Filho de vereador suspeito de matar a ex-mulher grávida agiu por não aceitar o fim da relação, diz polícia

Suspeito ainda não foi localizado. Segundo testemunhas, homem atirou contra ela várias vezes no meio da rua.

Crime

21/09/2021 00:00:00

Suspeito ainda não foi localizado. Segundo testemunhas, homem atirou contra ela várias vezes no meio da rua G1 crime

Suspeito ainda não foi localizado. Segundo testemunhas, homem atirou contra ela várias vezes no meio da rua.

A jovem Yasmin Bialik, de 21 anos, que teria sido morta pelo ex-marido em Água Limpa, região sul do estado, estava grávida de 3 meses, de acordo com a Polícia Civil. O suspeito, que é filho de um vereador da cidade, ainda não foi localizado. Testemunhas contaram à polícia que o crime aconteceu porque o Marco Aurélio Leones Barbosa não aceitava o fim do relacionamento entre os dois.

“A Polícia Civil teve a informação junto ao IML que a vítima estava gestante de 3 meses. Além do feminicídio duplamente qualificado, também vai imputar a esse autor o crime de aborto”, disse o delegado Anderson Pelágio.

Consulte Mais informação: g1 »

Prefeitura de Goiânia brinca com baixas temperaturas na cidade e desobriga banho matinal

Aproveitando a onda de frio que atingiu Goiás, a prefeitura Goiânia brincou nas redes sociais, com a falta de costume da população com as baixas temperaturas. No perfil da capital goiana em uma rede social, foi publicado um “decreto” intitulando a cidade de 'Polo Norte do Cerrado' e desobrigando o banho matinal. Consulte Mais informação >>

Filho de vereador, não! Assassino, covarde, miliante! logo feia pra cacete G1, troca isso Isso é muito triste e revoltante. Lamentavelmente isso se repete todos os dias e o que mais se vê autoridades pregando contra políticas públicas de proteção às mulheres. ViolenciaMachista que logo é essa krl, feião

'Se você não quer se vacinar, nem precisa vir', diz prefeito de Nova York a BolsonaroPor não apresentar certificado de vacinação, o ex-capitão não pode frequentar lugares fechados na cidade Meu pau o presidente deve estar muito preocupado com o discurso do prefeito de Nova York, para nós não vale um zero a esquerda

Especialistas veem maior alta da inflação da zona do euro em uma década como temporária - Economia - EstadãoVariação de 3% em agosto foi puxada por energia e alimentos; Banco Central Europeu diz que gargalos de produção relacionados à reabertura da economia estão por trás da disparada dos preços Economia Todos os governos injetaram muito dinheiro na economia. Economia Economia XeuleBot

Polícia pede prisão de suspeito de envolvimento na morte de Lucas do Valle - ISTOÉ IndependenteA Polícia Civil de São Paulo encontrou a moto que foi usada por criminosos no assalto que terminou na morte do gerente comercial Lucas do Valle, de 29 anos. A vítima é neta do narrador de Globo, Record e Band Luciano do Valle. As informações são da Record TV e do R7. De acordo com […]

Ministério da Saúde diz que morte de jovem não está relacionada à vacinaPasta confirma que a adolescente de 16 anos morreu de púrpura trombocitopênica trombótica, doença que causa trombos que entopem vasos sanguíneos Canalhas! o lance é colocar medo na população! Ah vá Perguntar para a Ana Paula do vôlei

Podcasts de temas musicais crescem e rediscutem a relação com os ouvintes - Cultura - EstadãoAumento da procura por programas conduzidos por gente ligada à música cria catálogo com ao menos três tipos de experiências do 'bate papo' que a pandemia não interrompeu

Taleban aumenta restrição sobre liberdade das mulheresMinistério da Mulher será substituído por outro, famoso durante o passado regime taleban, com o objetivo de reforçar a doutrina religiosa Manda as feministas lá Obrigada Biden.

Jovem morta pelo ex-marido estava grávida de 3 meses, diz polícia A jovem Yasmin Bialik, de 21 anos, que teria sido morta pelo ex-marido em Água Limpa, região sul do estado, estava grávida de 3 meses, de acordo com a Polícia Civil. O suspeito, que é filho de um vereador da cidade, ainda não foi localizado. Testemunhas contaram à polícia que o crime aconteceu porque o Marco Aurélio Leones Barbosa não aceitava o fim do relacionamento entre os dois. “A Polícia Civil teve a informação junto ao IML que a vítima estava gestante de 3 meses. Além do feminicídio duplamente qualificado, também vai imputar a esse autor o crime de aborto”, disse o delegado Anderson Pelágio. Yasmin foi morta no sábado (18). Ela estava separada há uma semana do suspeito, mas ainda não tinha saído de casa. Foram disparados seis tiros contra a jovem, dos quais quatro a atingiram. Ela morreu no local. Marco Aurélio é filho do vereador da cidade Hudnal Rodrigues (DEM). O G1 não conseguiu localizar a defesa do suspeito e nem contato com o vereador até a última publicação dessa reportagem. “O autor, que é seu ex-companheiro e que mantinha um relacionamento com ela há aproximadamente oito meses, em virtude de uma separação recente desse casal, não aceitando o término, procurou por ela na cidade e, assim que a viu na rua, atirou contra ela”, disse o delegado. Yasmin Bialik da Silva, de 21 anos, estava grávida de três meses — Foto: Arquivo pessoal O homem fugiu em uma motocicleta após o crime, de acordo com testemunhas. Uma amiga de Yasmin, que não quis ter o nome divulgado, disse que o ex-marido já tinha feito ameaças outras vezes. “Ele é um homem muito abusivo. Ela tentou uma vez vir embora da fazenda onde eles moravam juntos. Eles tinham terminado, mas ele não aceitava”, disse. Yasmin foi enterrada no domingo (20), no cemitério de Água Limpa. A Polícia Civil está ouvindo o depoimento de testemunhas do crime para conseguir mais detalhes e conseguir prender o ex-marido. LEIA TAMBÉM Jovem Yasmin Bialik estava grávida de 3 meses quando foi morta — Foto: Arquivo pessoal VÍDEOS: últimas notícias de Goiás 200 vídeos