Não deixam de ser Heróis do Mar mas têm de encontrar outra rota: Portugal perde com a Hungria e espera por um milagre no Europeu de andebol

16/01/2022 21:47:00

Não deixam de ser Heróis do Mar mas têm de encontrar outra rota: Portugal perde com a Hungria e espera por um milagre no Europeu de andebol

Não deixam de ser Heróis do Mar mas têm de encontrar outra rota: Portugal perde com a Hungria e espera por um milagre no Europeu de andebol

Seleção esteve melhor do que contra a Islândia, chegou ao intervalo na frente pela margem mínima, conseguiu recuperar de três golos no segundo tempo mas morreu na praia frente aos anfitriões (31-30).

, o que permitiria depois discutir com a equipa da Alemanha o quinto e sexto lugares. No entanto, fosse pela qualidade das opções, fosse pelo estilo mais físico de jogo, fosse pelo apoio do público, a Hungria partia com ligeiro favoritismo até pela forma como os condicionalismos de lesões (Portela, Luís Frade, André Gomes e João Ferraz de fora) e casos positivos de Covid-19 marcaram o período de preparação. No final, e apesar das melhorias em relação ao que se passara na sexta-feira, as duas exclusões madrugadoras de Iturriza e Salina condicionaram o comportamento na defesa da Seleção, que

Consulte Mais informação: Observador »

Com os comentários que ouvimos , não sei se foi Portugal ou o Porto que jogou… pior, nos bons momentos era a equipa do Porto , quando corria pior era Portugal… não há pachorra 🙄

“Não compensa trabalhar para subir na vida em Portugal”António Costa classifica o programa da Iniciativa Liberal como uma 'aventura fiscal'. João Cotrim de Figueiredo promete que 'políticas liberais vão ter resultados diferentes'.

Paulo Jorge Pereira: «Não quero entrar em pormenores mas há malta que não está fisicamente pronta»Vídeos - Paulo Jorge Pereira: «Não quero entrar em pormenores mas há malta que não está fisicamente pronta» Eu continuo a achar que este selecionador nao vale nada mas pronto

PAN acusa Chega de não ter propostas ambientais, Ventura diz que não há milagres - RenascençaA líder do PAN, Inês Sousa Real, notou hoje que o Chega não tem qualquer proposta para combater as alterações climáticas, já André Ventura admitiu que o assunto é relevante, mas diz que 'não há milagres'.

“Não sei onde estaríamos hoje se não fossem as semanas de contenção”Depois de um crescimento exponencial de contactos para seguir, a mudança das regras da DGS começa a ter algum impacto junto das unidades de saúde pública. Mas o elevado número de casos positivos e contactos de risco continua a manter alta a pressão

Amnistia Internacional pede a Itália para não discriminar os não vacinadosPara a Amnistia Internacional, algumas restrições põem em causa direitos fundamentais dos cidadãos italianos. Os voos de passageiros para Macau oriundos de “regiões fora da China” estão proibidos durante duas semanas, devido a dois casos da variante

Nagelsmann deixa aviso: «Não há um poço de petróleo no Bayern Munique»Bayern Munique - Nagelsmann deixa aviso: «Não há um poço de petróleo no Bayern Munique»

triunfo substancial de Portugal diante dos magiares por 34-26 no Europeu de 2020 , o que permitiria depois discutir com a equipa da Alemanha o quinto e sexto lugares.Mas o socialista notou que “a ambição não se deve dar por satisfeita” e que “é preciso avançar e crescer mais” .E usufrua de todas as vantagens de ser assinante A carregar o vídeo .Sondagem das Sondagens A líder do PAN, Inês Sousa Real, criticou o Chega por não ter qualquer proposta para combater as alterações climáticas, já André Ventura admitiu que o assunto é relevante, mas diz que"não há milagres".

No entanto, fosse pela qualidade das opções, fosse pelo estilo mais físico de jogo, fosse pelo apoio do público, a Hungria partia com ligeiro favoritismo até pela forma como os condicionalismos de lesões (Portela, Luís Frade, André Gomes e João Ferraz de fora) e casos positivos de Covid-19 marcaram o período de preparação. No final, e apesar das melhorias em relação ao que se passara na sexta-feira, as duas exclusões madrugadoras de Iturriza e Salina condicionaram o comportamento na defesa da Seleção, que mesmo assim reentrou no jogo e morreu na praia apenas nos últimos segundos, dependendo agora da Islândia, que tem de ganhar aos Países Baixos e à Hungria, e de si própria, tendo para isso de ganhar de forma obrigatória ao conjunto que foi uma das revelações da primeira jornada. Do IRS à Segurança Social João Cotrim de Figueiredo aproveitou o tópico das qualificações para referir “as dezenas de milhares de jovens” que emigram e “os vários setores com falta de mão-de-obra”. Portugal teve uma entrada determinada no jogo, beneficiando de um Miguel Martins em grande plano no arranque (ao contrário do que se passara com a Islândia quando entrou) e de um Capdeville muito inspirado na baliza para chegar ao 3-0 e sofrer o primeiro golo apenas aos cinco minutos e num livre de sete metros. Paulo Jorge Pereira, selecionador nacional de andebol, assumiu esta sexta-feira que os Heróis do Mar tiveram algumas dificuldades para travar as constantes investidas no um para um que os jogadores islandeses fizeram durante o encontro de hoje. No entanto, e com o passar do tempo, os anfitriões foram serenando no jogo, conseguiram contar com o forte apoio do público para recuperarem e chegaram pela primeira vez ao empate aos 13′ (5-5), numa fase em que a Seleção Nacional jogava a segunda vez em inferioridade por exclusão de Salina. Costa respondeu com o IRS Jovem e isto foi o trampolim para a discussão à volta de ideias mais concretas de cada um dos partidos. As exclusões continuavam a pesar e os magiares aproveitaram para dobrar mesmo a metade na frente (7-6). "Temos que ir mais longe.

Fábio Magalhães, com um remate aos nove metros, quebrou o maior período sem golos de Portugal mas a Hungria tinha conseguido acertar em termos defensivos e a Seleção conseguia apenas criar desequilíbrios explorando os remates de ponta já com Miguel Alves e Leonel Fernandes em campo. A Iniciativa Liberal propõe uma taxa única de 15%, “com uma fase intermédia de duas taxas”. Foi aí que voltou a aparecer a versão guerreira dos Heróis do Mar, que aumentaram a presença no jogo, recuperaram de uma desvantagem de dois golos com Gilberto Duarte a fazer o empate a 12 e, mesmo com Victor Iturriza com duas exclusões, Rui Silva marcou nos últimos segundos o 15-14 com que se atingiu o intervalo já com troca de guarda-redes na baliza, com Manuel Gaspar a entrar com sucesso para o lugar de Capdeville. O segundo tempo começou com o equilíbrio a ser a tónica principal, com as duas equipas a terem um longo período de ataques marcados e falhados quase em espelho que foi mantendo o resultado empatado ou com a Hungria por um golo na frente até uma falha nacional que levou ao 23-21 para os magiares e à aposta no 7×6 alguns minutos depois de um desconto de tempo pedido por Paulo Pereira. Aqui, apontou: “Não compensa trabalhar para subir na vida em Portugal . Portugal empatou mesmo não convertendo o primeiro ataque em superioridade mas uma série de ataques falhados deu ao conjunto anfitrião uma vantagem de três golos a dez minutos do final (27-24) que parecia ter acabado de vez com a partida até à recuperação que empatou de novo o jogo a 28 a quatro minutos do final, a um livre de sete metros travado por Capdeville, ao empate com apenas 12 segundos para jogar (numa jogada “pensada” por Rui Silva no desconto) e ao golo decisivo apenas a quatro segundos do último apito (31-30). . António Costa diz que a IL defende que, “pelo menos metade dos descontos para a Segurança Social deve ser atribuída ao modelo de capitalização”, ou seja, “investida em bolsa”.