Rtp, Notícias, Rtp Notícias

Rtp, Notícias

Covid-19. A situação ao minuto do novo coronavírus no país e no mundo

RTP Notícias - Descrição

22/01/2021 10:13:00

Covid-19. Portugal vai suspender ligações aéreas com Reino Unido - Ao minuto, RTP Notícias

RTP Notícias - Descrição

08h25 - Hungria assinou um acordo para comprar a vacina russa Sputnik VÉ o primeiro país da União Europeia a comprar esta vacina à Rússia.Desalinhada com o resto da UE, a Hungria decidiu avançar para a compra da vacina russa contra a Covid-19.

António Costa diz ter ″base científica mais sólida″ para decidir Bonucci lembra jogo de 2014 com Benfica: «Estivemos ansiosos e custou-nos caro» Sporting já conhecia risco de sanção grave quando renovou com Rúben Amorim

A vacina já foi oficialmente aprovada pelas autoridades de saúde de Budapeste.Este movimento representa uma quebra na política europeia de aquisição conjunta de vacinas contra a Covid 19.08h23 - Fronteiras abertas, testes rápidos e plano de vacinação rigoroso

Os líderes europeus analisaram alguns dos temas que afetam os 27 da União Europeia face à pandemia de Covid-19.O primeiro-ministro salientou esta noite que os líderes europeus chegaram a um acordo para o reconhecimento mútuo dos testes rápidos da Covid-19, adiantando que este passo facilitará "a confiança" na liberdade de circulação no espaço europeu. headtopics.com

António Costa anunciou esta medida após ter participado por videoconferência numa cimeira informal de líderes da União Europeia destinada a coordenar entre os Estados-membros as medidas de combate à Covid-19.08h22- Titulares de órgãos de soberania devem passar a prioritários na vacinação contra a covid-19

Os membros do Governo e o Presidente da República estavam excluídos dos grupos prioritários para a vacina contra a Covid-19. No entanto, os titulares de órgãos de soberania devem agora ser passar a integrar a lista de prioridades. É o que admite o coordenador da Comissão Técnica que desenhou o plano nacional de vacinação.

16 mil pessoas podem passar a integrar o grupo prioritário, incluindo titulares de altos cargos de decisão, bombeiros e membros das Forças Armadas.08h19 - Rússia com mais 21.513 casos e 580 vítimas mortais08h10 - Transportes rodoviários reduzidos na AMLisboa durante o encerramento das escolas

Os transportes rodoviários da Área Metropolitana de Lisboa (AML) serão reduzidos para corresponder à frequência com que circulam durante as férias escolares, na sequência do anúncio, pelo Governo, de encerramento das escolas a partir de hoje, anunciou a AML. headtopics.com

Covid-19. Todos os professores, funcionários e alunos do secundário vão ser testados Peritos dizem que a 15 de Março “estamos muito perto” de ter condições de segurança para desconfinar – com excepção de Lisboa Renato Sanches alvo de insultos racistas em França

08h02- Algarve Medical deve pedir reembolso dos 30 ventiladores avariadosA administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) disse à Lusa que cabe ao Algarve Biomedical Center (ABC) pedir o reembolso dos 30 ventiladores avariados, mas esta entidade descarta responsabilidades e remete o processo para o CHUA.

Os aparelhos foram comprados pelo ABC em abril de 2020, com dinheiro doado pela Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL), mas não passaram nos testes efetuados pelos Serviços de Utilização Comum dos Hospitais (SUCH) tendo os autarcas reclamado o reembolso de 1,3 milhões de euros.

7h53 - Índia reporta mais 163 mortes e mais de 14 mil casosAs autoridades de saúde da Índia registaram 163 mortes associadas à Covid-19 e 14.545 novos casos nas últimas 24 horas.Desde o início da pandemia, a Índia registou mais de 10,6 milhões de casos do novo coronavírus (10.625.428), mantendo-se como o segundo país com mais infeções, atrás dos Estados Unidos, que no último balanço registavam mais de 24,6 milhões.

A Índia é o terceiro país do mundo com mais óbitos, a seguir aos Estados Unidos e ao Brasil, de acordo com a contagem da Universidade norte-americana Johns Hopkins. O país acumula 153.032 mortes.7h20 - Alemanha acima das 50 mil mortes headtopics.com

O total de óbitos causados pelo novo coronavírus na Alemanha ultrapassou os 50 mil, segundo os últimos dados do Instituto Robert Koch (RKI).Desde o início da pandemia, a Alemanha reportou 50.642 mortes. Nas últimas 24 horas, morreram 859 pessoas.

O RKI registou, no mesmo período, 17.862 novas infeções. O total aumentou assim para 2.106.262.O número de pessoas que recuperaram da doença é de aproximadamente 1.780.200.A chanceler alemã, Angela Merkel, e os chefes de governo regionais, decidiram esta semana prorrogar até 14 de fevereiro as atuais restrições na atividade pública, incluindo a suspensão de aulas presenciais.

ANTF só comenta 'caso Rúben Amorim' depois da decisão final Tancos. Tribunal não consegue notificar a testemunha Paulo Lemos Sara Matos anuncia que está grávida

7h11 - Ponto de situaçãoPortugal vai suspender as ligações aéreas com o Reino Unido. É mais uma medida para travar a pandemia e entra em vigor à meia-noite.O objetivo é diminuir o risco de contágio da nova variante do vírus detetada no Reino Unido e que já é responsável por muitos casos em Portugal.

A medida foi ontem anunciada pelo primeiro-ministro. António Costa participou por videoconferência numa cimeira informal de líderes da União Europeia.António Costa explicou que só haverá voos para repatriar portugueses e britânicos.

Escolas fechadasO encerramento, em vigor a partir desta sexta-feira, afeta todos os estabelecimentos de ensino do primeiro ciclo ao ensino secundário.Os pais com filhos até aos 12 anos de idade têm as faltas justificadas e são apoiados com 66 por cento do salário.

 As universidades estão também encerradas. Os exames já marcados para hoje são a exceção.Desta vez, não há ensino à distância. É uma interrupção letiva.Fecham também as creches e os ATL.

A medida está em vigor pelo menos durante os próximos 15 dias.Belém promulgaMarcelo Rebelo de Sousa promulgou entretanto as medidas de apoio às famílias no âmbito da suspensão das atividades letivas. O anúncio consta de uma nota na página da Presidência da República.

Foi também promulgado o diploma que regulamenta as novas medidas do estado de emergência. E ainda o diploma que altera as contraordenações no âmbito da situação da calamidade, contingência e alerta.Outras medidas

O Governo anunciou também o encerramento das lojas do cidadão. O atendimento nos restantes serviços públicos passa a ser feito por marcação.A proibição de circulação entre concelhos volta a vigorar entre as 20h00 desta sexta-feira e as 5h00 de segunda-feira no território continental. Há algumas exceções, desde logo para votar nas presidenciais.

Foram ainda suspensos os prazos de todos os processos não urgentes nos tribunais. Tal como no primeiro confinamento, em março do ano passado, apenas serão apreciados casos com presos, menores em risco, insolvências e violência doméstica.

Sempre que possível, as diligências vão ser feitas por videoconferência.Missas suspensasA Conferência Episcopal Portuguesa determinou a suspensão de missas. É já a partir de sábado.A catequese e "outras atividades pastorais que impliquem contacto" estão também canceladas "até novas orientações". O que for possível será feito através da internet.

Hospitais da Grande Lisboa em situação difícilAs unidades tentam expandir as suas capacidades de internamento, mas estão a enfrentar limites dos meios técnicos e dos recursos humanos.O quadro em PortugalO país voltou ontem a estabelecer um novo um máximo de mortes associadas à Covid-19: em 24 horas, morreram 221 pessoas.

O boletim epidemiológico de quinta-feira reportou mais 13.544 casos confirmados de infeção.Foram internadas, entre quarta e quinta-feira, mais 137 pessoas. Nos cuidados intensivos estavam 702 pessoas.O quadro internacionalA pandemia da Covid-19 provocou pelo menos 2.075.698 mortes resultantes de mais de 96,8 milhões de casos de infeção, de acordo com o balanço em permanente atualização por parte da agência France Presse.

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou na última noite que os passageiros europeus que se desloquem a França para viagens não essenciais serão obrigados a apresentar um teste PCR negativo realizado com pelo menos 72 horas de antecedência.

A decisão foi conhecida após as conclusões do Conselho Europeu dedicado à crise sanitária.Os trabalhadores fronteiriços e trabalhadores dos transportes terrestres estão isentos de apresentar o teste. A medida entra em vigor a partir de domingo à noite.

Consulte Mais informação: RTPNotícias »