​João Oliveira a fazer de Jerónimo de Sousa. “Foi uma experiência muito diferente” - Renascença

25/01/2022 03:47:00

João Oliveira a fazer de Jerónimo de Sousa. “Foi uma experiência muito diferente”

João Oliveira a fazer de Jerónimo de Sousa. “Foi uma experiência muito diferente”

O comunista que é cabeça de lista pelo distrito de Évora cumpriu o último dia como rosto principal da caravana da CDU. Não diz se gostou ou não da experiência, nem se a queria repetir no futuro, mas diz que se “esforçou para cumprir”.

É quase em casa que se despede deste papel que lhe coube nos últimos dias. João Oliveira, cabeça de lista da CDU pelo distrito de Évora, passou esta segunda-feira pelos caminhos de Beja. Na terça entra em ação o outro João, o Ferreira, que esteve afastado das lides da campanha devido à Covid-19. João Oliveira volta a concentrar os seus esforços em Évora, até porque deseja alcançar a sua sexta eleição para deputado do Parlamento.

Consulte Mais informação:
Renascença »

Alerta vermelho na Grande Lisboa, pelo menos um morto em Algés

A chuva forte está, esta quarta-feira, a provocar inundações em várias zonas na região da Grande Lisboa. A capital está sob aviso vermelho. Pelo menos uma pessoa perdeu a vida em Algés. A Proteção Civil emitiu esta noite um alerta à população, no qual reforça as recomendações para as próximas 48 horas. Veja em direto a emissão da SIC Notícias e acompanhe ao minuto os últimos desenvolvimentos. Consulte Mais informação >>

PCP. João Oliveira insiste que cenário nestas eleições ″não é muito diferente″ de 2015O dirigente comunista afirmou que os portugueses têm novamente a possibilidade de decidir sobre soluções necessárias para o país.

Rui Tavares apela a quem quer votar no Livre para que não sinta pressão do voto útil'A partir de 31 de janeiro uma coisa é certa: vai ser preciso reconstruir muito e também reconstruir muito à esquerda'. para votar no livre antes fico em casa. Voto útil éna preta gaga

Costa diz ser possível 'ir mais além dos 900 euros' no salário mínimo (com áudio)António Costa ter encontrar 'uma atitude positiva por parte dos empresário', em entrevista à 'Rádio Renascença'.

Sismo no sudoeste do Haiti faz pelo menos dois mortosRegistado às 08h16 locais (13h16 em Lisboa), o sismo foi sentido na capital, tendo sido seguido de cerca de 10 réplicas, incluindo uma de magnitude 5,1, menos de uma hora depois.

Fenómeno avistado em Trás-os-Montes foi reentrada de satélite da SpaceX - RenascençaO fenómeno foi partilhado por muitas pessoas nas redes sociais. Segundo o investigador Nuno Peixinho, 'quase todos os dias reentram um ou mais satélites na nossa atmosfera'.

Vários líderes de partidos votaram antecipadamente nas eleições LegislativasFotogalerias - Vários líderes de partidos votaram antecipadamente nas eleições Legislativas

Foto: António Carrapato/Lusa É quase em casa que se despede deste papel que lhe coube nos últimos dias.e receba as informações em primeira mão."A partir de 31 de janeiro uma coisa é certa: vai ser preciso reconstruir muito e também reconstruir muito à esquerda".Nuno Braga (versão áudio) 24 Janeiro 2022, 13:55 António Costa ter encontrar “uma atitude positiva por parte dos empresário”, em entrevista à “Rádio Renascença”.

João Oliveira, cabeça de lista da CDU pelo distrito de Évora, passou esta segunda-feira pelos caminhos de Beja. Na terça entra em ação o outro João, o Ferreira, que esteve afastado das lides da campanha devido à Covid-19. Na última sexta-feira, o dirigente comunista já tinha sustentado, em declarações à agência Lusa, que o cenário político que se apresenta"não é muito diferente". João Oliveira volta a concentrar os seus esforços em Évora, até porque deseja alcançar a sua sexta eleição para deputado do Parlamento. O cabeça de lista por Lisboa, acompanhado pelo segundo e terceiro nome na lista para este círculo, Isabel Mendes Lopes e Carlos Teixeira, subiu a uma colina e do alto da Serra de Carnaxide - cuja conservação é defendida pelo partido, travando a construção de projetos urbanísticos na área - pediu ao eleitorado para que não se sinta pressionado pela aproximação entre PS e PSD na reta final da campanha. Para trás fica uma semana em que Oliveira foi o principal rosto da CDU. O recandidato pelo círculo eleitoral de Évora, que na última semana foi o 'rosto' da campanha da CDU, também foi questionado sobre se faria sentido substituí-lo na reta final da campanha por João Ferreira, na terça-feira, e um dia depois pelo secretário-geral, Jerónimo de Sousa, já que esteve a fazer grande parte da 'volta' eleitoral. Questionado sobre se faz sentido saltar de João para João até ao regresso de Jerónimo de Sousa, apontado para quarta-feira, Oliveira recorre às analogias futebolísticas. “É importante para reter as novas gerações em Portugal, não podemos desperdiçar a geração mais qualificada que temos.

“Não passa pela cabeça de ninguém dispensar um nº10 [atacante] como é o meu camarada Jerónimo de Sousa numa campanha eleitoral. Partilhar. "A partir de 31 de janeiro uma coisa é certa: vai ser preciso reconstruir muito e também reconstruir muito à esquerda", disse. A partir do momento que ele está em condições de participar nessa campanha eleitoral, nós queremos contar com ele de volta. Aliás, tive até oportunidade de dizer que a substituição pela que nós mais ansiávamos era a minha e a do João Ferreira pelo Jerónimo novamente”, diz. Nova pergunta. Leia também Livre declara que pressão para maioria absoluta"não está a funcionar" "Porque a partir de certa altura, entre as polémicas e os ataques cruzados entre partidos de esquerda chegamos à conclusão de que há uma mensagem e há uma linguagem que, de facto, os partidos entendem sempre que é o do voto na urna. Questionado sobre se gostou da experiência de ser a figura principal da CDU, João Oliveira chuta para canto..

“Não procurei fazer de secretário-geral, procurei dar o meu contributo na medida em que pude para garantir o cumprimento da agenda que estava programada”, diz. Após nova insistência, Oliveira reconhece que este jeito de fazer campanha “é uma experiência muito diferente daquela que tenho tido”, explicando que, como costuma ser eleito pelo distrito de Évora tem-se concentrado mais nos problemas desse distrito.. Mas acrescenta: “confesso uma coisa, que não é propriamente novidade. Os problemas que encontramos Évora, Beja, Faro não são muito distintos dos que encontramos em Aveiro ou noutros sítios”. Os jornalistas fazem novo remate.

Será que Oliveira, no futuro, gostaria de assumir a tempo inteiro a liderança do partido. O comunista rodeia a resposta até que repete “essa questão não está colocada”. Mas e afinal, gostou da experiência? “Cumpri esta responsabilidade da melhor forma que soube e pude, não é uma questão de gostar ou deixar de gostar. Fiz um esforço para cumprir com os objetivos que havia”, remata. Tópicos .