Navios de bandeira portuguesa escapam à pirataria marítima em 2021

18/01/2022 15:33:00
Navios de bandeira portuguesa escapam à pirataria marítima em 2021

Os incidentes de pirataria marítima diminuíram no ano passado para 132, não tendo ocorrido nenhum com navios de bandeira lusa

Transportes, Mar

Os incidentes de pirataria marítima diminuíram no ano passado para 132, não tendo ocorrido nenhum com navios de bandeira lusa

Os incidentes de pirataria marítima diminuíram no ano passado para 132, não tendo ocorrido nenhum com navios de bandeira lusa. Até agora, a DGRM aprovou 199 planos antipirataria para navios registados em Portugal.

E usufrua de todas as vantagens de ser assinanteEm 2021 foi registado o número mais baixo de incidentes de pirataria e assaltos à mão armada desde a década de 90, num total de 132, de acordo com os relatórios anuais de controlo deste tipo de crime, a que a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) teve acesso. Nenhum dos incidentes registados envolveu navios de bandeira portuguesa.

Em comunicado, a DGRM afirma que este"continua a ser um grande flagelo ao transporte marítimo, mas o panorama global tem vindo a melhorar", referindo dados da Câmara de Comércio Internacional que revelam que em 2021 foram registados 132 incidentes contra 195 no ano anterior, sendo que 88% das ocorrências resultaram na entrada dos piratas a bordo, com ameaças de armas de fogo ou armas brancas.

Consulte Mais informação: Jornal de Negócios »

Veja como os investigadores concluíram que os cães conseguem distinguir línguas diferentes - CNN PortugalCNN Portugal. O canal de informação, com uma cultura multiplataforma, que acompanha, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo.

Vinte milhões viram os debates – afinal os portugueses querem saber de políticaAs estatísticas foram todas elevadas: recorde no número de forças políticas e, também por isso, de total de espectadores. Mas o debate mais visto continua a ser o de Passos-Costa de 2015. A televisão continua a ser o veículo principal para os partid

Poderão os robôs substituir os advogados?O Direito é um campo ideal para a inteligência artificial. Para que isso aconteça, é preciso “codificar o pensamento jurídico”. O que pode acontecer num futuro não muito distante.

Adeptos do Flamengo ficaram loucos com os exercícios do novo treinador de guarda-redesVídeos - Adeptos do Flamengo ficaram loucos com os exercícios do novo treinador de guarda-redes

Kate Moss: os melhores momentos de Beleza em dia de aniversárioA top model britânica completa hoje 48 anos e esta é a nossa forma de comemorar.

Debates na SIC e SIC Notícias foram os mais vistos - SIC Notícias

Debates na SIC e SIC Notícias foram os mais vistos - SIC NotíciasPode ver ou rever aqui a todos os frente a frente que passaram na SIC e SIC Notícias. A sic cansa!

Assine para partilhar E usufrua de todas as vantagens de ser assinante Em 2021 foi registado o número mais baixo de incidentes de pirataria e assaltos à mão armada desde a década de 90, num total de 132, de acordo com os relatórios anuais de controlo deste tipo de crime, a que a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) teve acesso.CNN Hoje às 08:08 Investigação recente demonstra que o cérebro dos cães consegue detetar o discurso e mostra diferentes padrões de atividade consoante o idioma é conhecido ou não.Um em cada três portugueses viu o debate entre Costa e Rio EPA/PEDRO PINA RTP HANDOUT 3,334 milhões do frente-a-frente especial entre António Costa e Rui Rio vai um mar de diferenças, desde os números à ideologia, mas ambos contribuíram para que os debates televisivos destas legislativas fossem acompanhados por um total de mais de 20,2 milhões de espectadores.Comentar Receber alertas A ideia de que robôs e máquinas poderão um dia substituir os seres humanos fascina e assusta muitas pessoas.

 Nenhum dos incidentes registados envolveu navios de bandeira portuguesa. Em comunicado, a DGRM afirma que este"continua a ser um grande flagelo ao transporte marítimo, mas o panorama global tem vindo a melhorar", referindo dados da Câmara de Comércio Internacional que revelam que em 2021 foram registados 132 incidentes contra 195 no ano anterior, sendo que 88% das ocorrências resultaram na entrada dos piratas a bordo, com ameaças de armas de fogo ou armas brancas. Os motivos desta redução, refere na mesma nota, foram"as fortes medidas colocadas em prática pelos países dos grandes armadores mundiais e pelas medidas adotadas pelas próprias companhias de gestão dos navios". Leia Também Navios nacionais vão poder ter segurança armada a bordo Neste âmbito, a DGRM destaca"a ação ‘musculada’ da Dinamarca, em proteção do seu grande armador Maersk, que tem desenvolvido ações concretas com navios e militares dinamarqueses", e recorda que o episódio mais grave ocorreu em novembro passado com troca de tiros, do qual resultaram quatro piratas mortos no Golfo da Guiné.   De acordo com a DGRM, o Golfo da Guiné continua a ser a pior zona do globo, embora tenha decrescido bastante o número de incidentes. Muitos programas informáticos são alimentados por motores de inteligência artificial.

Em 2020 tinham sido registadas 81 ocorrências e em 2021 apenas foram registadas 34, uma diminuição de 55%. "A presença de forças navais internacionais e a cooperação com os estados costeiros tem motivado este decréscimo", explica aquela direção geral, frisando que, ainda assim, em 2021 os piratas no Golfo da Guiné raptaram 57 pessoas de navios de marinha mercante. No ano passado, destaca ainda, não ocorreram incidentes de pirataria com navios de bandeira portuguesa, embora existam vários navios de bandeira lusa a atravessar zonas de risco. "Para este efeito, muito tem contribuído o novo Diploma de Segurança Privada a Bordo, tendo neste ano a DGRM aprovado 199 planos antipirataria para navios registados em Portugal", refere a entidade. . As mudanças provocadas pelas tecnologias de inteligência artificial, tornam necessário discutir o papel da inteligência artificial no futuro da advocacia e do Direito.