Anatel: faixa do 5G no Brasil é diferente da dos EUA e mais afastada da usada por aviões | O Antagonista

Agência cogita fazer teste em parceria com a Embraer

Anatel, 5G

20/01/2022 14:47:00

Anatel : faixa do 5G no Brasil é diferente da dos EUA e mais afastada da usada por aviões

Agência cogita fazer teste em parceria com a Embraer

Foto: Acácio Pinheiro/Agência BrasíliA Anatel informou que a principal faixa de frequência reservada para o 5G no Brasil é mais afastada daquela usada pelos altímetros dos aviões do que nos Estados Unidos.A agência respondeu a questionamento de

O Antagonistaadiar a ativação do 5G em locais próximos a aeroportos nos Estados Unidos.“Vale ressaltar que a principal faixa para a implantação das redes do 5G, tema dessa discussão, é a de 3,5 GHz, que no Brasil corresponde à faixa de 3.300 a 3.700 MHz, estando, portanto, localizada em frequência inferior à utilizada nos Estados Unidos, que vai de 3.700 a 3.980 MHz”,

Consulte Mais informação: O Antagonista »

Madrugadas seguem geladas até o começo da semana que vem; veja a previsão do tempo

Além de geadas, muita chuva, nos próximos dias, no Recife e em Maceió. Meteorologistas não descartam enchentes e deslizamentos. Consulte Mais informação >>

Tai uma informação útil

Anatel atualiza lista de celulares 5G homologados no Brasil; vejaOs consumidores podem entrar em um site oficial para pesquisar por aparelhos com 5G aprovados pelo órgão

Companhias aéreas dos EUA advertem sobre impacto do 5G em voos - BBC News BrasilEmpresas de aviação dizem que a nova tecnologia para internet móvel pode afetar funcionamento das aeronaves, mas setor de telefonia nega haver risco. o mesmo do 4g, 3g, 2g, etc. é por isso q existe o modo avião, mt desserviço essa manchete de click bait pra conspiracionista Se rkas trnrm isso pode ocorrer? E A CIÊNCIA?

Aéreas cancelam voos aos EUA por incertezas sobre 5G em aeroportosOs cancelamentos ocorrem mesmo depois que as operadoras disseram que adiarão o novo serviço de 5G perto de alguns aeroportos dos EUA

Companhias aéreas nos EUA alertam para os efeitos da tecnologia do 5G perto de aeroportosA implantação do novo serviço de banda larga foi adiada em áreas próximas a aeroportos americanos, onde as empresas aéreas temem que ele possa interferir em equipamentos de aviões como o altímetro, responsável por medir a altitude da aeronave; entenda: JN 'alertaram para os efeitos' - negacionistas ! 🤣🤣Os gringos fazendo de tudo para boicotar.

Entenda por que antenas 5G não afetarão voos no BrasilEspecialistas ainda reforçam que nenhum avião sofreu interferência do 5G nos países em que a tecnologia já está operando: GloboNews Edicao16 CARNAVAL 2022: -------------------- Será que teremos um minuto de silêncio antes dos desfiles na Sapucaí e no Anhembi? Será o suprassumo da hipocrisia, a incoerência elevada à milésima potência! Estarão sambando sobre +621 mil mortes...!!!!

Especialista explica por que antenas 5G não afetarão voos no BrasilO professor, pesquisador e presidente da Comissão de Tecnologia da OAB de São Paulo, Ronaldo Lemos, conversou com o Edição16 para a explicar a relação entre a tecnologia 5G e os equipamentos de bordo dos aviões: GloboNews pq nem 3g funciona direito lemos_ronaldo Ronaldo Lemos sempre maravilhoso. Sempre muito didático, claro e objetivo! Sempre paro para ouvir qualquer coisa que ele fala.

× Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasíli A Anatel informou que a principal faixa de frequência reservada para o 5G no Brasil é mais afastada daquela usada pelos altímetros dos aviões do que nos Estados Unidos. A agência respondeu a questionamento de O Antagonista adiar a ativação do 5G em locais próximos a aeroportos nos Estados Unidos . “Vale ressaltar que a principal faixa para a implantação das redes do 5G, tema dessa discussão, é a de 3,5 GHz, que no Brasil corresponde à faixa de 3.300 a 3.700 MHz, estando, portanto, localizada em frequência inferior à utilizada nos Estados Unidos, que vai de 3.700 a 3.980 MHz”, disse a Anatel, em nota. “Já os equipamentos utilizados nos aviões (radioaltímetros) operam na faixa de 4.200 a 4.400 MHz. Assim, o 5G no Brasil está afastado em pelo menos 500 MHz da frequência de operação desses equipamentos, enquanto nos Estados Unidos esse afastamento é de pouco mais de 200 MHz” , acrescentou a Anatel. “Esse maior distanciamento em frequência, chamado de “banda de guarda”, acarreta melhores condições para a convivência e menores riscos de interferências no território brasileiro.” A agência também informou ter recebido ofício da Embraer “manifestando sua intenção de realizar ensaios em voo e em solo para verificar a susceptibilidade de suas aeronaves frente ao 5G e solicitou apoio da Anatel para a definição desses ensaios – o que será avaliado pela SOR [Superintendência de Outorga e Recursos à Prestação]”. Leia mais