NB: PCP votará contra relatório que isente governos do PSD/CDS e PS

NB: PCP votará contra relatório que isente governos do PSD/CDS e PS

23/07/2021 18:44:00

NB: PCP votará contra relatório que isente governos do PSD/CDS e PS

'Consideramos que a maior falha está na ausência de uma responsabilização política dos governos do PSD/CDS e do PS nas decisões que foram tomadas relativamente ao Novo Banco', criticou.

23 Julho 2021, 15:37“Consideramos que a maior falha está na ausência de uma responsabilização política dos governos do PSD/CDS e do PS nas decisões que foram tomadas relativamente ao Novo Banco”, criticou.O PCP defendeu hoje que “maior falha” do relatório preliminar da comissão de inquérito ao Novo Banco é a ausência de responsabilização política dos governos do PSD/CDS e PS, avisando que votará contra caso esta linha se mantenha.

Portugal deve atingir 85% da população completamente vacinada a meio da próxima semana Há ainda muitas perguntas sem resposta no caso do homicídio de Gabby Petito Piloto de 15 anos morre após queda grave durante corrida

Em declarações aos jornalistas na Assembleia da República, o deputado comunista Duarte Alves apresentou as linhas gerais das 16 propostas de alteração do PCP à versão preliminar do relatório final da Comissão Eventual de Inquérito Parlamentar às perdas registadas pelo Novo Banco e imputadas ao Fundo de Resolução, elaborado pelo deputado do PS Fernando Anastácio.

“Consideramos que a maior falha está na ausência de uma responsabilização política dos governos do PSD/CDS e do PS nas decisões que foram tomadas relativamente ao Novo Banco”, criticou.O PCP, segundo Duarte Alves, votará contra “um relatório que isente os governos tanto do PSD/CDS na resolução fraudulenta, como do PS na privatização ruinosa, que em conjunto levaram que os portugueses tenham já enterrado perto de 8 mil milhões de euros no Novo Banco”. headtopics.com

“A ideia que passa deste relatório é que os governos, tanto do PSD como do PS, foram como que obrigados a tomar as decisões então assumidas, que seriam as menos más em face das circunstâncias que lhes seriam externas”, condenou.

Consulte Mais informação: Jornal Económico »

Fernando Anastácio: Fatura do NB mal explicada por governos do PS e do PSDO relatório do inquérito ao NB não aponta responsabilidades políticas. Mas deixa críticas aos governos, nomeadamente por não terem deixado explícito qual seria o impacto da resolução e venda nas contas públicas. Mas qualquer pessoa de bem, sabe que o único responsável politico de todo o mal que aconteceu em 47 anos de democracia em Portugal é o ex-primeiro ministro José Sousa, os restantes políticos, autarcas, gestores, assessores, e lamb cus, são inocentes mártires.

Novo Banco. PCP vai votar contra relatório que isente Governos do PSD/CDS e do PS'Consideramos que a maior falha está na ausência de uma responsabilização política'.

Um PS agitado pela Justiça e direitos humanosComo dizia Ana Catarina Mendes, “a discussão foi mínima” e “as coisas nem sempre são bem feitas”.

Basílo Horta recandidata-se pelo PS à Câmara de SintraO antigo dirigente do CDS-PP, de 77 anos, foi eleito a primeira vez como presidente da Câmara Municipal de Sintra, no distrito de Lisboa, em 2013, tendo concorrido nas listas do PS, do qual não é militante. Parabéns, notrealBasilio Legados

Estado da Região: PS pede diversificação da economia e acusa Governo Regional de 'continuar agarrado ao passado'O turismo foi uma das áreas abordadas pelo PS, durante o Estado da Região. Os socialistas defenderam que a região tem perdido oportunidades 'de requalificar o produto, de formar novos profissionais, e de criar um fundo para novas rotas aéreas'.

Autárquicas. Há 4 anos o PS arrasou, mas e agora? Na corrida há mais candidatos independentes e 'dinossauros' a mudar de lugarCom as eleições autárquicas a aproximarem-se (26 de setembro), olhamos o mapa para perceber como se pinta Portugal. Há quatro anos foi de rosa. E agora? Quantos 'dinossauros autárquicos' vão ter de deixar as câmaras municipais? E como é que os independentes podem baralhar as contas? Quantos concelhos nunca mudaram de partido? E quantas mulheres foram eleitas desde 1976? Incompreensivelmente poucas. Jornalismo de dados em 2 minutos e 59 segundos, para explicar o mundo