EUA: Biden usa expediente de Trump para tratar imigrantes retidos no México

EUA: Biden usa expediente de Trump para tratar imigrantes retidos no México

03/12/2021 21:48:00

EUA: Biden usa expediente de Trump para tratar imigrantes retidos no México

Os sul-americanos que estraram nos Estados Unidos de forma ilegal vão ser recambiados para o México a partir da próxima segunda-feira. A administração Biden está a usar as leis impostas pela administração anterior, liderada por Donald Trump.

Depois de chegar a um acordo com o governo mexicano, os Estados Unidos começarão em 6 de dezembro, a próxima segunda-feira, a devolver os requerentes de asilo de países latino-americanos ao México, onde serão obrigados a esperar enquanto os seus casos são avaliados.

Divulgadas novas imagens de Nuno Santos em Vizela

A ação do governo Biden faz regressar a política de ‘Permanecer no México’ de Donald Trump e sujeitará milhares de pessoas a uma vulnerabilidade difícil nas violentas cidades de fronteira, onde os imigrantes são alvo de grupos do crime organizado especialistas em estupro, roubo, extorsão e sequestro.

O governo dos Estados Unidos prometeu melhorar o sistema para permitir a representação legal dos requerentes de asilo e concluir as suas reivindicações em seis meses contados a partir do regresso de um requerente ao México. Por outro lado, diz o governo mexicano, as autoridades norte-americanas atenderam às suas preocupações com o financiamento de abrigos, proteção para grupos mais vulneráveis ​​e acesso a exames médicos e vacinas contra a Covid-19. headtopics.com

É de recordar que Joe Biden fez campanha para dar um aspeto mais amigável à política de imigração dos Estados Unidos, mas, já no cargo, manteve o chamado título 42 em vigor – uma disposição da lei de Saúde dos Estados Unidos (seção 265 do título 42), que a anterior administração de Trump invocou para fechar a fronteira com o México.

União Europeia “firmemente” ao lado da Ucrânia e pronta para fortalecer parceria energética - SIC Notícias

Segundo informa o American Immigration Council, “a administração Biden continuou a usar esta disposição, e mais de 1,2 milhão de expulsões foram realizadas desde o início da pandemia” até meados de outubro passado.

“Apesar de os centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) alegarem que essa ordem era necessária para proteger os Estados Unidos numa perspetiva de saúde pública, um relatório independe mostrou que a origem desta política veio do Departamento de Segurança Interna dos Estados (DHS) e da Casa Branca quando ocupada por Donald Trump”, diz ainda o conselho de imigração.

Consulte Mais informação: Jornal Económico »

Decisão 22: o confronto entre António Costa e André Ventura na íntegra - CNN Portugal

CNN Portugal. O novo canal de informação, com uma cultura multiplataforma, propõe-se a acompanhar, em tempo real e em diversos meios, os acontecimentos que marcam o país e o mundo.

Trump testou positivo para covid-19 dias antes de debate com Joe Biden

Biden pede à população que tome dose de reforço para conter covid-19O Presidente dos EUA apelou, esta quinta-feira, à população para que tome a dose de reforço da vacina contra a covid-19 e apoie o seu plano, que não prevê fortes restrições, para conter a nova variante ómicron. Eu de doses só percebo no restaurantes ,batatas fritas um ovo E um bifezinho .até me lambia...

Joe Biden anuncia planos para combate à covid-19 no inverno

Trump quer mais mil milhões de dólares para financiar o seu projeto de rede socialO antigo presidente dos Estados Unidos quer angariar junto de investidores privados mais dinheiro fresco para financiar o seu projeto de media, sem ainda ter mostrado detalhes sobre esta mesma iniciativa

Donald Trump diz que Meghan Markle 'desrespeita a Rainha' e 'usa' Harry