Previstas supressões na Transtejo entre Lisboa e Cacilhas na sexta, sábado e domingo

Em causa está a falta de recursos humanos operacionais.

22/10/2021 04:04:00

Em causa está a falta de recursos humanos operacionais.

Em causa está a falta de recursos humanos operacionais.

Num aviso divulgado na segunda-feira no 'site' da empresa TTSL foi comunicada a interrupção do serviço regular de transporte entre Cacilhas e Cais do Sodré durante o período noturno de quarta e quinta-feira,"por motivo de falta de recursos humanos operacionais".

Rui Costa: “Devemos estar todos envergonhados com o aconteceu” Rui Rio: ″Esta é a vitória dos militantes de base″ do PSD O dia em que o futebol português morreu de vergonha

No entanto, foi depois anunciada a supressão de carreiras no período da tarde durante o dia de hoje, desde 13:35 às 20:05, a que se junta a interrupção do serviço entre as 20:38 e as 00:05.A Transtejo avisou que a situação volta a acontecer na sexta-feira entre Cacilhas e Cais do Sodré, com a supressão durante a tarde e a interrupção à noite, exatamente nos mesmos horários desta quinta-feira.

A situação é também alargada à ligação entre Seixal (no distrito de Setúbal) e Cais do Sodré, em que se prevê a supressão de carreiras no período da tarde de sexta-feira, desde 16:45 às 19:30, em ambos os sentidos, segundo informação da TTSL. headtopics.com

As perturbações do serviço entre Cacilhas e Cais do Sodré repetem-se ainda no sábado e domingo, com a supressão de carreiras no período da tarde, entre as 14:40 e as 20:03, e a interrupção do serviço no período noturno, desde as 20:35 e as 00:05.

Situação"absolutamente inaceitável"Na manhã de quarta-feira, o ministro do Ambiente disse que a decisão da TTSL de suprimir carreiras entre Lisboa e Cacilhas, durante as noites de quarta e quinta-feira,"é absolutamente inaceitável" e comprometeu-se a trabalhar para que tal não acontecesse.

"É absolutamente inaceitável a decisão da empresa. Eu soube hoje [quarta-feira] de manhã. Aquilo que a empresa sugere é absolutamente inaceitável e, por isso, vou trabalhar hoje [quarta-feira] a tarde toda para que isso não venha a acontecer", afirmou o ministro João Matos Fernandes, em declarações aos jornalistas, à margem da iniciativa Portugal Mobi Summit, em Cascais, distrito de Lisboa.

Em resposta à Lusa, a TTSL indicou que a supressão ou atrasos em algumas carreiras das ligações fluviais de Cacilhas, Montijo, Seixal e Trafaria se tem verificado no último mês e meio, em particular, explicando que se trata de"uma situação que está devidamente identificada pela administração da empresa, designadamente nas limitações existentes em matéria de recursos humanos para assegurar a realização de todas as ligações programadas". headtopics.com

″E bem fundo″. Zemmour responde a mulher com o dedo do meio Taça Libertadores: Marcelo felicita treinador Abel Ferreira Sporting e Braga reagem: ″Assim, o futebol português nunca será levado a sério″

"Cientes desta urgência, em julho e agosto de 2021 a Transtejo lançou concursos para recrutamento de maquinistas (total de cinco) e marinheiros (total de seis), estes últimos já contratados, estando atualmente em falta o recrutamento dos cinco maquinistas que por escassez de oferta no mercado estão a atrasar o processo", referiu a empresa.

As limitações de recursos humanos têm sido colmatadas através de trabalho extraordinário,"contudo a situação agudizou-se com a greve às horas extraordinárias que se encontra atualmente em curso", apontou a TTSL, acrescentando que tem desenvolvido, diariamente, todos os esforços possíveis para minimizar o impacto das mesmas na mobilidade diária dos passageiros e"para restabelecer, tão rápido quanto possível, a normalidade e regularidade do serviço de transporte fluvial".

Na passada quinta-feira, os trabalhadores da Transtejo decidiram marcar cinco dias de greve parcial para continuar a reivindicar por aumentos salariais.Os trabalhadores da Transtejo, juntamente com os da Soflusa, fizeram várias greves parciais durante este ano, a última das quais em 21 de setembro, devido a falhas nas negociações salariais entre a administração da empresa e os sindicatos, tendo o Ministério do Ambiente reunido igualmente com os sindicatos na tentativa de desbloquear a situação.

A Transtejo assegura as ligações fluviais entre o Seixal, Montijo, Cacilhas e Trafaria/Porto Brandão, no distrito de Setúbal, e Lisboa, enquanto a Soflusa é responsável por ligar o Barreiro à capital. Consulte Mais informação: SIC Notícias »

O Futuro do PSD

Escolhemos seis questões que determinam o futuro do PSD e sobre elas questionámos os dois candidatos a presidente do partido, que será eleito a 27 de Novembro

Jovem assassinado à facada no metro das Laranjeiras em LisboaVítima, de cerca de 20 anos, foi agredida por dois homens em circunstâncias que as autoridades estão a investigar. Estão mal informados. Somos o terceiro país mais pacífico do mundo. A estação deve ter câmeras, caso tenha e funcionem metam as imagens dos homicidas cá fora, e quando forem a tribunal os juizes que não se esqueçam de dar uma pena baixa a está escumalha E preocupante quando este tipo de noticia ja nao choca!

Jovem esfaqueado até à morte na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa

Dez militares da GNR doam sangue no Hospital de São José, em LisboaMilitares dizem que é comum e natural doar sangue e que “é contribuir para a sociedade”.

Buzinão na Ponte 25 de Abril em Lisboa contra os preços dos combustíveisVídeos - Buzinão na Ponte 25 de Abril em Lisboa contra os preços dos combustíveis Parem os carros. Buzinao não serve para nada. Mas se ninguém se mexer vão ver que as tvs estão lá todas para culpar o Passos

Detidos dois suspeitos da morte de jovem numa estação de metro em Lisboa

Detidos três suspeitos da morte de jovem no metro das Laranjeiras em LisboaTrês pessoas foram detidas por suspeita da morte de um jovem de 19 anos na quarta-feira na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa, informou hoje a Polícia Judiciária (PJ).