Trump “moveu algumas peças” na política externa mas não obrigou “o México a pagar o muro”. E as outras promessas de 2016?

Trump “moveu algumas peças” na política externa mas não obrigou “o México a pagar o muro”. E as outras promessas de 2016?

20/10/2020 01:10:00

Trump “moveu algumas peças” na política externa mas não obrigou “o México a pagar o muro”. E as outras promessas de 2016?

O Presidente dos EUA não conseguiu acabar com uma das ‘joias da coroa’ do seu antecessor, o Obamacare. No entanto, rasgou o NAFTA, saiu do acordo nuclear com o Irão e provocou alterações de fundo no Médio Oriente, sempre em benefício de Israel. E se há quem defenda que Trump “merece algum crédito, nem que seja pela tentativa falhada”, também há quem lembre que “falhou em quase todas as suas promessas, mesmo antes da pandemia”

MANDEL NGAN/AFP/Getty ImagesA duas semanas das eleições em que Donald Trump tenta assegurar um segundo mandato como Presidente dos EUA, importa olhar para as promessas que fez na campanha de 2016. Algumas delas são “difíceis de avaliar, como aquelas em que mudou de posição várias vezes”, refere John Aldrich, professor de Ciência Política da Universidade Duke, na Carolina do Norte. “Apenas algumas foram cumpridas inteiramente”, prossegue, exemplificando com a redução de impostos, as alterações que fez em muitas regulações (“talvez especialmente as relacionadas com o ambiente”) e as nomeações judiciais. “Estas são áreas em que se pode considerar que Trump foi bem-sucedido”, sintetiza ao Expresso.

'Ninguem atua de forma violenta em meu nome'. Ana Gomes demarca-se e condena a ataque a Ventura Holandeses compram uniformes de entregas e pedem cães emprestados para evitar o recolher obrigatório Covid-19. Enfermeiros denunciam casos de pessoas vacinadas que não têm contacto com doentes

Artigo Exclusivo para assinantesNo Expresso valorizamos o jornalismo livre e independente Consulte Mais informação: Expresso »

Trump ironiza e diz que abandona os EUA se Biden vencer as eleições presidenciais'Concorrer contra o pior candidato na História da política presidencial coloca-me sob pressão'. Aqui está um bom pretexto para os americanos votarem. Mais uma boa razão para a vitória de Biden! Espero é que não venha para Portugal!

Trump perde popularidade junto das Forças ArmadasE um veterano ex-apoiante do republicano está a fazer campanha por Joe Biden. Fonte: Times new roman Fake news SQN

Como Trump fortaleceu a ChinaDonald Trump chegou ao poder propondo-se “meter a China na ordem”, em nome do slogan America First. Ao fim de quatro anos, há uma geral percepção de que os EUA estão a perder influência, enquanto a China promoveu o seu estatuto internacional. Só ele?

Os mercados votam Trump?Grande mentira essa, mas pena que já foi verificada essa informação...

Líder dos 'Proud Boys' confiante na vitória de TrumpO grupo que só admite homens, foi fundado em 2016 pelo ideólogo de extrema-direita norte-americano, Gavin McInes e considerado 'organização extremista' pelas autoridades federais norte-americanas em 2018.

As maiores polémicas em que Melania Trump esteve envolvidaCom tantas situações polémicas que acontecem com Donald Trump, às vezes os faux pas de Melania passam-nos ao lado ou, pelo menos, parecem menores ao lado de certos momentos protagonizados pelo presidente norte-americano. deixou o varao em las vegas agarrou o pau washington DC