O Assunto #710: Por que 'homeschooling' é contra os pobres

#OAssunto - A Câmara dos Deputados aprovou o ensino domiciliar, bandeira antiga do governo Bolsonaro. @RenataLoPrete conversa com @salomaoximenes, para quem o texto é um 'ataque frontal' à educação pública, e Maria Celi Vasconcelos, da @UERJ_oficial: #g1

Oassunto

20/05/2022 23:00:00

OAssunto - A Câmara dos Deputados aprovou o ensino domiciliar, bandeira antiga do governo Bolsonaro. RenataLoPrete conversa com salomaoximenes, para quem o texto é um 'ataque frontal' à educação pública, e Maria Celi Vasconcelos, da UERJ_oficial: g1

A Câmara dos Deputados concluiu nesta quinta-feira a aprovação da lei que introduz o ensino domiciliar no país. O texto, que agora vai ao Senado, torna realidade uma bandeira levantada por Jair Bolsonaro e alguns de seus apoiadores mais ferrenhos desde o início do governo.

Em conversa com Renata Lo Prete, Salomão Ximenes, professor de Políticas Públicas da Universidade Federal do ABC, critica duramente o projeto. Ele entende que, sob pretexto de atender ao desejo de algumas milhares de famílias, estão sendo retirados direitos consolidados de milhões de estudantes, colocando em risco a dura e tardiamente conquistada universalização do ensino básico no Brasil. “É um ataque frontal a pilares da educação pública”, afirma, mencionando a Lei de Diretrizes e Bases e o Estatuto da Criança e do Adolescente. O professor diz ainda que, negligenciando custos, a medida “empurra para os estados e municípios a responsabilidade pela implementação”. Também participa do episódio Maria Celi Vasconcelos, pesquisadora da UERJ e autora de livro sobre o tema. Para ela, o projeto atende a uma demanda legítima, mas regras de transição seriam bem-vindas. “Passamos da proibição para uma regulamentação semelhante à de países que a educação domiciliar para há muitas décadas contam com ensino domiciliar”, diz.

Consulte Mais informação: g1 »

'Caso de menina impedida, a princípio, de fazer aborto não é único', afirma advogada

A juíza Joana Ribeiro tentou impedir uma garota de 11 anos, que engravidou após um estupro, a interromper a gestação - o que é previsto por Lei. O Estúdio CBN repercute este e outros casos com a advogada e presidente do Instituto Liberta, Luciana Temer. Consulte Mais informação >>

renataloprete salomaoximenes UERJ_oficial Que maravilha! Como mãe, professora e brasileira estou muito satisfeita com a aprovação! renataloprete salomaoximenes UERJ_oficial A Rede Globo representa o atraso da esquerda! Ideologia maldita! renataloprete salomaoximenes UERJ_oficial É por aí mesmo. Isso não serve pra indivíduos que trabalham fora, que é quase todo mundo no Brasil. Projeto eleitoreiro de gente perversa que não dá a mínima pra educação e odeia pobres. Só lembram do povo na hora da eleição. Desgraçados estão arruinando nosso país!

renataloprete salomaoximenes UERJ_oficial Por que reclamam? Se são conservadores que vão tirar os filhos da escola, melhor, assim só sobra o ensino maravilhoso do estado pra quem é socialista, menos dinheiro gasto e maior qualidade pra vocês. Agradeçam, não reclamem, estamos tirando um peso da escola pública.

renataloprete salomaoximenes UERJ_oficial QUANTA ASNEIRA!!! renataloprete salomaoximenes UERJ_oficial MENTIRA! A Globo é CONTRA A LIBERDADE E A EDUCAÇÃO! renataloprete salomaoximenes UERJ_oficial Professor bom será requisitados, professores ruins com ideologias ridículas serão descartados, tem muito professor ruim em, esses não representa a educação Brasileira. Fato

renataloprete salomaoximenes UERJ_oficial renataloprete salomaoximenes UERJ_oficial Argumentos fraquíssimos contra uma modalidade de ensino … o certo é a aproximação da escola e as famílias não xinga lá. Mais uma vez vão perder pela arrogância e o país perde mais

Lira diz temer briga no plenário da Câmara após discussão entre deputadosApós discussão entre dois deputados em plenário, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou hoje (19) que teme confronto físico entre parlamentares durante as sessões de votação na Casa.'Qualquer hora essa Casa vai presenciar um ato mu

Em vitória do governo Bolsonaro, ensino domiciliar é aprovado na CâmaraEm uma vitória do governo de Jair Bolsonaro (PL-RJ), o plenário da Câmara aprovou nesta quarta-feira (18) o texto-base do projeto de lei que regulamenta o homeschooling, ou ensino do A câmara está redondamente mal representada. Ensino domiciliar generalizado é uma alienação e quem defende isso é político oportunista. Ensinar Se a pessoa tiver condições de pagar um bom ensino em casa, pq nao? Tem cada escola por ai……

Câmara aprova texto-base do projeto de homeschooling - Educação - EstadãoProposta que regulamenta o ensino domiciliar foi aprovada com 264 votos favoráveis e 144 contrários; projeto ainda precisa passar pelo Senado A escola também tem como objetivo proteger as crianças dos pais, desconstruindo conceitos arcaicos vindo de familiares e religiosos. Imagine as crianças trans sendo 'educadas' por pais conservadores em casa? O arrependimento os trará a salvação de Jesus!

Governo consegue vitória na Câmara e aprova texto-base do homeschooling | O AntagonistaProposta é a principal matéria da chamada 'pauta de costumes' do Palácio do Planalto; projeto de lei ainda dependerá do aval do Senado. Isso vai ajudar muitos os pedófilos a manterem suas vítimas longe do contato de outras pessoas 😔😔😔 Mas os bolsonaristas não eram contra ficar em casa? É melhor que muitas escolas

Câmara aprova texto-base de projeto que regulamenta ensino domiciliar - ISTOÉ IndependenteA Câmara aprovou na noite desta quarta-feira (18) o texto-base do projeto de lei (PL) 3.179 de 2012, que regulamenta a prática da educação domiciliar no Brasil, também conhecida como homeschooling. Os destaques da matéria ainda não foram votados, e serão analisados na próxima sessão, na quinta-feira. Para usufruir da educação domiciliar, o estudante deverá […] O pontapé inicial para se acabar de vez com a educação pública no Brasil!

Homeschooling: Câmara aprova texto-base de projeto sobre ensino domiciliarProposta, apoiada pelo bolsonarismo, terá destaques votados nesta quinta; segundo o texto, instituição de ensino deve acompanhar o desenvolvimento do aluno