Pandemia Coronavírus Saúde Insa Dgs Ministério Da Saúde

Pandemia Coronavírus Saúde Insa Dgs Ministério Da Saúde

Pandemia com 'intensidade reduzida e transmissibilidade moderada' em Portugal

22/10/2021 21:22:00

A pandemia de covid-19 em Portugal está com uma “tendência estável” e “nenhuma região” registou mais de 240 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, segundo o relatório ‘Monitorização das linhas vermelhas para a covid-19’, divulgado, esta sexta-feira, pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

Novavax anuncia vacina contra a Ómicron para janeiro Mutações do coronavírus podem obrigar a vacinação anual Hospital de Almada sem novos casos de Covid entre os profissionais de saúde

Portugal tem uma incidência de 91 casos por 100 mil habitantes acumulados nos últimos 14 dias, o que representa “uma tendência estável a nível nacional”. De realçar que na última atualização do relatório, divulgado na passada sexta-feira, a incidência era de 84, no entanto, “nenhuma região apresentou uma incidência superior ao limiar de 240 casos em 14 dias por 100.000 habitantes”, aponta.

Também na semana passada, a incidência apresentava uma “tendência crescente” no grupo etário com 80 ou mais anos. Contudo, esta semana, “no grupo etário com idade superior ou igual a 65 anos, o número de novos casos de infeção por SARS-CoV-2 / COVID-19, por 100 000 habitantes, acumulado nos últimos 14 dias, foi de 68 casos, com tendência estável a nível nacional”. headtopics.com

Já o rácio de transmissibilidade (RT) mostra “uma tendência estável a crescente”, ao apresentar um “valor igual ou superior a 1”. O RT é de 1,02 a nível nacional e na maioria das regiões, com exceção do Alentejo e Algarve que apresentam uma tendência decrescente (0,80 e 0,95 respetivamente).

Tal como o número de casos, também o número de pessoas internadas em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) com sintomas da covid-19 em Portugal continental “revelou uma tendência estável, correspondendo a 23% (na semana anterior foi de 22%) do valor crítico definido de 255 camas ocupadas”.

Também “a mortalidade específica por COVID-19 (9,4 óbitos em 14 dias por 1.000.000 habitantes) apresenta uma tendência estável, o que revela um impacto reduzido da pandemia em termos de mortalidade por covid-19 (menor que 10 óbitos por milhão em 14 dias)”.

Na última semana, a taxa de positividade dos testes realizados ao vírus SARS-CoV-2 foi de 1,6%, “encontrando-se abaixo do limiar definido de 4,0%”. Observou-se ainda ”decréscimo do número de testes para deteção de SARS-CoV-2 realizados nos últimos sete dias”. headtopics.com

Cientistas sul-africanos apontam que risco de reinfeção poderá triplicar com variante Omicron Centro de testagem à covid-19 no Cais do Sodré fechado. Pessoas fazem fila para serem testadas Variante Ómicron deverá predominar na Europa dentro de poucos meses

Segundo o relatório, “a variante Delta (B.1.617.2), originalmente associada à Índia, é a variante dominante em todas as regiões, com uma frequência relativa de 100% dos casos” analisados entre 4 e 10 de outubro.Em suma, “a análise dos diferentes indicadores revela uma atividade epidémica de SARS-CoV-2 de intensidade reduzida e transmissibilidade moderada, com tendência estável a nível nacional”. Já “a pressão nos serviços de saúde e o impacto na mortalidade são reduzidos e têm tendência estável”.

Ver Comentários Consulte Mais informação: Jornal SOL »

O Futuro do PSD

Escolhemos seis questões que determinam o futuro do PSD e sobre elas questionámos os dois candidatos a presidente do partido, que será eleito a 27 de Novembro

Regras restritivas da pandemia acabam nas visitas às cadeias a partir de 1 de novembroAcrílicos das salas de visita, que separam os reclusos dos seus familiares vão ser retirados.

Portugal mantém 3.ª maior dívida em 2020 entre Estados-membros com 135,2% do PIBNa zona euro, o rácio da dívida pública em relação ao PIB aumentou de 83,6% no final de 2019 para 97,3% no final de 2020, e na União Europeia de 77,2% para 90,1%, segundo os dados do Eurostat.

Portugal manteve em 2020 a terceira maior dívida da União Europeia, com 135,2% do PIBA dívida pública aumentou em 2020 face a 2019 tanto na zona euro como na União Europeia como parte das medidas tomadas em resposta à pandemia da Covid-19

Dois funcionários com queimaduras graves após rebentamento de caldeira em PenafielAs vítimas foram transportados para o Hospital de S. João, no Porto.

Portugal manteve em 2020 a terceira maior dívida entre os Estados-membrosA dívida pública aumentou em 2020 face a 2019 tanto na Zona Euro como na UE como parte das medidas tomadas em resposta à pandemia da covid-19, justifica o Eurostat.

Pandemia vai continuar em 2022, avisa OMSA ideia da Covax seria que todos os países do mundo adquirissem as suas vacinas através do programa mas os países do G7, e também a União Europeia, começaram a adquirir vacinas diretamente às farmacêuticas.