Política Cultural, Casa Da Música, Serralves, Act, Precariedade, Precários, José Soeiro, Ministério Da Cultura, Graça Fonseca

Política Cultural, Casa Da Música

BE pede substituição urgente da administração da Casa da Música

Política Cultural: BE pede substituição urgente da administração da Casa da Música

26/04/2021 22:41:00

Política Cultural : BE pede substituição urgente da administração da Casa da Música

O deputado José Soeiro lembra que o mandato terminou em Dezembro e quer ver nomeada “urgentemente” uma nova equipa que “inverta o desrespeito pelas leis do trabalho e promova o diálogo com os trabalhadores”.

Paulo PimentaO deputado José Soeiro, do Bloco de Esquerda, pediu esta segunda-feira que o conselho de administração da Casa da Música, cujo mandato expirou no final de 2020, seja urgentemente substituído “para acabar com a actual cultura de precariedade”.

O momento em que o bebé Noah se juntou ao pai Juízes contra propostas de PS e PSD sobre enriquecimento ilícito em cargos públicos O reencontro entre Noah e o pai

O dirigente do BE, quejá se tinha encontrado na semana passada com trabalhadores precários da Fundação de Serralves, convocou esta tarde uma conferência de imprensa no Porto após ter estado reunido com representantes dos trabalhadores da Casa da Música (CM). E o BE já pediu, entretanto, a presença no Parlamento da ministra da Cultura e dos representantes do Estado em ambas as instituições, a saber: José Pacheco Pereira e Isabel Pires de Lima, em Serralves, e Teresa Moura, na Casa da Música, uma vez que

o maestro Borges Coelho, que se demitiu, não chegou a ser substituído.Lembrando os 16 assistentes de sala da CM que a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) considerou falsos recibos verdes e cujos processos estão neste momento em tribunal headtopics.com

– cinco aguardam decisão e 11 perderam na primeira instância, mas o Ministério Público já recorreu –, José Soeiro acusou Graça Fonseca de ter faltado ao compromisso que assumiu no Parlamento quando disse que o seu ministério não financiava a precariedade e que o Governo agiria se a ACT detectasse situações irregulares.

“Apesar de o Ministério Público ter processado as administrações por violação da lei do trabalho, a ministra diz agora que vai esperar para ver o que diz o tribunal, descartando os compromissos anteriores”, acusa Soeiro, responsabilizando ainda os administradores nomeados pelo Estado de “pactuarem com a precariedade” e apoiarem um “conflito” jurídico com o Ministério Público que se destinaria a

“manter situações que a ACT já identificou como correspondendo a falsos recibos verdes”.Argumentando que o comportamento da administração da Casa da Música deveria ser motivo suficiente para a sua demissão, o dirigente do BE defende que se aproveite pelo menos a circunstância de o respectivo mandato ter terminado para “não mudar apenas as pessoas, mas também o paradigma de política laboral”, garantindo que “se nomeia rapidamente uma equipa que inverta este desrespeito pelas leis do trabalho e promova o diálogo com os trabalhadores”.

Aludindo à aprovação, na passada quinta-feira, de “um Estatuto do Trabalhador da Cultura Consulte Mais informação: Público »

Representantes do Estado em Serralves e na Casa da Música vão ser ouvidos na ARParlamento aprovou requerimento do Bloco de Esquerda para ouvir os administradores públicos das duas fundações. Em causa está a precariedade das relações laborais, já detectada pela Autoridade para as Condições do Trabalho.

Casa do Mogadouro, uma casa beirã na Estrela esquecidaEdifício típico da Beira Alta do século XIX, transformado em turismo rural em 1998, a Casa do Mogadouro quer ser porto de abrigo para saídas à descoberta de uma das regiões “mais esquecidas” da Serra da Estrela.

Palco em Casa leva cultura a casa de idosos isoladosPouco habituada a ser o centro das atenções, Laurinda Rodrigues, 74 anos, assistiu ao primeiro concerto ao vivo, esta terça-feira de manhã, a escassos metros da Ribeira de Alge, nome da localidade onde mora, em Figueiró dos Vinhos.

Casa da Cidadania Salgueiro Maia abre a 1 de julho em Castelo de VideObjetivos icónicos do 25 de Abril estarão expostos.

Presidente da Câmara de Torres Vedras encontrado morto em casaCarlos Bernardes faleceu aos 53 anos.