Operação da PRF prende um dos chefes do PCC no interior de SP | CNN Brasil

Ação articulada na tarde da última segunda-feira (24) resultou na prisão de dois integrantes da organização criminosa

26/01/2022 15:56:00

Uma operação com equipes da Polícia Federal Rodoviária de São Paulo e de Santa Catarina prendeu um dos chefes do PCC (Primeiro Comando da Capital), uma das maiores organizações criminosas do país

Ação articulada na tarde da última segunda-feira (24) resultou na prisão de dois integrantes da organização criminosa

, uma das maiores organizações criminosas do país.De acordo com as autoridades, a ação aconteceu durante a tarde da última segunda-feira (25) no município de Itapecerica da Serra, no interior deSão Paulo.Os criminosos viajavam da capital de São Paulo para Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, quando foram parados pelos policiais.

“Durante a abordagem, os policiais constataram que os documentos de identificação apresentados pelos dois ocupantes eram falsos, tratando-se na verdade de Claudinei Predebon e Fredi Figueiredo Bolcas, ambos com mandado de prisão em aberto”, informou a PRF.

Consulte Mais informação: CNN Brasil »

A resposta do STF à nova jogada eleitoral de Bolsonaro | Clarissa Oliveira

Novo embate entre o presidente e o tribunal os desdobramentos da crise interna do do PSDB são os temas do Giro VEJA desta quarta-feira Consulte Mais informação >>

Lula voltou pra cadeia? KKKKKKKKK PRENDER PRA QUÊ... O STF SOLTA !!! Tomara que não afete o garimpo ilegal na Amazônia Vai fica pouco tempo Gilmar Mendes vai manda arquiva com serterza

PCC (Primeiro Comando da Capital) , uma das maiores organizações criminosas do país. De acordo com as autoridades, a ação aconteceu durante a tarde da última segunda-feira (25) no município de Itapecerica da Serra, no interior de São Paulo . Os criminosos viajavam da capital de São Paulo para Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, quando foram parados pelos policiais. “Durante a abordagem, os policiais constataram que os documentos de identificação apresentados pelos dois ocupantes eram falsos, tratando-se na verdade de Claudinei Predebon e Fredi Figueiredo Bolcas, ambos com mandado de prisão em aberto”, informou a PRF. Em comunicado, a PRF afirmou que Claudinei trabalha como secretário de seu pai, Aldo José Marques Brandão, considerado o responsável pelo comando do PCC e por determinar a função de cada um dentro da facção. Além disso, Claudinei era responsável pela “área internacional” do PCC, coordenando o tráfico de drogas para o Paraguai – uma das principais fontes de financiamento da organização. “Em decorrência do mandado de prisão e da prática do crime de uso de documento falso, os indivíduos foram encaminhados à