Peixes agonizam na lama em baía seca no Pantanal; veja também vídeo do antes e depois

Lama é resto de uma das bacias da Serra do Amolar, no Pantanal de Mato Grosso do Sul #g1

20/10/2021 03:30:00

Lama é resto de uma das bacias da Serra do Amolar, no Pantanal de Mato Grosso do Sul g1

Os vídeos mais recentes foram feitos em uma expedição que busca explicar sobre as 'extinção das espécies'. No Pantanal, os registros foram feitos pelo biólogo e cinegrafista Luiz Felipe Mendes.

Lama, um resto de água, peixes e o último suspiro de vida se esvaindo em agonia. Um vídeo mostra peixes típicos da fauna pantaneira agonizando em meio a lama, do que restou de uma das bacias da Serra do Amolar, no Pantanal de Mato Grosso do Sul. O registro foi feito pelo biólogo e produtor de conteúdo audiovisual, Luiz Felipe Mendes. Assista ao registro acima.

O baile de Lula em nova pesquisa | Matheus Leitão Todos os seis brasileiros que pegaram ômicron já tinham sido vacinados e têm sintomas leves Modelo descobre, aos 27 anos, que é filha biológica do homem que chamou de padrasto desde criança

LEIA TAMBÉMMendes foi ao Pantanal para gravar vídeos para um documentário alemão, que contará a história de extinção das espécies. No bioma, além de ver e registrar o vídeo dos peixes se debatendo, outros sentidos ficaram marcados. "Ali vemos a imagem, mas tem o som e o cheiro. Cheiro de morte, barulho dos peixes se batendo, é muito triste", relembra.

"Ali", descrito por Mendes, é a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Eliezer Batista, na Serra do Amolar. A primeira ida do biólogo ao local foi em 2018, onde registrou um Pantanal completamente diferente do visto em 2021. Veja abaixo o vídeo com o antes e o agora do mesmo ponto. headtopics.com

Imagens mostram o antes e depois de mesmo ponto na Serra do Amolar, no Pantanal'É tudo muito triste'Peixes agonizam por vida em resto de bacía no Pantanal. — Foto: Luiz Felipe Mendes/ReproduçãoNa semana do dia 24 de setembro deste ano, Mendes aterrissou no Pantanal. O biólogo já sabia que não encontraria as paisagens exuberantes vistas há anos atrás. O cenário era o pós-fogo: seca extrema, resquícios de queimadas e um ressurgimento tímido do bioma.

"Eu estou acostumado a ir ao Pantanal há muito tempo. Trabalho com filmagens de paisagens há vários anos. Meu foco sempre foi a beleza, o bonito, o Pantanal intenso, o Pantanal pleno. Participar da gravação deste documentário foi um choque muito grande. Eu já conhecia a região do Amolar, conheci em uma época que não estava na cheia, mas era cheio de vida. Dos pantanais que conheço, era o mais bonito em questão de paisagens, o que mais tinha água e refletia. Eu fiquei apaixonado. Voltar agora e ver estas condições, é muito triste", descreve.

CENÁRIO NO BIOMA,Mendes diz que foi tomado por tristeza quando viu o Pantanal, até então desconhecido. A fauna e flora exuberantes, então afetadas pelas queimadas de 2018, 2019, 2020 e 2021, já era diferente. "O primeiro contato quando vi foi aquilo. É muito triste saber que o Pantanal tem essa beleza exuberante e que agora, com esta seca, é muito triste ver estas vidas se perdendo", reflete.

Nos três primeiros dias de expedição, Mendes diz ter ficado impactado. Conforme o tempo passou e diante da missão de registrar o rescaldo da destruição, um sentimento anestésico tomou conta. "Saber que por conta da nossas atitudes o mundo está vivendo essa mudança climática que afeta a vida. Você presenciar isso de perto é muito doloroso". headtopics.com

Vídeo mostra homem cortando cabelo de ex-namorada no meio da rua no ES Ciro vice de Lula? Primeira-dama pula e vibra no anúncio da aprovação de Mendonça para o STF; veja vídeo

Futuro... incertoPantanal registrado por Luiz Felipe Mendes, em 2021. — Foto: Luiz Felipe Mendes/Arquivo pessoal"É importante mostrarmos para o pessoal que estas mudanças estão acontecendo. O choque é bem importante, porque corremos o risco de perder esta beleza. Temos que mudar os nossos hábitos para termos o Pantanal por mais tempo", alerta o biólogo.

Mesmo que as águas e chuvas voltem, os 4,65 bilhões de animais afetados com as queimadas no Pantanal podem não se recuperar totalmente. Outros 10 milhões morreram, afetando a diversidade biológica da região."A baía que estava cheia de vida, os peixes morreram. Se a chuva demorar, os peixes colocam ovos, alguns podem conseguir retornar. 95% foram extintos. Onde era uma bacia cheia de vida, virou um deserto árido. Mesmo que as águas voltem, as vidas que foram perdidas não voltam mais", explica.

Já em casa, depois da expedição, Mendes remonta que ao rever as fotos e vídeos, junto da família, sentiu a tristeza novamente. "Chegar em casa e ver todos os vídeos, de novo, é impactante demais, é triste. As nossas ações estão acabando com o bem que a gente tem. Isso é o registro no Pantanal, mas é reflexo do que está acontecendo na Amazônia, no Cerrado e em todos os biomas. É triste saber que talvez a minha filha não tenha o mesmo privilégio que eu tive", finaliza.

Veja vídeos de Mato Grosso do Sul: Consulte Mais informação: G1 »

O Assunto #583: Amazônia – a marcha batida da destruição

Balanço anual do Inpe revela o maior desmatamento em 15 anos na região, com mais de 13 mil km² devastados. É o terceiro ano seguido que a floresta perde mais de 10 mil km² – período que coincide com o protagonismo dos militares no comando estratégico – e orçamentário – do combate ao desmate.

Na sexta apareceram essas 2 doguinhas aqui em casa, em Vinhedo (SP). São irmãs, porte m, saudáveis, sem pulgas/carrapatos e supercarinhosas. Ninguém procurou por elas, então vamos doá-las. Toda ajuda é bem-vinda, quem puder adotar ou dar RT. Valeu! Linda chamada

Renato vibra com gol e classificação e coloca Portimonense entre favoritos da Taça PortugalAtacante brasileiro marcou dois gols na vitória do Portimonense nos pênaltis contra o Oliveirense em Portugal

Noivos chegam a casamento flutuando em panela durante enchente na Índia; veja vídeoCasal precisou improvisar para conseguir chegar à tempo em sua própria festa de casamento g1 mundo Pior fica depois do casamento kk

Bolsa Família: veja datas dos últimos pagamentos do auxílio emergencialNesta quarta-feira (20), será liberado o pagamento para os cidadãos com o Número de Inscrição Social (NIS) terminado em 3 (três). istoe_dinheiro 'Só se vê merda em cu de pinto mesmo.' Uma grotesca mensagem subliminar para prejudicar Bolsonaro. Na foto publicada por Sérgio Camargo no Twitter o martelo na mão do Bolsonaro coincide com a foice da estátua de JK. O puxa-saquismo o deixa míope, em vez de ajudar estraga! istoe_dinheiro Que se inicie o verdadeiro programam social

Arnaldo Cezar Coelho critica decisão do VAR desfavorável ao Flamengo: 'Gol legal e fim de papo'Ex-árbitro se manifestou no Twitter na manhã desta segunda, horas depois de o Flamengo ter empatado com o Cuiabá em 0 a 0, no Maracanã Gol legal ! Penalti no Vitinho não marcado ! Juiz e Var tem que ser investigados ! Está aposentado ou está cego o Arnaldo? Flamenguista!

Cliente diz ter achado dois cigarros dentro de cachorro-quente no Paraná: 'Fiquei espantado e com nojo'Caso ocorreu em Maringá, no norte do estado, na madrugada de domingo (17); estabelecimento devolveu o dinheiro e também deu um novo lanche a ele. Binho65548734 lanchinho com brinde. faria? Beck lanche feliz.... comprou um lache e ganhou dois cigarros tá reclamando do q

Veja fotos e vídeo do castelo que irá a leilão em São João Nepomuceno, MGImóvel foi erguido pelo ex-deputado federal Edmar Moreira, que foi alvo de investigação em 2009 após ter sido acusado de não declarar o bem g1 castelo MinasGerais Boa noite, alguém me doa um pouco de comida pra mim jantar com a minha mãe por favor? pode ser qualquer comida, qualquer alimento... estou desempregada cuidando dela pq ela teve AVC e ficou com sequelas, se puderem ajudar eu agradeço muito Imagina o quanto esse homem roubava kkk