Fundos Comunitários, Transparência

Transparência precisa-se

Opinião: Transparência precisa-se

10/05/2021 02:31:00
Fundos Comunitários, Transparência, Conjuntura, Crise, Governo, Opinião

Opinião : Transparência precisa-se

Aquilo que nos é pedido neste momento, mais do que grandes planos, estratégias ou pactos, é ação. Ação e prevenção, sobretudo numa altura em que Portugal espera a maior injeção de fundos europeus de sempre.

Receber notificaçõesMuito se tem dito e escrito nos últimos tempos a propósito da transparência, nomeadamente a que diz respeito ao exercício de cargos públicos, e acerca da necessidade de fazer reformas profundas na justiça, de forma a que as ações de quem desempenha estes cargos sejam facilmente escrutináveis e estejam ao alcance de todos os cidadãos.

Bolsonaro está cada vez mais solitário no mundo Ex-apoiantes de Bolsonaro arrependidos unem-se contra presidente após marca dos 500 mil mortos por Covid-19 Fernando Santos sem dúvidas de que Portugal estará nos oitavos e admite mudanças

Enquanto os protagonistas políticos anunciam várias medidas para esta área – umas mais ambiciosas que outras –, os casos de falta de transparência sucedem-se e acabam por manchar a atividade de organizações públicas e privadas. Por seu turno, os indicadores das instituições europeias nesta matéria, bem como os rankings internacionais, continuam a deteriorar-se de forma assustadora.

O tempo urge e a paciência dos portugueses vai-se esgotando, pelo que todos temos que nos mobilizar para resolver esta chaga aberta na nossa sociedade. Aquilo que nos é pedido neste momento, mais do que grandes planos, estratégias ou pactos – normalmente cheios de boas intenções –, é ação. Ação e prevenção, sobretudo numa altura em que Portugal espera headtopics.com

a maior injeção de fundos europeus de sempre, desde que o país aderiu à União Europeia. Convém não esquecer que estão em cima da mesa cerca de 60 mil milhões de euros em fundos nos próximos sete anos (2021-2027), pelo que ninguém nos perdoaria se não aplicássemos estas verbas de forma a reforçar a nossa competitividade e produtividade, bem como no reforço da coesão territorial, económica e social.

O compromisso da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas com a transparência está na sua génese e é intrínseco à sua essência, sendo esse um desígnio que não vamos deixar cairPartilhar citaçãoPartilhar no Twitter

Nesse sentido, nenhum setor da sociedade se pode furtar às suas responsabilidades, sendo que há profissões que, pela natureza das funções que desempenham, como é o caso dos Revisores Oficiais de Contas (ROC), têm um contributo fundamental a dar para garantir a confiança e a transparência da informação financeira tanto do setor privado como do público. Não só pela competência legal que têm para rever a contabilidade e auditar contas e serviços de entidades e organizações públicas e privadas, como pela responsabilidade na certificação legal dessas mesmas contas. Com efeito, podem e devem desempenhar um papel essencial na fiscalização da aplicação destes fundos, em conjunto com as entidades públicas, no sentido de prevenir desvios e evitar a sua má aplicação.

O compromisso da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas com a transparência está na sua génese e é intrínseco à sua essência, sendo esse um desígnio que não vamos deixar cair, sobretudo numa altura como esta, em que todos somos poucos para ajudar a recuperar o país e o seu tecido económico headtopics.com

Especialistas alertam: tragédia de Pedrógão pode repetir-se em breve noutras zonas do país Basquetebolista do Sporting morre aos 19 anos Lisboa abre mais um centro de vacinação. Agendamento para pessoas entre os 20 e 29 anos começa em Julho

tão afetado por esta pandemia.É esse rigor e essa transparência que são exigidos na fiscalização dos avultados investimentos que serão realizados nos próximos anos na nossa economia, e é uma missão para a qual os Revisores Oficiais de Contas estão especialmente preparados. 

O autor escreve segundo o novo acordo ortográfico Consulte Mais informação: Público »

Tiago Tomás: 'Título é tudo aquilo que nós desejávamos'Tiago Tomás disse que festejar o título pelo Sporting é a maior felicidade da sua vida. 'Sempre acreditámos que era possível, sempre confiámos em nós'.

Peneda-Gerês precisa de dinheiro e gente para se manter vivoÚnico parque nacional comemora hoje 50 anos. Municípios querem fixar população através da agricultura e do turismo.

Não é por falta de verba que a Entidade da Transparência não é criada já, diz o GovernoSecretário de Estado do Tesouro garante estar disponível para arranjar “soluções intermédias ou transitórias” para a nova entidade arrancar rapidamente e alega que o TC tem aumentado a lista de exigências.

Se FC Porto não vencer Farense, o Sporting é campeão nacionalEquipa algarvia está na zona de despromoção e por isso precisa pontuar.

Tudo o que precisa saber sobre o uso de botox preventivoO botox preventivo pode ser seguro e eficaz, mas existem riscos e os especialistas dizem que as injecções não são a única forma de manter uma aparência jovem.