Impacto da pandemia no emprego atingiu sobretudo as mulheres

Impacto da pandemia no emprego atingiu sobretudo as mulheres

28/11/2021 17:20:00

Impacto da pandemia no emprego atingiu sobretudo as mulheres

A pandemia veio atrasar o objetivo global de paridade salarial em 35 anos, mas a adoção de esquemas de trabalho flexíveis pode ajudar a uma maior harmonia entre vida pessoal, profissional e familiar.

Um dos temas que a Comissão Europeia e, em particular, Ursula von der Leyen colocam como prioritários na agenda da União Europeia (UE) é a paridade de género, um princípio que se estende ao mercado de trabalho e às remunerações. Mas a pandemia veio atrasar ainda mais esse objetivo, dado o seu impacto desproporcional nas mulheres, conclui um estudo da consultora Willis Towers Watson.

Consulte Mais informação: Jornal Económico »

Madeira: empréstimos a famílias e instituições sem fins lucrativos aumentaram 35 milhões de eurosDo total de empréstimos 66,5% era referente a habitação e 33,5% ao consumo e outros fins.

Há cada vez mais piscinas em prédios apesar da falta de legislação no ″Urbano″ deste domingoPandemia fez disparar a procura de casas com estes equipamentos, sobretudo nas coberturas, mas não há regras que definam o seu licenciamento ou vigilância.

Madeira não vai aplicar semana de contenção em janeiroCovid-19: Madeira não vai aplicar semana de contenção em janeiro

Portugal regista incidência crescente de 298 casos por 100.000 habitantesPandemia com tendência 'fortemente crescente a nível nacional', segundo o relatório de monitorização das 'linhas vermelhas'

Invasões Bárbaras: O cansaço das medidas de contenção da pandemiaA partir da próxima quarta-feira entram em vigor uma série de novas medidas de contenção da pandemia da Covid-19. Mas o ambiente que se sente é de cansaço e confusão. Falamos de Portugal, mas também de outros tantos países onde as liberdades individuais voltam a estar um tanto ou quanto controladas, em prol da saúde pública e da economia. Falamos também sobre os novos hábitos alimentares. Sabia que um milhão de portugueses passaram a dispensar a carne e o peixe na sua dieta diária? É bom para o planeta, sem dúvida, mas e para as tradições culturais?

Seguradoras: que respostas serão precisas para envelhecimento, alterações climáticas e digitalizaçãoMal refeita da pandemia a indústria seguradora tem de dar resposta a três grandes temas do momento: a demografia com o aumento da população idosa, as alterações climáticas e a digitalização. Estão na estratosfera?