Fim da PPP. Gestão privada do Hospital de Loures chega hoje ao fim

Loures, Hospital

18/01/2022 11:46:00

Hospital Beatriz Ângelo passa a ter gestão pública amanhã, liderado por Rosário Sepúlveda. Fica restar apenas uma PPP no SNS.Termina esta terça-feira a parceria público-privada na gestão do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures. Com a saída do grupo Luz Saúde, entra em funções a nova administração liderada por Rosário Sepúlveda e o Serviço Nacional da Saúde passa a ter apenas um hospital gerido em PPP, em Cascais, cujo contrato foi prolongado em novembro até ao final deste ano.

Consulte Mais informação: ionline »

Última oportunidade para o planeta

A 2ª Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, marcada para 27 de junho a 01 de julho em Lisboa, é uma segunda e última oportunidade de pôr em prática o que... Consulte Mais informação >>

PPP no Hospital Beatriz Ângelo chega hoje ao fimA partir de 19 de janeiro, o Hospital de Loures deixa de ser gerido em regime de Parceria Público-Privada, passando para a esfera do Estado.

PPP em Loures acaba já amanhã, mas novo conselho de administração está incompletoFalta as Finanças nomearem vogal com o pelouro financeiro. ARS também não diz quem é o gestor de contrato ou o conselho fiscal.

ATP diz que expulsão de Djokovic da Áustrália põe fim a 'acontecimentos profundamente lamentáveis'Associação de Tenistas Profissionais refere que 'a ausência de Novak Djokovic no Open da Austrália é uma perda para o ténis'.

ATP diz que expulsão de Djokovic da Áustrália põe fim aacontecimentos profundamente...

Expulsão de Djokovic da Áustrália põe fim a 'acontecimentos profundamente lamentáveis' - SIC NotíciasO Tribunal Federal australiano indeferiu este domingo o recurso do tenista Novak Djokovic contra uma ordem de deportação. Bem feito,otário! A lei é para todos! Triste pro esporte !

Expulsão de Djokovic põe fim a ″acontecimentos profundamente lamentáveis″A Associação de Tenistas Profissionais (ATP), que dirige o circuito profissional de ténis masculino, considera que a expulsão de Novak Djokovic da Austrália 'põe fim a uma série de acontecimentos profundamente lamentáveis'. A Austrália será o próximo país a sair da lista das democracias. Depois de em 2020 e 2021 muitos outros terem sido considerados semi-democracias (includindo Portugal) parece que a lista adensa-se em 2022.