Luís Filipe Vieira, Nacional, Luz, Covid-19, Gil Vicente, Barcelos

Luís Filipe Vieira, Nacional

Nacional reage à acusação de Vieira e lembra jogo com o Benfica em 2015/16

Nacional - Nacional reage à acusação de Vieira e lembra jogo com o Benfica em 2015/16

02/03/2021 19:10:00

Nacional - Nacional reage à acusação de Vieira e lembra jogo com o Benfica em 2015/16

Presidente encarnado recordou altura em que o clube estava agastado com casos de covid-19

...Depois de Luís Filipe Vieira ter vincado duras críticas ao Nacional por não ter adiado o encontro entre as duas equipas para o campeonato, numa altura em que o presidente das águias referiu que o plantel tinha 27 casos positivos à Covid-19, esta terça-feira foi a vez de a formação insular recordar um episódio em que saiu prejudicada por imposição do clube da Luz.

Julian Weigl abandona estágio do Benfica em conflito com Jorge Jesus Tailândia instala painéis solares flutuantes nas barragens para ter energia verde Weigl abandona estágio do Benfica contra a vontade de Jesus

"Pedi ao presidente do Nacional para adiar o jogo: Ele disse ’não posso’. Mas se emprestasse o Diogo Gonçalves já adiava o jogo. Nem há solidariedade nenhuma. Eu já fui muito solidário com o Nacional. Eu não, o Benfica. Já fomos muito solidários", atirou Vieira, em entrevista à BTV.

Em nota publicada no sítio oficial do clube, o Nacional relembrou um embate entre as duas equipas, na época 2015/16, na Choupana, a contar para o campeonato, que acabou por alegadamente contribuir para a eliminação da equipa nos quartos-de-final da Taça de Portugal frente ao Gil Vicente. Tudo porque a formação presidida por Luís Filipe Vieira não concordou em reagendar o jogo. headtopics.com

"Na época 2015/16 o Nacional tinha a oportunidade de chegar às meias-finais da Taça de Portugal. O sorteio dos quartos de final ditou como adversário o Gil Vicente, então na II Liga, num jogo agendado para a quarta-feira, em Barcelos", começa por revelar o clube madeirense.

"No domingo antes o calendário da 1ª Liga ditou a receção ao Benfica, num jogo interrompido aos 8 minutos devido ao nevoeiro. O Benfica exigiu o cumprimento dos regulamentos, recusando o adiamento para outra data, pelo que o encontro acabaria por se reatar pelas 12 horas de segunda-feira, jogando-se os 82 minutos em falta. Dois dias depois o Nacional jogava em Barcelos e o Gil Vicente, aproveitando bem o desgaste da formação alvi-negra, acabou vencendo por 1-0", continua.

"A derrota sofrida neste dia tirou ao Nacional a possibilidade de chegar às meias-finais da competição", finaliza. Consulte Mais informação: Diário Record »

E para esquecer esse facto, que tanto prejudicou o Nacional, já servia o empréstimo de Diogo Gonçalves. Já agora, preocuparam-se em ver se o Benfica tinha compromissos em data futura que impedisse o adiantamento? Que a passagem do Nacional pelo futebol profissional seja curta... já diz o ditado «zangam-se as comadres, descobrem-se as verdades»

Já que gostam de comparar o SLB estava com uma cadência de 1 jogo a cada 4 dias calendário cheio com competições europeias inclusivas. Enquanto o nacional da madeira um jogo a cada 6 dias...tivessem adiado o jogo da taça, tinham calendário disponível para isso! Boa piada... Se eu fosse presidente faria tudo o que fosse preciso para acabar com o nacional. TUDO

O clube da cidade dos proxenetas dos gays e dos africanos não se recorda de chafurdar Portugal com esquemas atrás de esquemas? Será preciso deitar as culpas das ciladas mal feitas ao Nacional? Ou será do covid? Compara o incomparável Na Madeira estava em causa uma viagem de avião é muito fácil perceber...

Incomparável, mas pronto... Presidentes do apito dourado Falem agora palhaços da capital