Fim da vacinação do grupo prioritário contra a Covid só deve ocorrer em setembro, diz Ministério da Saúde

Fim da vacinação do grupo prioritário contra a Covid só deve ocorrer em setembro, diz Ministério da Saúde #G1

22/04/2021 01:40:00

Fim da vacinação do grupo prioritário contra a Covid só deve ocorrer em setembro, diz Ministério da Saúde G1

Antes de deixar o governo, Pazuello tinha citado maio como meta. Apesar da nova previsão, cronograma de entregas de vacinas está desatualizado e é alvo de cobrança do ministro Ricardo Lewandowski, do STF.

O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (21) que espera concluir a vacinação contra a Covid-19 das mais de 77 milhões de pessoas dos grupos prioritários em setembro. Na prática, a nova estimativa do governo federal é um adiamento em relação ao que previa o ex-ministro general Eduardo Pazuello.

'Pare com baixaria', diz Renan Calheiros em resposta a Bolsonaro Pfizer diz que Carlos Bolsonaro e Filipe Martins participaram de reunião sobre vacinas Sobe para 14 o número de vezes que governo Bolsonaro deixou vacinas contra Covid para lá

Agora, o ministério diz que todas as pessoas que se encaixam nos critérios de prioridade devem receber a primeira dose até a 1ª quinzena de julho. O prazo para concluir a vacinação é setembro, segundo a pasta, porque o intervalo entre as doses da vacina de Oxford/Astrazeneca é de até 3 meses.

Apesar da estimativa, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que ainda não irá divulgar uma nova atualização do cronograma de entregas de vacinas aos estados. O tema é alvo de cobrança do Supremo Tribunal Federal (STF). headtopics.com

Na mais recente atualização do documento, feita em 19 de março, ainda constam a entrega de vacinas que não foram nem mesmo autorizadas para uso no Brasil, além de divergências como a previsão de entregas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Para abril, o ministério da Saúde prevê 21 milhões de doses, mas a fundação promete entregar 18,8 milhões.

"(O cronograma) será atualizado dentro do prazo estabelecido", disse Queiroga após ser perguntado sobre quando uma nova versão do documento seria divulgada. Na terça-feira, o ministro Ricardo Lewandowski, do STF, deu prazo de cinco dias para o governo federal se manifestar em uma ação movida pela Rede Sustentabilidade que cobra a divulgação detalhada do cronograma de recebimento de vacinas.

Falha na previsão de PazuelloA nova data para a conclusão da vacinação das pessoas dos grupos prioritários marca mais um revés na previsão feita pelo ex-ministro Pazuello. Em 15 de março, no dia em que a sua substituição foi anunciada, o ministro afirmou que era provável o fim da vacinação dos grupos prioritários ainda em maio.

“Nós vamos vacinar, até o final de abril próximo de 88% dos grupos prioritários. É muito provável que em maio já tenhamos vacinado todos os grupos prioritários", disse Pazuello. De acordo com os dados mais recentes, 27 milhões de pessoas tomaram ao menos uma dose da vacina. headtopics.com

VÍDEO: Renan Calheiros diz que Bolsonaro inaugurou obras em Alagoas 'em evidente provocação' Renan: Bolsonaro viajou a Alagoas para 'inaugurar obra já inaugurada e atacar a CPI' Bolsonaro: 'Peço a Deus que nos dê forças para concluir o mandato'

Queiroga foi perguntado sobre a falha na previsão de Pazuello e citou a conjuntura internacional como justificativa. O atual ministro também citou a demora na entrega de doses do consórcio Covax Facility, liderado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Não ter atingido a meta dos 78 milhões se deve a esses aspectos, se deve aos aspectos regulatórios. O Ministério da Saúde não vai colocar vacinas que não foram aprovadas pela Anvisa", disse Queiroga.'Só problema'

Durante a apresentação, o ministro disse que está em negociação com a Pfizer para uma compra de 100 milhões de doses para 2022. Ele foi questionado quais outras opções concretas o Brasil tem para acelerar a entrega de doses ainda neste ano, já que há gargalos na vacinação e até mesmo cidades com a campanha paralisada por falta de doses.

""O que é concreto é que o país é o quinto país que mais vacina, em relação à população é o nono. (...) Vamos deixar de ver só problema. Porque na realidade a gente está aqui para dar solução para nossa população. Fica com essa coisa de contando dose de vacina", disse Queiroga. headtopics.com

Consulte Mais informação: G1 »

G1 Ouviu #139 - Juliette, a melhor cantora do BBB21... Maquiadora pode virar popstar após o reality? | G1 Ouviu | G1

Em uma edição com Projota, Karol Conká, Pocah, Rodolffo e Fiuk, uma cantora amadora virou aposta musical do Big Brother. G1 analisa performances e futuro Juliette Freire na música.

Só a misericórdia de Deus na nossa vida. Trabalhador sem ganhar o pão de cada dia, sem vacina para classe trabalhadora do país, sem vacina para jovens e crianças para voltarem a escola. Brasil é o fim do mundo. Antes de eu toma essa vacina já vi que até gato e cachorro vai se vacinar primeiro. PQP Retrato perfeito da população brasileira aguardando sua vacina

Todo ano tem setembro... Muito tarde! Quando ouvi o oatila falando que só em 2022 teríamos um mundo normal eu pensei que ele tava exagerando. Hj eu acho que só em 2023. Do jeito que estão as coisas, vai ser setembro de 2022. Quantos vão ter que morrer até lá, pq o MINTO não comprou vacina? Ou seja pode jogar pra dezembro

Pelo que entendi, ela terminará em setembro pq a vacina da Astrazeneca tem intervalo de 3 meses. Logo, pra receber a segunda dose em setembro, a primeira deve ser em junho, e então já poderia começar os outros grupos. o genocidio rolando solto socorro Aí já tem que começar a vacinar todos de novo, pq a vacina tem que ser reaplicada todo ano... Só vou vacinar daqui 30 anos, quando tiver mais que 70 anos pelo jeito.

Ministério inclui todas as grávidas e puérperas em grupo prioritário da vacinação contra CovidApesar da inclusão, o governo federal diz que primeiro devem ser vacinadas as grávidas com doenças pré-existentes que podem agravar os quadros de Covid. Globo lixo v1ajan4 pessimo momento pra nao ser mais nenhuma das duas kkkkkkk E por isso que as meninas aqui perto de casa estão indo para o baile.

Parabéns aos vermes que elegeram esse câncer como presidente. Vocês estão de parabéns

Com estoque perto do fim, Ministério da Saúde descumpre promessa de comprar mais testes para covid - Saúde - EstadãoApesar de previsões desde outubro sobre adquirir kits mais modernos, governo ainda não tem verba liberada para negócio; TCU vê falha na organização de estratégia Por que esses testes não foram distribuídos? Governo se tornou o rei da mentira.

Vacina contra a Covid-19: ministério reduz em 31% número de doses previstas para maioDe acordo com o Ministério da Saúde, redução se deve à falta de licenciamento, pela Anvisa, das vacinas Covaxin e Sputnik, já encomendadas pelo governo. Seria bem interessante as pessoas lerem a matéria e não somente o título. Parabéns do por ser tão tendencioso!!! Irresponsáveis!! FDP demônio

Vacinados contra a covid-19 chegam a 29 milhões, 13,7% da população brasileira - Saúde - EstadãoNas últimas 24 horas, 62.550 pessoas receberam a primeira dose da vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa Decida-se estagiário...2,9 ou 29! Lentíssimo!!! Graças ao dória

Saiba quais comorbidades são prioridade na vacinação contra covid-19 e como comprová-las - Saúde - EstadãoSegundo Ministério da Saúde, 17,7 milhões de pessoas fazem parte do grupo e não é necessário apresentar atestado médico para tomar a vacina XeuleBot xeule Palhaçada

UFPR quer testar vacina brasileira contra covid em humanos no 2º semestre - Saúde - EstadãoCientistas dizem que imunizante desenvolvido na instituição será '100% nacional' e preveem conclusão dos ensaios clínicos no ano que vem; pesquisadores citam bons resultados nos estudos com camundongos O orgulho que eu sinto de trabalhar num lugar top