'Quero ser jogador de futebol para fazer uma casa para minha mãe', diz menino fotografado com árvore de Natal em lixão no MA

'Quero ser jogador de futebol para fazer uma casa para minha mãe', diz menino fotografado com árvore de Natal em lixão no Maranhão #g1 #Maranhão

04/12/2021 15:00:00

'Quero ser jogador de futebol para fazer uma casa para minha mãe', diz menino fotografado com árvore de Natal em lixão no Maranhão g1 Maranhão

Mesmo com a repercussão do caso, Gabriel Silva, de 12 anos, continua levando uma vida simples com a família em Pinheiro, cidade a 333 km de São Luís. Ao g1, mãe do menino revela que ficou surpresa com a 'reviravolta' na vida.

Mesmo após a foto em que aparece segurando uma árvore de Natal em um lixão viralizar e comover todo o Brasil, o pequeno Gabriel Silva, de 12 anos, continua levando uma vida simples com a família no município de Pinheiro, cidade a 333 km de São Luís.

Françoise Forton morre aos 64 anos no Rio

O menino que faz o 5º ano do Ensino Fundamental, continua indo todos os dias à escola, local que ele adora ir e vê a oportunidade de ter um futuro longe dos arredores do lixão de Pinheiro. Ao g1, Gabriel revelou que tem o sonho de se tornar jogador de futebol e comprar uma casa para a mãe.

"Eu gosto de estudar pra ter um futuro. Quero ser jogador de futebol pra fazer uma casa para minha mãe", disse Gabriel Silva. 'Fiquei surpresa'A repercussão da foto pegou de surpresa a mãe de Gabriel, a catadora de sucata, Maria Francisca Silva. Ao g1, ela afirma que desde que a imagem do filho viralizou no país, tem recebido ajuda de muitas pessoas e desde então, continua sobrevivendo. headtopics.com

“Fiquei surpresa dessa foto ter feito essa ‘vira-volta’ na vida do meu filho e na nossa família. E fiquei feliz porque muitas pessoas ‘tá’ ajudando. A gente cata [sucata] porque não tem outro serviço e dá uma renda boa pra gente, boa no sentido de que dá pra gente sobreviver”, disse.

Garrafa jogada no mar por menino dos EUA viaja meio mundo e é encontrada três anos depois na Irlanda do Norte

Além da família de Gabriel, cerca de outras 300 famílias sobrevivem diretamente do lixão, segundo a Defensoria Pública do Maranhão (DPE). O lixão funciona há cerca de 30 anos na Zona Rural do município que possui mais de 80 mil habitantes.

Perda da qualidade de vidaCerca de 300 famílias vivem do lixão da cidade de Pinheiro, no Maranhão — Foto: Carlos ArteO Maranhão é o estado com maior perda de qualidade de vida e possui o pior desempenho socioeconômico do país, segundo o Índice de Perda de Qualidade de Vida (IPQV) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O índice mostra em qual área rural há maior perda da qualidade de vida que na urbana. As medidas do IPQV vão de 0 a 1, sendo que, quanto mais perto de zero, menor a perda. O índice do Maranhão chega a 0,260.Procurado pelo g1, o Governo do Maranhão enviou uma nota, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema), afirmando que o gerenciamento de resíduos é de responsabilidade das prefeituras e que criou um auxílio de R$ 400 para os catadores. headtopics.com

Príncipe Harry tenta recuperar sua proteção policial no Reino Unido

LEIA MAISO cenário crítico que parte da população maranhense vive também foi destaque em um relatório divulgado em setembro pela Organização das Nações Unidas (ONU). O Maranhão apareceu como o estado em que mais pessoas vivem na miséria. Em 2019, quase 20% dos habitantes viviam com renda mensal abaixo de R$ 145.

Foto estimulou campanha onlineFoto de menino com árvore de natal em lixão do Maranhão comove e viraliza — Foto: João Paulo GuimarãesUma foto de um menino que encontrou árvore de Natal em lixão no Maranhão gerou comoção nacional após viralizar nas redes sociais. O registro foi feito na cidade de Pinheiro, e na imagem, o pequeno Gabriel, de 12 anos, aparece encontrando uma árvore em meio aos entulhos.

O registro foi feito pelo fotógrafo João Paulo Guimarães. Com a repercussão da imagem, Gabriel acabou ganhando uma árvore nova, além de outras doações arrecadadas em uma campanha online.“Passei o dia com eles fotografando no lixão. E eu vi quando o Gabriel abriu o saco e puxou. Eu lembro disso como se fosse assim em câmera lenta, acontecendo na minha frente. E eu só virei e comecei a fotografar”, contou o fotógrafo, que mora em Belém (PA).

Consulte Mais informação: G1 »

Especialistas afirmam que volta às aulas presenciais é importante e segura para alunos e professores

A imunização infantil contra Covid deve começar na semana que vem. Brasil tem 20 milhões de crianças entre 5 e 11 anos; a maioria deve começar as aulas em fevereiro.

BolsonaroReeleito2022🇧🇷🇧🇷🇧🇷 E você vai conseguir!!! Que ele consiga muito mais que isso. Desejo que ele e sua família tenham uma vida linda.. É nisso que dá o país valorizar só uma coisa. Todos os garotos têm o mesmo sonho. 😣😣😣 E coloca uma foto ele estudando? Não 'intendi'. Que tristeza, infelizmente essa é a percepção que essas crianças tem, de que tem que ser jogador de futebol pra ter sucesso na vida, já que pelos estudos a impressão é que vão perder tempo. Ainda mais se ele ler que os brancos ganham 73% a mais que os negros.

Ele pode ser Juiz e tirar a mamata dos lavajateiros. Quando a Direita tira tudo de uma criança brasileira, até o pão, ela lhe oferece o 'sonho de um papel no circo dela'. Tem q ter o plano B, pq ser jogador profissional e q ganhe MT dinheiro, não é fácil não. Fotógrafo hipócrita lscrador Seu hipócritas Usando um menino para ter ibop.

Tomara que consiga enriquecer desse jeito, porque talvez pelos caminhos do conhecimento e do trabalho duro não dê pra ele.

Estudar dá em nada. Ser jogador com grana? É mais fácil juntar lata de alumínio e usar o dinheiro prá apostar na Lotofácil. 😸 É o retrato da falência da sociedade brasileira.Ele não quer ser médico,advogado,administrador,contador,químico, engenheiro,físico,enfermeiro. Boa sorte, que Deus o abençoa! Estou na torcida

Pede p os donos do Maranhão. Família Sarney e cia. Quem não tem talento pra música nem para futebol, tá ferrado também enquanto tenta descobrir o que pode ser feito pra atingir o mesmo objetivo, porque só trabalhar como um condenado não é suficiente. Não caia no coitadismo da esquerda garoto . Nossa...que criatividade nessa reportagem!!! Impressionante a sensibilidade e esperteza desse jornalista!! Nunca, no Brasil, vimos uma criança pobre querer jogar futebol para dar uma casa para os pais. Esses jornalistas, geração Paulo Idiota Freire, são risíveis.

Todos meninos querem ser jogador de futebol para ganhar dinheiro sem precisar estudar.