Marcelo só analisa anulação da transferência para o Novo Banco quando o Orçamento chegar a Belém

Marcelo só analisa anulação da transferência para o Novo Banco quando o Orçamento chegar a Belém

28/11/2020 01:01:00

Marcelo só analisa anulação da transferência para o Novo Banco quando o Orçamento chegar a Belém

Diz apenas que o Orçamento para 2021 será 'certamente mais longo e pormenorizado do que noutros anos'.

Diz apenas que o Orçamento para 2021 será"certamente mais longo e pormenorizado do que noutros anos".O Presidente da República escusou-se esta sexta-feira a comentar a anulação da transferência de 476 milhões para o Novo Banco, afirmando que só irá analisar essa matéria quando o Orçamento do Estado para 2021 chegar a Belém.

Pedras e gás lacrimogéneo em protestos contra confinamento nos Países Baixos Equipa liderada por português cria fórmula para deteção precoce de picos da pandemia Lista de espera nos crematórios chega a ser de cinco dias

"É uma matéria que eu só irei analisar no quadro do Orçamento do Estado", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, em resposta aos jornalistas, no final de uma iniciativa nas instalações do jornal Público, em Lisboa.

"Foi importante haver um Orçamento para o ano de 2021, vai ter a redação final e há de chegar a Belém. Depois eu aí analisarei o conteúdo, que é este ano ainda mais rico do que noutros anos. Será certamente um Orçamento mais longo e pormenorizado do que noutros anos, e entre outras matérias analisarei essa", acrescentou. headtopics.com

Questionado se está preocupado com os efeitos da anulação dessa transferência na credibilidade externa, o chefe de Estado respondeu:"Não vou neste momento estar a comentar um ponto específico do Orçamento do Estado"

.Orçamento aprovado, mas não há transferência para o Novo BancoO Orçamento do Estado para 2021 foi aprovado em votação final global na quinta-feira,com votos a favor apenas do PS, abstenções de PCP, PAN, PEV e das deputadas não inscritas Joacine Katar Moreira e Cristina Rodrigues, e votos contra de PSD, BE, CDS-PP, Iniciativa Liberal e Chega.

Consulte Mais informação: SIC Notícias »

Eleições: Afluência às urnas até às 16h foi de 35,44%, abaixo de 2016

As urnas estarão abertas entre as 8h e as 19h (sem interrupção) em todo o território nacional.