Crise: é altura de pensar num rendimento básico universal?

Crise: é altura de pensar num rendimento básico universal?

30/03/2020 00:52:00

Crise: é altura de pensar num rendimento básico universal?

Com os economistas a anteciparem uma escalada do desemprego, há quem já defenda a criação de um rendimento básico universal de crise. Medida tem apoiantes em Portugal, desde que seja apenas temporária

GETTY ImagesA incerteza do momento não permite cálculos rigorosos, só cenários. Há um mau e um muito mau, nunca um bom. São esses cenários que nos permitem afirmar que a taxa de desemprego de 6,9% que registámos em janeiro poderá demorar anos até ser de novo alcançada. Entre as poucas certezas que é possível ter sobre os impactos económicos da pandemia covid-19 em Portugal, há uma que merece consenso entre os economistas: o desemprego vai disparar e é necessária uma ação concertada a nível global para garantir postos de trabalho e a subsistência das famílias. O mundo já debate a criação de um rendimento básico incondicional (RBI), um apoio a conceder pelo Estado aos cidadãos para lhes garantir uma vida digna. Será exequível em Portugal? Economistas admitem que sim, se temporário. Mas os impactos práticos no emprego são questionáveis.

Resultado preliminar da autópsia a George Floyd exclui morte por asfixia “O racismo não está a piorar. Está a ser filmado”: os sufocados Brasil supera Espanha e já é o quinto país do mundo com mais mortes provocadas pelo coronavírus

As primeiras estimativas da Organização Internacional do Trabalho (OIT) sobre os impactos da covid-19 são claras. Num cenário de recessão aguda, com quebras de 8% no produto interno bruto (PIB) mundial, mais de 25 milhões de empregos serão eliminados em todo o mundo. Mais três milhões do que os destruídos pela crise de 2008. Em Portugal milhares de trabalhadores serão afetados.

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante cliqueAQUIpara continuar a ler.Para aceder a todos os conteúdos exclusivos do site do Expresso também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Consulte Mais informação: Expresso »

Delirium tremens ! Se.nem na europa se consegue isso ?

Jorge Jesus viajou para Portugal em avião com passageiro infetado por coronavírusFuncionário de empresa de construção só soube que estava contaminado dois dias depois da viagem

Navio Sagres regressa a Portugal com quarentena feita a bordoEmbarcação interrompeu a volta ao mundo e iniciou a viagem de regresso a Lisboa depois de se abastecer na cidade do Cabo, na África do Sul. A última etapa, entre Cabo Verde e Portugal, demorará mais de 14 dias, pelo que a tripulação não terá de faze

Macau com dois casos de Covid-19 importados de PortugalAs autoridades de Macau anunciaram este sábado mais dois casos importados de contágio da Covid-19 provenientes de Portugal, elevando o número de infetados no território para 37 desde o início do surto do novo coronavírus.

Coronavírus: Portugal com 5962 casos confirmados e 119 mortesBoletim deste domingo da Direcção-Geral da Saúde não contabiliza a morte de um jovem de 14 anos que estava infectado pelo novo coronavírus. Taxa de letalidade total da doença está agora nos 2%. 😔🙏❤️

Morte de ministro das Finanças de Hesse relacionada com crise da covid-19Coronavírus - Morte de ministro das Finanças de Hesse relacionada com crise da covid-19

Benfica solidário com antigo treinador internado com Covid-19O Benfica emitiu, este domingo, um comunicado a solidarizar-se com Alípio Matos, antigo técnico de Futsal e Coordenador Técnico do clube, que se encontra internado depois de ter sido diagnosticado com Covid-19.