PRR... negócio ou investimento?

PRR... negócio ou investimento?

Opinião, Jorge Conde

02/12/2021 03:54:00

PRR... negócio ou investimento?

Esta semana foram as instituições de ensino superior confrontadas com o esboço do segundo programa financeiro para a construção e/ou reabilitação de alojamento estudantil. Depois do primeiro programa ter conseguido pouco mais de 50% do objetivo a que se propunha, surge agora um novo programa, este no âmbito do PRR.

A situação é deveras preocupante e no Ministério do Ensino Superior os responsáveis estão bem cientes disso, tendo vindo a trabalhar com as universidades e politécnicos, incentivando-os a resolver o problema, com a promessa que com o PRR tudo seria mais fácil.

Um parêntesis para relembrar que o ensino superior tem sido subfinanciado ao longo de décadas, mas ainda assim, em ambos os governos de António Costa e Manuel Heitor, estes granjearam confiança suficiente dos responsáveis para inclusive terem assinado um contrato de estabilidade financeira para a legislatura.

Voltando às residências e à sua necessidade, não deixa de ser absolutamente rocambolesca a proposta que as finanças vêm impor às instituições. A disponibilização do financiamento do PRR, é feita num modelo parcialmente reembolsável com base na rentabilidade dos alojamentos que se vierem a construir, ou dito de outra forma, é um negócio, onde para evitar entregar dinheiro às finanças os novos alojamentos devem dar prejuízo. headtopics.com

Marques Mendes considera campanha 'simples e eficaz' de Rui Rio peça importante para aproximação do PSD e ao PS

António Costa que é candidato a gerir na totalidade o PRR se vencer as eleições de 30 de janeiro, precisa de mais objetividade nas finanças, que precisam de maior articulação com os ministros que percorrem o País e conhecem a realidade.

Bruxelas não criou o PRR para que as finanças o utilizem para substituir despesa, ou receita, que deverão caber ao orçamento de estado. O PRR foi criado para recuperar o País da pandemia e para o tornar mais resiliente, fazendo investimentos que de outra forma não poderiam acontecer.

A julgar por este exemplo, nas candidaturas a fundos do PRR destinadas a instituições públicas, muitas poderão ficar desertas.Presidente do Instituto Politécnico de Coimbra

Consulte Mais informação: Diário de Notícias »

Voltar ao “som puro”, como retrato de cada épocaA busca de um “som puro” devolve-nos a atmosfera de uma época, seja ela do século XX ou do século XVI.

Livros presentesEscolho aqui algumas das edições mais recentes publicadas entre nós e que constituem bons presentes de Natal. Ou já mas deram ou dei-as a mim próprio, atraído que fui pelo conteúdo e pela forma.

Desde 2018 que renting e leasing valem um terço das vendas de carrosParticulares e empresas cada vez mais alugam ou pagam rendas por automóveis novos. Antes da pandemia, houve cerca de 80 mil carros que foram comprados desta forma.

OMS lança processo de negociação para acordo de prevenção e combate de pandemiasO projeto de acordo prevê inicialmente a criação de 'um órgão intergovernamental' para redigir e negociar 'uma convenção, acordo ou outro instrumento internacional da OMS sobre prevenção, preparação e resposta diante de pandemias'.

Conceição de olho na segunda melhor série de sempreOs dragões jogam sexta-feira (19 horas) no Algarve e uma eventual vitória frente ao Portimonense, além de permitir ganhar vantagem sobre um ou dois dos principais rivais na luta pelo título - Benfica e Sporting defrontam-se no Estádio da Luz -, dará a Sérgio Conceição a segunda melhor série de triunfos consecutivos no campeonato desde que assumiu o comando técnico dos azuis e brancos em 2017/18.