política em que “não executou nada” mas também por estar a fazer uma campanha “baixa e difamatória” contra o trabalho do PSD/CDS-PP.

Mais de uma centena em protesto contra ″roubo″ no preço dos combustíveis Novo estatuto do SNS prevê dedicação plena dos médicos Assassino de deputado britânico leal ao Daesh

O candidato do PSD/CDS-PP à Câmara do Funchal, Pedro Calado, mostrou-se convicto na vitória para a autarquia, a 26 de setembro, e considerou que a escolha é entre um sistema socialista empobrecido, da Coligação Confiança, e o desenvolvimento económico, do PSD/CDS-PP.

Para Pedro Calado as coisas “estão muito claras”. O candidato à Câmara do Funchal sublinha que a sua candidatura não chega à casa das pessoas a prometer que vai resolver daqui a um mês aquilo que é urgente.“Nós temos uma equipa ao lado das pessoas que preenche papéis para que estas possam começar a receber os apoios que necessitam. Nós ajudamos as pessoas no imediato. Nós temos casos desde a freguesia do Monte, São Pedro, Imaculado Coração de Maria, São Gonçalo e Santa Maria Maior, problemas que já resolvemos sem entrarmos ainda na Câmara Municipal do Funchal. No dia que entrarmos, vejam bem a diferença que vamos fazer”, afirmou durante um comício em Santa Maria Maior. headtopics.com

Pedro Calado reforça que foi preciso que a sua candidatura fosse ao terreno denunciar problemas para que estes fossem resolvidos, acrescentando que a população já se apercebeu de quem tem soluções.“Nós pedimos ajuda aos serviços do Governo Regional, às empresas e conseguimos resolver algumas necessidades da população porque já estamos no terreno a trabalhar muito antes de se iniciar a campanha eleitoral. Nós não temos vergonha de assumir que queremos trabalhar na Câmara em articulação com o Governo, fazemos o que for preciso para proteger o nosso povo. Enquanto uns ainda se reúnem com a sociedade civil para constituir o programa para a Câmara nós já fizemos esse trabalho há muito”, explicou Pedro Calado.

O candidato do PSD/CDS-PP diz que o atual presidente da autarquia, Miguel Gouveia, deveria ter vergonha de estar a concorrer, por ter feito uma política em que “não executou nada” mas também por estar a fazer uma campanha “baixa e difamatória” contra o trabalho do PSD/CDS-PP.

“Uma coisa é contestar uma ideia de uma candidatura ou ir atrás das mesmas propostas, outra coisa é andar de porta-a-porta a distribuir panfletos a mentir à população que nós vamos cortar os apoios sociais, que vamos cortar os medicamentos e os transportes gratuitos aos idosos, que vamos acabar com os manuais escolares. Isto é crime, isto é uma política de mentira mas é aquilo que eles estão habituados a fazer, é aquilo que estão habituados a dar à população: é mentira atrás de mentira”, disse Pedro Calado.

Pedro Calado referiu que a política proposta pelo PSD/CDS-PP será muito baseada no social. “As grandes obras nós vamos arranjar maneira de as financiar em parceria com o Governo Regional. A grande obra que temos de deixar daqui a quatro anos, é uma sociedade mais justa, mais equilibrada e mais amiga”, acrescentou. headtopics.com

Misteriosa ″Equipa A″ resgata cães cercados por lava do vulcão Cumbre Vieja Crise energética em debate no Conselho Europeu: o que está em causa Centenas pelo país protestam contra o aumento do preço dos combustíveis Consulte Mais informação: Jornal Económico »

Funchal: PSD/CDS-PP propõe requalificação do Miradouro de São Roque para resolver problemas de estacionamentoA candidatura do PSD/CDS-PP diz ter um projeto que contempla 65 estacionamentos, criação de espaços comerciais, uma loja do cidadão e uma farmácia.

Pedro Calado quer aproveitar PRR para a construção de habitação no FunchalO candidato do PSD/CDS-PP considera que é preciso também criar eventos no Funchal que incentivem os comerciantes a abrir as portas ao fim-de-semana.

Funchal: PSD/CDS-PP propõe requalificação do Miradouro de São Roque para resolver problemas de estacionamentoA candidatura do PSD/CDS-PP diz ter um projeto que contempla 65 estacionamentos, criação de espaços comerciais, uma loja do cidadão e uma farmácia.

Sondagem dá vitória a Miguel Gouveia no Funchal com 2% de vantagem sobre Pedro CaladoA Coligação Confiança obtém 42% enquanto que PSD/CDS-PP atinge os 40%, seguindo-se o JPP com 3,2%. Este jornal vê-se bem que é xuxa. O PSD ganha a Câmara do Funchal. Só este jornaleco, por ilusionismo, insiste no contrário.

Funchal: Coligação PSD/CDS quer ajudar utentes em situação de carência e exclusão socialA Associação Protetora dos Pobres apoia utentes em situação de carência e exclusão social. Diariamente prepara cerca de 300 refeições e assegura abrigo no centro de Acolhimento Noturno a mais de 30 utentes.

Funchal: Coligação PSD/CDS quer reforçar meios e melhorar gestão da recolha de resíduos na cidadeO candidato vinca que não há capacidade para dar resposta à limpeza e recolha do lixo e que são os próprios trabalhadores a reconhecerem o problema.