Pandemia, Coronavírus, Covid-19, Ligações, Voos, Aéreas, Reino Unido

Pandemia, Coronavírus

Interrupção total de voos entre Portugal e Reino Unido

22/01/2021 11:15:00

Interrupção total de voos entre Portugal e Reino Unido - RTP Notícias

Henry Nicholls - ReutersO primeiro-ministro anunciou que, a partir de sábado, haverá uma interrupção total de voos entre Portugal e Reino Unido, com exceção daqueles que forem de natureza humanitária para repatriar cidadãos portugueses e britânicos.

Governo português espera reabrir turismo em maio Porto Canal renova grelha e reforça-se com Estela Machado Hospital quer incluir Constança Braddell em programa de acesso a medicamentos não autorizados

António Costa anunciou esta medida após ter participado por videoconferência numa cimeira informal de líderes da União Europeia destinada a coordenar entre os 27 Estados-membros as medidas de combate à Covid-19."O Governo decidiu interromper totalmente os voos para o Reino Unido e do Reino Unido para Portugal a partir das 0h00 do próximo sábado, de forma a diminuir os riscos de contágio com base na nova variante

" do coronavírus, declarou o líder do executivo português.António Costa disse que, a partir de sábado, "serão unicamente realizados os voos com natureza humanitária para assegurar o repatriamento de portugueses que desejem regressar a Portugal, ou de cidadãos britânicos que desejem regressar ao Reino Unido headtopics.com

".De acordo com o primeiro-ministro, durante esta reunião informal de líderes da União Europeia, houve em termos globais "uma manifestação de grande preocupação relativamente ao desenvolvimento da pandemia, designadamente no que respeita ao crescimento impulsionado pela nova variante britânica em especial nos países que têm relações mais próximas com o Reino Unido, caso de Portugal

".Em matéria de fronteiras, António Costa considerou que a decisão "mais importante" tomada na cimeira informal se relacionou precisamente com o fim dos voos para o Reino Unido, ou do Reino Unido para Portugal.Na cimeira informal de chefes de Estado e de Governo da União Europeia, o primeiro-ministro salientou que foi decidido "manter as fronteiras abertas" entre os diferentes Estados-membros.

"Relativamente a países terceiros, a decisão foi de manter as medidas que existem de controlo da pandemia", acrescentou. Consulte Mais informação: RTPNotícias »

Porque foi preciso tanto tempo ! Quando os outros países europeus já o faziam! Agora está aí o vírus inglês instalado em Portugal !