Mais de dois mil enfermeiros pediram para sair de Portugal desde o início da pandemia

11/01/2022 16:03:00

Ordem dos Enfermeiros recebeu 2413 pedidos de declarações para efeitos de emigração.

Ordem Dos Enfermeiros, Oe

Sociedade - Mais de dois mil enfermeiros pediram para sair de Portugal desde o início da pandemia

Ordem dos Enfermeiros recebeu 2413 pedidos de declarações para efeitos de emigração.

EnfermeirosFOTO: Getty Images, em março de 2020, especialmente no segundo semestre do ano passado, segundo dados divulgados hoje pela Ordem dos Enfermeiros (OE)."Só no último ano [2021], o número total de enfermeiros que manifestaram intenção de emigrar corresponde a cerca de um terço dos novos enfermeiros formados anualmente pelas escolas portuguesas", refere a OE em comunicado.

A Ordem dos Enfermeiros recebeu 2.413 pedidos de declarações para efeitos de emigração.De acordo com os dados, 1.230 pedidos foram realizados em 2020 e 913 em 2021, especialmente no segundo semestre do último ano,"altura em que milhares de enfermeiros saem das escolas para o mercado", refere a OE.

Consulte Mais informação:
Correio da Manhã »

Mais de 21.500 suspeitas de reações adversas às vacinas registadas em PortugalMais de 21.500 suspeitas de reações adversas às vacinas contra a covid-19 foram registadas em Portugal até final do ano passado e houve 116 casos de morte comunicados em idosos, sem que esteja demonstrada a relação causa-efeito, segundo o Infarmed.

Mais de 21 500 suspeitas de reações adversas às vacinas registadas em PortugalO Infarmed indica que 'as reações adversas às vacinas contra a covid-19 são pouco frequentes, com cerca de um caso em mil inoculações', um valor que se tem mantido estável ao longo do tempo.

Mais de 21.500 suspeitas de reações adversas às vacinas registadas em Portugal - RenascençaPor grupo etário, o que mais casos de efeitos adversos graves registou foi o dos 25 aos 49 anos. Relatório dá conta de seis caso notificados em crianças dos 5 aos 11 anos.

Covid-19: mais de 21.500 suspeitas de reações adversas às vacinas registadas em PortugalCNN Portugal. O novo canal de informação, com uma cultura multiplataforma, propõe-se a acompanhar, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo. Relatório muito fraquinho para quem quer tomar uma decisão informada. Quantas mortes por segmento etário? Além disso, toda a gente sabe que muitas reacções adversas não estão a ser reportadas devido à burocracia. É tudo metido debaixo do tapete. Conheço muito mais pessoas com reacções gravíssimas a vacina do que pessoas que tenham tido COVID grave. Estou à espera que me chamem para a terceira dose! Quero que as reações adversas se fodam..

Cinco cientistas em Portugal recebem mais de oito milhões de euros em bolsas europeiasVera Aldeias, Yonatan Gez, Sérgio Domingos, Manuel Souto e Susana Soares – estes são os investigadores em Portugal que receberam uma das bolsas europeias de investigação anunciadas esta segunda-feira.

Portugal é o mais bem colocado do Sul da Europa para baixar dívidaDe entre os cinco países do Sul europeu – França, Itália, Espanha, Grécia e Portugal –, a economia portuguesa é a que está no melhor caminho para baixar o nível de endividamento. E porque tem os funcionários públicos mais mal pagos da UE? Falo em FP porque no caso dos patrões, cada um paga o que quiser..

Lusa Enfermeiros FOTO: Getty Images , em março de 2020, especialmente no segundo semestre do ano passado, segundo dados divulgados hoje pela Ordem dos Enfermeiros (OE).De acordo com o último relatório a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, até ao dia 31 de dezembro foram notificadas 21.e receba as informações em primeira mão.Foto: Manuel Fernando Araujo/Lusa Mais de 21.

"Só no último ano [2021], o número total de enfermeiros que manifestaram intenção de emigrar corresponde a cerca de um terço dos novos enfermeiros formados anualmente pelas escolas portuguesas", refere a OE em comunicado. A Ordem dos Enfermeiros recebeu 2. A maior parte das reações adversas (10.413 pedidos de declarações para efeitos de emigração. "Os casos de morte ocorreram num grupo de indivíduos com uma mediana de idades de 77 anos e não pressupõem necessariamente a existência de uma relação causal entre cada óbito e a vacina administrada, decorrendo também dentro dos padrões normais de morbilidade e mortalidade da população portuguesa", escreve o Infarmed. De acordo com os dados, 1. O sublinha, contudo, que estes dados"não permitem a comparação dos perfis de segurança entre vacinas", uma vez que foram utilizadas em subgrupos populacionais distintos (idade, género, perfil de saúde, entre outros) e"em períodos e contextos epidemiológicos distintos".230 pedidos foram realizados em 2020 e 913 em 2021, especialmente no segundo semestre do último ano,"altura em que milhares de enfermeiros saem das escolas para o mercado", refere a OE.939 das quais consideradas graves , mas o Infarmed insiste que"as reações adversas às vacinas são pouco frequentes, com cerca de um caso em mil inoculações", um valor que se tem mantido estável ao longo do tempo.

"Assim, enquanto até junho [de 2021] tinha havido 277 pedidos de emissão de declarações, entre junho e dezembro esse número ascendeu a 636", precisa a OE.648. Por grupo etário, o que mais casos de efeitos adversos graves registou foi o dos 25 aos 49 anos (3. "Os países europeus, que nos últimos dois anos realizaram campanhas de recrutamento muito agressivas, para as quais a OE alertou, continuam a ser os escolhidos pelos enfermeiros portugueses, com destaque para a Suíça, mas os Emirados Árabes Unidos recebem também, de ano para ano, cada vez mais profissionais portugueses", adianta a ordem. A seguir à Suíça, a Espanha e o Reino Unido, apesar do Brexit, foram os principais destinos escolhidos pelos enfermeiros portugueses em 2021.595 casos de reações adversas, das quais 6. "Estes números demonstram a continuação da tendência da emigração de enfermeiros, apesar da carência crónica de enfermeiros em Portugal.217). Recorde-se que, nos últimos dois anos, chegámos ao ponto de querer contratar enfermeiros, nos momentos mais críticos da pandemia, e não haver enfermeiros no mercado, apesar de todos os anos saírem 3000 novos enfermeiros das escolas", explica. "Os casos de morte ocorreram num grupo de indivíduos com uma mediana de idades de 77 anos e não pressupõem necessariamente a existência de uma relação causal entre cada óbito e a vacina administrada, decorrendo também dentro dos padrões normais de morbilidade e mortalidade da população portuguesa", escreve o Infarmed.878 casos.

Nesse sentido,"é urgente dar condições dignas aos enfermeiros e não contratos de quatro meses, dar-lhes uma carreira e não um bilhete de avião", diz a Bastonária, Ana Rita Cavaco, sublinhando que em mês de eleições é fundamental saber o que cada partido tem no seu programa para a saúde, e para os enfermeiros em particular, e é uma emergência encontrar mecanismos de fixação dos enfermeiros em Portugal, como já foi recomendado pela Organização Mundial da Saúde. . PUB Das reações adversas graves, o relatório diz que 4172 (19,3%) foram classificadas como clinicamente importantes, 1698 (7,9%) provocaram alguma incapacidade, 742 (3,4%) precisaram de hospitalização, 208 (1%) representaram risco de vida e 116 (0,5%) resultaram em morte. "São casos que motivaram observação e/ou tratamento clínico, mas todos tiveram evolução positiva e sem sequelas", refere o Infarmed, sublinhando que 13 destes casos foram notificados como mio/pericardite,"possivelmente associados à vacina de mRNA em utilização no programa de vacinação atual", que se mostraram"de gravidade moderada" e apresentaram"evolução favorável após tratamento adequado".