Paridade, Género, Homens, Mulheres, Ranking, Portugal

Paridade, Género

Portugal sobe 13 lugares na paridade entre homens e mulheres

31/03/2021 12:20:00

Portugal sobe 13 lugares na paridade entre homens e mulheres - RTP Notícias

Pedro Nunes - ReutersPortugal subiu 13 lugares no"ranking" da igualdade entre homens e mulheres estabelecido anualmente pelo Fórum Económico Mundial (FEM), sendo 22.º em 156 países, num ano de regressão global nos progressos conquistados, devido à crise sanitária.

Ryanair: Apoio à TAP são “impostos deitados na sanita” Augusto Santos Silva não entende críticas de Merkel e rejeita que Portugal tenha “escancarado” portas aos britânicos Portugal acelera ritmo de vacinação anticovid-19. “Task force” espera administrar 140 mil doses diárias

VER MAISA Islândia lidera o "ranking" dos países mais paritários pelo 12.º ano consecutivo, seguida pela Finlândia, Noruega, Nova Zelândia e Suécia, indica o relatório anual do Fórum Económico Mundial, agora divulgado.

Portugal subiu 13 lugares, classificando-se agora em 22.º posição nos 156 países analisados, depois de ter ocupado o 35.º lugar na classificação anterior.O relatório destaca Portugal como um dos países com progressos significativos, mostrando " headtopics.com

progresso sustentado na percentagem de mulheres no Parlamento", que é de 40% - um aumento em relação à edição anterior, quando essa percentagem era de 35,6% -,e em cargos governativos(42,1%, quando na edição anterior se ficava pelos 29,4%).

O país é agora 26.º em matéria de emancipação das mulheres na política.Portugal também "melhorou a presença de mulheres em cargos de direção", com 37,1% (mais 7,6% em relação ao estudo anterior).

O país é 38.º na participação económica e oportunidade (era 46.º no relatório anterior), obtendo os piores resultados no acesso à educação, onde é 76.º (baixando três posições) e saúde (73.º - era 50.º no último estudo).

A nível global, o estudo, que vai na 15.ª edição, destaca a regressão nos direitos das mulheres provocada pela crise sanitária, apontando que serão necessários 135,6 anos antes de chegar à paridade no plano económico, político e na saúde, mais 36 que antes da pandemia. headtopics.com

Identificados 24 casos da variante Delta Plus em Portugal. Marta Temido pede prudência Vacinação acima dos 18 anos a 4 julho e outras notícias em 60 segundos Governo britânico não quer ouvir falar de referendo na Escócia antes de 2024

Efeitos da pandemia"A pandemia teve um impacto fundamental sobre a igualdade entre homens e mulheres, tanto no local de trabalho como em casa, fazendo recuar anos de progressos", disse em comunicado Saadia Zahidi, membro do Comité Executivo do Fórum Económico Mundial.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), a perda de emprego das mulheres atingiu os 5% em 2020, contra 3,9% no caso dos homens, recorda-se no estudo.A pandemia também agravou "de forma desproporcionada" o número de horas que as mulheres dedicam ao trabalho doméstico, em acumulação com o emprego.

A procura de novo emprego é igualmente mais lenta para as mulheres, com as hipóteses de obterem lugares de direção a reduzir-se ainda mais que antes da pandemia, segundo o estudo, que indica neste caso uma regressão de dois anos em relação aos progressos feitos até aqui.

A publicação da 15.º edição sofreu um atraso, devido à crise sanitária, com os autores do estudo a indicarem que os dados recolhidos em 2021 não refletem inteiramente o impacto da pandemia nas mulheres. Consulte Mais informação: RTPNotícias »

Portugal sobe 13 lugares no ranking da igualdade de género do Fórum Económico Mundial Portugal subiu 13 lugares no ranking da igualdade entre homens e mulheres estabelecido anualmente pelo Fórum Económico Mundial (FEM), sendo 22.º em 156 países, num ano de regressão global nos progressos conquistados, devido à crise sanitária.

Portugal sobe 13 lugares na paridade homens-mulheres, em ano de regress\u00e3o mundial

Bazuca. Portugal desperdiça 13 mil milhões

Portugal escala 13 lugares nos melhores sítios onde se estar na era covid-19De entre os 53 países que constam do ranking da Bloomberg de resiliência à covid-19, Portugal ocupa agora a 23.ª posição depois de subir 13 lugares face a março.

Portugal escala 13 lugares nos melhores sítios onde se estar na era da Covid-19Dos 53 países que constam do ranking da Bloomberg de resiliência à Covid-19, Portugal ocupa agora a 23.ª posição.