Rússia. 'Cada vez há mais silêncio. Não há lugar ao pensamento e oposição'.

Rússia. “Há silêncio. Não há lugar a oposição”.

18/01/2022 04:30:00

Rússia. “Há silêncio. Não há lugar a oposição”.

Navalny foi detido há um ano. Colaboradores apoiantes e familiares do opositor russo foram perseguidos sem justificação, refere o Diretor Executivo da Amnistia Internacional Portugal, Pedro Neto.

Consulte Mais informação: Observador »

Propongo esta pancarta para el próximo 8M que se celebre en España con la intención de enmendar un error que ha costado miles de vidas en este país: 'El Coronavirus mata más que el machismo'

Amnistia Internacional pede a Itália para não discriminar os não vacinadosPara a Amnistia Internacional, algumas restrições põem em causa direitos fundamentais dos cidadãos italianos. Os voos de passageiros para Macau oriundos de “regiões fora da China” estão proibidos durante duas semanas, devido a dois casos da variante

«Sei que não vamos terminar nos lugares de descida, isso é uma não questão» | MAISFUTEBOLApós a derrota frente ao FC Porto, o treinador do Belenenses, Franclim Carvalho, mostrou-se confiante de que a equipa vai conseguir sair dos lugares de despromoção.

João Oliveira:Não há liberdade de escolha se não há resposta no SNS - CNN PortugalCNN Portugal. O canal de informação, com uma cultura multiplataforma, que acompanha, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo. Desde quando? E vocês o que fizeram? Viraram as costas aos portugueses. Irresponsáveis

Bielorrússia anuncia manobras militares conjuntas com a RússiaO presidente bielorrusso esclareceu que as manobras foram decididas em dezembro de 2021 com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, sem dizer quantos soldados vão participar, nem anunciar uma data. Militaristas.Fazedores da morte.

Bielorrússia anuncia manobras militares conjuntas com a RússiaOs amigos comunistas, quem paga o povo

Ucrânia diz ter provas do envolvimento da Rússia em ciberataque a sites governamentaisMundo - Ucrânia diz ter provas do envolvimento da Rússia em ciberataque a sites governamentais