Dispensar trabalhadores contratados a prazo vai ficar mais caro

Valor das horas extraordinárias é reposto para o período anterior a 2012, mas apenas a partir das 120 horas anuais

22/10/2021 01:25:00

Valor das horas extraordinárias é reposto para o período anterior a 2012, mas apenas a partir das 120 horas anuais

Valor das horas extraordinárias é reposto para o período anterior a 2012, mas apenas a partir das 120 horas anuais. Governo cede em parte à esquerda para tentar viabilizar o Orçamento do Estado para 2022.

E usufrua de todas as vantagens de ser assinanteAs empresas vão pagar mais pelo despedimento de contratados a prazo, segundo uma proposta de lei que o Governo aprovou esta quinta-feira em Conselho de Ministros e que vai enviar para discussão na Assembleia da República. Não é uma cedência à esquerda, mas um sinal para tentar aproximar posições no sentido de viabilizar o Orçamento do Estado para 2022.

Cidade chinesa oferece mais de mil euros a quem testar positivo à Covid-19 Cristiano Ronaldo: «Foco já está no próximo jogo. Não há tempo para celebrar!» Novavax anuncia vacina contra a Ómicron para janeiro Consulte Mais informação: Jornal de Negócios »

Novo estudo sobre a origem da Covid-19 aponta para mercado de Wuhan

Governo abre a porta à subida do valor das horas extraordináriasA lista de medidas que avança sem acordo de sindicatos e patrões pode não ficar por aqui. O Governo já admitiu o progressivo aumento das horas extraordinárias, mas apenas a partir da 121.ª hora por ano.

Madeira: Duas vivendas de luxo no valor de 4,1 milhões de euros pagas com criptomoedasO comprador é um investidor que terá comprado a criptomoeda Cardano quando o valor estava a seis cêntimos, valor que entretanto subiu para os três dólares.

Futebol feminino. Francisco Neto alerta para o valor da Sérvia

Madeira: Sociedade Metropolitana de Desenvolvimento lança concurso público para empreitada de reabilitação da Praia da Alagoa no valor de 128,7 mil eurosO prazo fixado para a presente empreitada é de 90 dias, sendo que a adjudicação será feita de acordo com o critério da proposta economicamente mais vantajosa.

Mais de 60% dos trabalhadores nascidos na década de 90 têm contratos a prazoTal situação deve se ah escumalha de chulos políticos que invadiram o paiis após Abril, onde estão a roubar o nosso cobarde povo e arruinar cada vez mais este paiis.

Mais de 60% dos trabalhadores nascidos na década de 90 têm contratos a prazoA percentagem de contratos a termo nos trabalhadores mais jovens “é muito maior” nas gerações mais recentes face às mais velhas, abrangendo mais de 60% dos nascidos na década de 90, segundo um estudo apresentado pela Fundação Calouste Gulbenkian.