Brasil é o quinto país mais caro do mundo para se manter um carro

Brasil é o quinto país mais caro do mundo para se manter um carro

26/01/2022 00:38:00

Brasil é o quinto país mais caro do mundo para se manter um carro

Pandemia, escassez de componentes e alta do dólar são os principais fatores que explicam a alta dos preços de automóveis em âmbito nacional

Sabrina Brito25 jan 2022, 18h22Atualmente, os carros mais baratos do país são, em ordem: Fiat Mobi, Renault Kwid, Ford Ka, Chevrolet Joy e Volkswagen Fox. Reprodução/DivulgaçãoPublicidadePublicidadeOs últimos anos viram um grande aumento no preço dos carros no Brasil; apenas em 2021, os valores de carros populares cresceram de 26,8% a 48%. De acordo com um estudo divulgado pela plataforma

CupomValido.com.br, isso faz do país o quinto mais caro do mundo para se manter um automóvel.Em janeiro de 2020, era possível encontrar um carro popular zero quilômetro por aproximadamente 35 mil reais. Um ano mais tarde, o preço girava em torno de 38 mil. Hoje, são poucas as opções mais baratas que 50 mil reais. Atualmente, o carro mais barato do Brasil é o Fiat Mobi, que sai por aproximadamente esse valor.

Consulte Mais informação: VEJA »

Prefeitura de Goiânia brinca com baixas temperaturas na cidade e desobriga banho matinal

Aproveitando a onda de frio que atingiu Goiás, a prefeitura Goiânia brincou nas redes sociais, com a falta de costume da população com as baixas temperaturas. No perfil da capital goiana em uma rede social, foi publicado um “decreto” intitulando a cidade de 'Polo Norte do Cerrado' e desobrigando o banho matinal. Consulte Mais informação >>

Ainda mais com o Dória aumentando IPVA em 45%. Não é a toa que muita gente compara a manutenção de um Automóvel semelhantemente como que se mantém uma Família 👪 Estão esperando a saída do Bolsonaro para sugar o governo. Jornalismo de merda! Acabaram.

Como ficam as regras sobre explorações de cavernas no Brasil após decisão do STF | CNN BrasilDecreto do governo permitiu empreendimentos em cavidades naturais subterrâneas, no entanto, medida foi suspensa pelo ministro Ricardo Lewandowski, do STF O STF interfere no executivo todos os dias com o endosso de parte expressiva da imprensa O judiciário está bloqueando o apetite criminoso dos empresários... Para os idiotas ainda faltam evidências de que o clã é bandido.

Brasil cai e ocupa 96º lugar em ranking mundial de percepção de corrupção | Brasil | O DiaRelatório divulgado nesta terça-feira, 25, pela Transparência Internacional aponta que país caiu duas posições. É o terceiro pior resultado nos últimos dez anos. ODia Depois de uma pandemia. De um país comunista ha 30 um povo, dominado p/ ignorância; q ainda acham q vivemos numa DEMOCRACIA? Ah e uma imprensa, de forma geral DEPLORÁVEL...

FMI: Brasil terá crescimento quase zero em 2022 - BBC News BrasilPrevisão de crescimento do Produto Interno Bruto brasileiro em 2022 caiu de 1,5% (em outubro passado) para 0,3%. A falta de apoio à vacinação em massa traz sua consequência.

Em 24 horas, Brasil registrou mais 135.080 casos de covid-19 | Brasil | O DiaTotal de óbitos chegou a 296 no mesmo período. ODia Viva a vaxina!

Diretor da OMS diz que é 'perigoso' pensar que pandemia está perto do fim | CNN BrasilO diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta segunda-feira (24) que seria perigoso assumir que a altamente transmissível variante Ômicron do coronavírus é a última cepa que surgirá Que punheta! Alguém mais disse algo parecido com isso aqui... Palpite meu de leigo: a pandemia vai acabar quando estiverem disponíveis as vacinas de segunda geração, que combatem várias cepas, e a plena disponibilidade dos antivirais. Isso vai acontecer lá pelo fim do ano, começo de 2023. Porque variantes vão continuar aparecendo.

Situação da pandemia deve piorar antes de melhorar, avalia professor da USP | CNN BrasilEm entrevista à CNN Rádio, o professor da USP Ribeirão Preto, Domingos Alves, fez um alerta de que a pandemia ainda vai piorar antes de melhorar Professor da Dilma. E alguns países como Inglaterra, Irlanda e Espanha já começam a derrubar exigências e tratar como endemia. E aqui ainda pensam em manter esse absurdo de passaporte vacinal, que não serve pra nada a não ser salvo conduto para os vacinados transmitirem COVID a vontade. Hummm A 'vida' segue.

Por Sabrina Brito 25 jan 2022, 18h22 Atualmente, os carros mais baratos do país são, em ordem: Fiat Mobi, Renault Kwid, Ford Ka, Chevrolet Joy e Volkswagen Fox. Reprodução/Divulgação Publicidade Publicidade Os últimos anos viram um grande aumento no preço dos carros no Brasil; apenas em 2021, os valores de carros populares cresceram de 26,8% a 48%. De acordo com um estudo divulgado pela plataforma CupomValido.com.br , isso faz do país o quinto mais caro do mundo para se manter um automóvel. Em janeiro de 2020, era possível encontrar um carro popular zero quilômetro por aproximadamente 35 mil reais. Um ano mais tarde, o preço girava em torno de 38 mil. Hoje, são poucas as opções mais baratas que 50 mil reais. Atualmente, o carro mais barato do Brasil é o Fiat Mobi, que sai por aproximadamente esse valor. No ranking de nações onde manter um automóvel é mais custoso, a Turquia ocupa o primeiro lugar. Em seguida, na ordem, vêm Argentina, Colômbia, Uruguai e Brasil. Já os países onde ter um carro é mais barato são Austrália, Estados Unidos, Dinamarca, Canadá e Suécia. A alta dos preços dos automóveis está relacionada a diversos fatores. O primeiro é a pandemia, que paralisou a montagem de veículos por alguns meses. Mais recentemente, a indústria sofreu com a escassez de componentes eletrônicos. A desvalorização do real frente ao dólar também contribuiu bastante para o crescimento dos preços dos automóveis. Continua após a publicidade