O Assunto #735: Lembrar de Betinho para combater a fome

24/06/2022 15:00:00

#OAssunto - A fome voltou. Diante do retrocesso brutal na garantia do mais básico dos direitos, além de cobrar das autoridades que façam sua parte, é urgente mobilizar a sociedade civil. Hoje, @renataloprete conversa com @rafonso, do @acaodacidadania: #g1

Oassunto

OAssunto - A fome voltou. Diante do retrocesso brutal na garantia do mais básico dos direitos, além de cobrar das autoridades que façam sua parte, é urgente mobilizar a sociedade civil. Hoje, renataloprete conversa com rafonso, do acaodacidadania: g1

Diante do retrocesso brutal na garantia do mais básico dos direitos, especialistas alertam: além de cobrar das autoridades que façam sua parte, retomando políticas públicas hoje esvaziadas, é urgente mobilizar a sociedade civil. Como fez, há três décadas, o sociólogo Herbert de Souza, idealizador de campanha pioneira para levar comida aos brasileiros mais pobres.

Na largada do “Natal sem Fome”, do qual nasceu a ONG Ação para a Cidadania, 32 milhões enfrentavam esse drama. Hoje, os avanços significativos observados até 2014 foram perdidos, e o número mais recente é ainda pior que o do início dos anos 90: 33 milhões. Em conversa com Renata Lo Prete, Kiko Afonso, diretor-executivo da Ação, aponta retrocesso também na percepção da gravidade do problema. “Hoje, até mesmo quanto à fome há divisão”, diz. Contra todas as evidências, “uma parte da sociedade nega que ela exista”. Sem diminuir a importância das doações, especialmente no quadro alarmante do momento, Kiko ressalta a necessidade de conscientizar pessoas e empresas do imperativo de se envolver, abraçando a retomada de programas exitosos e elegendo candidatos comprometidos com a erradicação da fome.

Consulte Mais informação: g1 »

Human Rights Watch diz que direitos indígenas estão sob ameaça grave no Brasil

Relatório cita invasão de terras indígenas e os assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips. Consulte Mais informação >>

renataloprete rafonso acaodacidadania Vcs são uns FDP a fome não voltou ela nunca foi embora, vcs só tão divulgando isso agora por conta da eleição. Vcs deviam pedir desculpa ai povo por ter feito campanha do fique em casa a economia a gente vê depois. Faça origami. Fdp renataloprete rafonso acaodacidadania A fome voltou e agradecemos a imprensa. A IMPRENSA atem trabalhado arduamente para isso

Wellington projeta partida diante do Grêmio e analisa momento do CSAAzulão enfrentará a equipe gaúcha na próxima quinta-feira (23), no Rei Pelé

Entidades apresentam propostas para combater a fome, que atinge 33 milhões de brasileirosEm três dias de evento, foram discutidas as causas, as consequências e as soluções para a fome. O encontro também marca o lançamento da 2ª edição da Agenda Betinho, documento com 92 propostas elaborado pela Ação da Cidadania: JN Causa: Bolsonaro Solução: Fora Bolsonaro Voltamos ao mapa da fome com esse desgoverno Nunca vi todos os dias vcs da Globo fazer matéria da fome no Brasil em interesse de fazer o povo pensar que essa fome no Brasil e culpa do presidente Bolsonaro isso porque e ano de eleições pra presidente e a intenção de vcs da mídia e derrubar o nosso presidente Bolsonaro

PP não irá assinar CPI da Petrobras | O AntagonistaDecisão do partido da base governista contraria Jair Bolsonaro, que pretende usar a comissão para lembrar corrupção do PT PP fazia parte do Ptrolao De qual partido era Paulo Roberto Costa PP!!! Medo?

Quem tem fome, tem pressa: Ação da Cidadania lança mobilização nacional para o Pacto pelos 15% com Fome

Programa Míriam Leitão traz discussão de como combater a criminalidade na AmazôniaUm discussão importante sobre a criminalidade na Amazônia e como combater este problema é o tema do programa de Míriam Leitão, que será exibido nesta quarta-feira (22) às 23h30 na GloboNews. CPIdoMEC Solução só se for da cabeça dela kkkkk

SBT News - A sua fonte segura de informaçãoEsse vagabundo saqueou o Brasil agora quer voltar a sena do crime. Editorial do SBT deve ter mudado, dando a voz a vagabundo que assaltou o país… Formação de quadrilha completa 😂😂😂

Você pode ouvir O Assunto no g1, no GloboPlay, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music, no Hello You ou na sua plataforma de áudio preferida.11:08 Maceió (AL) Após um empate sem gols diante do Guarani, no último domingo (19), o CSA volta a campo na próxima quinta-feira onde enfrenta o Grêmio, às 21h30 (de Brasília), buscando se afastar da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro.Entidades da sociedade civil apresentam propostas contra a fome no Brasil Entidades da sociedade civil apresentaram nesta quinta-feira (23) propostas para combater a fome, que atinge 33 milhões de brasileiros.× A bancada do Progressistas na Câmara não irá apoiar a CPI da Petrobras para investigar a alta dos preços dos combustíveis.

Assine ou siga O Assunto, para ser avisado sempre que tiver novo episódio. Na largada do “Natal sem Fome”, do qual nasceu a ONG Ação para a Cidadania, 32 milhões enfrentavam esse drama. Dentro de casa, vamos nos impor e jogar o nosso futebol. Hoje, os avanços significativos observados até 2014 foram perdidos, e o número mais recente é ainda pior que o do início dos anos 90: 33 milhões. “Hoje eu tomei só café puro. Em conversa com Renata Lo Prete, Kiko Afonso, diretor-executivo da Ação, aponta retrocesso também na percepção da gravidade do problema. Para sair disso é acertar, defender melhor a bola parada e, lá na frente, ter mais frieza para decidir. “Hoje, até mesmo quanto à fome há divisão”, diz.

Contra todas as evidências, “uma parte da sociedade nega que ela exista”. Cinquenta e nove anos, desempregada. Sem diminuir a importância das doações, especialmente no quadro alarmante do momento, Kiko ressalta a necessidade de conscientizar pessoas e empresas do imperativo de se envolver, abraçando a retomada de programas exitosos e elegendo candidatos comprometidos com a erradicação da fome. O que você precisa saber: O podcast O Assunto é produzido por: Mônica Mariotti, Isabel Seta, Tiago Aguiar, Lorena Lara, Gabriel de Campos, Luiz Felipe Silva, Thiago Kaczuroski, Gustavo Honório e Eto Osclighter. Apresentação: Renata Lo Prete. E hoje eu estou precisando, sabe. — Foto: Comunicação/Globo .