Lira remarca votação do relatório da administrativa para tentar acordo

Reforma administrativa: Lira remarca votação do relatório para tentar acordo

16/09/2021 18:47:00

Reforma administrativa: Lira remarca votação do relatório para tentar acordo

Inicialmente prevista para esta quinta-feira na Comissão Especial, deve ficar para terça-feira; 'Não podemos errar no placar', afirma o presidente da casa

PorLarissa QuintinoAtualizado em 16 set 2021, 12h32 - Publicado em 16 set 2021, 12h27ESTRATÉGIA - PEC precisa do apoio de 308 deputados; Lira faz as contas para"não errar o placar" e evitar derrota da reforma administrativa Edua Andrade/Ascom/ME/.

Facebook tira do ar live de Bolsonaro com mentira sobre vacina da Covid e Aids Bolsonaro dá munição à oposição ao espalhar fake news e associar vacina e Aids, dizem aliados Ana Maria Braga sofre queda em casa e é internada em hospital de SP para observação

PublicidadePublicidadeCom praticamente dois dias de discursos majoritariamente contrários a reforma administrativa na Comissão Especial que analisa o tema, a mesa da Câmara dos Deputados recalcula rota para evitar uma derrota. A agenda, que previa votação do texto no colegiado para esta quinta-feira, 16, para que o texto já iniciasse a semana em plenário, foi modificada. Segundo o presidente da casa, Arthur Lira (PP-AL), o relatório agora deve ser votado na próxima terça-feira na comissão.

“Nós optamos e faremos a votação na terça e ela irá a plenário na quarta, depois de discussão com todos os partidos, porque não podemos errar no placar”, disse Lira durante uma live da corretora Necton. Por se tratar de PEC, o texto precisa do apoio de três quintos dos parlamentares, cerca de 308. headtopics.com

“Um tema como esse num momento de tanta instabilidade política e muitas arrumações que precisam ser feitas não é fácil de tramitar. São categorias que se organizam há muitos anos, com sindicatos fortes e que pressionam parlamentares em seus Estados”, afirmou o deputado. Tanto que, nesta quinta-feira, há previsão que o relator da matéria, Arthur Maia (DEM-BA), leia uma nova versão do parecer na comissão.

No novo texto, Maiaeliminou a possibilidade de corte de jornadas e salários de servidores de até 25%, como previsto na versão anterior. Segundo o parecer a ser lido, aredução poderia ocorrer desde que fossem asseguradas a proporcionalidade do salário em relação ao que era pago antes ao servidor. A principal crítica da oposição, que é o dispositivo contratações temporárias por até 10 anos em processo simplificado — sem concurso — foi mantida. “Não procedem, sob nenhum ponto de vista, críticas a que se retire do dispositivo relacionado a contratações temporárias a exigência de que sejam abordadas exclusivamente situações de “excepcional” interesse público. A administração não pode se mover por outro interesse além do coletivo e o adjetivo em nada contribui para a segurança jurídica”, afirma no paracer.

MudançasO pacecer a ser lido é o segundo substitutivo apresentado por Maia. O primeiro, lido na primeira semana de setembro, estabeleceu a manutenção do direito à estabilidade a todos os servidores públicos – inclusive os futuros entrantes após o vigor das novas regras – e a exclusão do chamado “vínculo de experiência” aos novos ingressantes do serviço público.

Em todos os casos, o desligamento de um funcionário público somente poderá ocorrer em situação de desempenho insuficiente ou se o cargo se tornar desnecessário ou obsoleto. Consulte Mais informação: VEJA »

Com rins de 35 kg, britânico faz arriscada cirurgia de remoção - BBC News Brasil

O britânico Warren Higgs, de 54 anos, foi diagnosticado com a doença renal policística há mais de 20 anos.

Esse absurdo chamado de reforma administrativa na verdade é a destruição do serviço público e aumento da corrupção. Só irá atingir serviços essenciais à população como saúde e educação. Vamos lutar contra esse retrocesso! votoupec32nãovolta Lira e Guedes são os incentivadores desta Deforma Administrativa.PEC32vaiFlopar .

XeuleBot Lira não conseguiu os 308 pra tocar a boiada, tá só adiando o relatório. Difícil isso passar, ainda mais em ano pré eleitoral. Nem tudo está perdido !

Evento no Planalto tem Pacheco, Lira e até ministro do STF | RadarDepois de Bolsonaro assinar a carta de Michel Temer, integrantes dos outros Poderes encontram o presidente no Palácio radaronline XeuleBot radaronline Uma vergonha colocar a mão no peito e cantar o hino nacional uma vergonha vergonha a única palavra que se resume esse governo VERGONHAA radaronline Política. Remédio sobre controle.

Lira diz que solução dos precatórios virá do legislativo | Radar EconômicoLira diz que solução dos precatórios virá do legislativo (via EconomicoRadar) EconomicoRadar DITADURA QUE FALA. 🤡 EconomicoRadar Legislativo casuístico EconomicoRadar ForaBolsonaroGenocida foramarceloqueiroga

Guedes ataca a reeleição: 'Maior erro. Fica uma fixação o tempo inteiro'O ministro da Economia também voltou a reclamar dos precatórios previstos para 2022 Só diz isto porque sabe que o chefão vai perder e consequentemente ele sairá do cargo! Espero que nunca mais voltem! Concordo No Nordeste a Derrota Desse Governo Será Histórico 💚🙏💚🤣🤣

Renan pede ajuda a Kakay para relatório final da CPI - ISTOÉ IndependenteAdvogado criminalista deu sugestão de senador pedir mais independência às comissões investigativas Relator da CPI da Pandemia, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) telefonou para o advogado criminalista Antônio Carlos de Almeida, o Kakay, pedindo orientações para o relatório final. “Reafirmei a importância de propor mudanças legislativas, para retirar das mãos do Presidente da Câmara e […] Só no brasil !!! Esse país é uma vergonha desgraçada em ter caras com Renan Calheiros senador.

Câmara volta a incluir no Código Eleitoral quarentena para juízes, procuradores, militares e policiaisVotação teve apoio de Lira, Centrão e parte da oposição; deputados críticos à ideia apontam 'manobra regimental'. Afastamento obrigatório será de quatro anos e valerá a partir de 2026. ArthurLira_ bolsonarista vagabundo ,nunca esqueceremos q vc não trabalha pelo povo vc trabalha pro jairbolsonaro Governo fica dando asa pra cobra, tá aí o resultado! O sistema é f...