Esta é ‘uma década decisiva para nosso mundo’, diz Biden na ONU

Esta é ‘uma década decisiva para nosso mundo’, diz Biden na ONU

21/09/2021 17:35:00

Esta é ‘uma década decisiva para nosso mundo’, diz Biden na ONU

Democrata apresentou visão de longo prazo para comunidade global, defendeu retirada do Afeganistão e enfatizou importância de reestabelecer alianças

Atualizado em 21 set 2021, 11h40 - Publicado em 21 set 2021, 11h28Presidente dos EUA, Joe Biden, discursa na ONU. 21/09/2021 Eduardo Munoz/Getty ImagesPublicidadePublicidadeEm seu primeiro discurso à Assembleia Geral das Nações Unidas desde que assumiu a Presidência americana, o democrata

Pela primeira vez, mulher trans é eleita Miss Cuiabá 2021 Como o Conselho de Medicina silenciou diante do negacionismo de Bolsonaro e abraçou a cloroquina Vacinados, apesar de Bolsonaro - Opinião - Estadão

Joe Bidenapresentou nesta terça-feira, 21, sua visão de longo prazo para a comunidade global, defendeu a retirada de forças americanas do Afeganistão e enfatizou a importância de reestabelecer alianças.Logo ao início de seu discurso aos líderes e diplomatas presentes, na sequência da fala do presidente Jair Bolsonaro, o americano reconheceu as grandes perdas no mundo provocadas pela pandemia de Covid-19.

“Nos encontramos neste ano em um momento de mistura de grande dor com possibilidades extraordinárias. Nó perdemos muito para esta pandemia devastadora que continua tirando vidas ao redor do mundo e impacta tanto de nossa existência”, disse, completando com o que disse ser “uma década decisiva para nosso mundo”, que irá “literalmente determinar nossos futuros”. headtopics.com

Sobre a pandemia, Biden afirmou que é preciso “trabalhar junto” em ações coordenadas contra o vírus, já pensando em como se preparar para uma próxima pandemia, “porque haverá outra”. Junto a isso, defendeu sua política de expandir o acesso à vacinação dentro dos EUA e a política de distribuição de doses para dezenas de países, em um contraponto às doações feitas pela China desde o início da pandemia.

“Bombas e balas não podem defender contra a Covid-19 ou suas futuras variantes. Para lutar contra esta pandemia, precisamos de ação global da ciência e disposição política”, ressaltou.Continua após a publicidade

A respeito da retirada de forças americanas no Afeganistão no final de agosto, depois de 20 anos de ocupação, Biden defendeu que os EUA olharão para o futuro em vez de “continuar lutando guerras do passado”, ecoando falas anteriores e que a era das grandes erras, como Afeganistão e Iraque, chegou ao fim.

“Estamos mirando em alocar nossos recursos nos desafios que têm as chaves para nosso futuro coletivo. Encerrar esta pandemia, responder à crise climática, lidar com as mudanças nas dinâmicas globais de poder, formular as regras do mundo em questões vitais como comércio, tecnologias cibernéticas e emergentes, e enfrentar a ameaça do terrorismo”, disse. headtopics.com

Vetada por Bolsonaro, distribuição de absorventes é adotada por 13 Estados - Saúde - Estadão Como Datena vê as chances de ser vice de Ciro Gomes à Presidência em 2022 | Maquiavel Em lives, Ciro sofre para adaptar discurso à linguagem da internet | Maquiavel

Sem mencionar países específicos, Biden disse que sairá sempre em defesa de aliados para garantir soberanias territoriais e evitar conflitos, mas declarou que não busca uma “Nova Guerra Fria”, termo associado à divisão entre EUA e China.

O discurso marcou mais uma tentativa do democrata de tentar reverter o isolamento diplomático que marcou o governo de Donald Trump. No entanto, ao mesmo tempo que Biden tenta colocar os EUA no pioneirismo de questões humanitárias, como clima e desenvolvimento de novas tecnologias, seu governo enfrenta fortes críticas da comunidade global pela maneira que lida com uma crise imigratória e a atrapalhada retirada americana do Afeganistão, incluindo um ataque com drones em Cabul que matou civis afegãos.

Junto a isso, Washington também está envolvido em um imbróglio após a assinatura de um, que enfureceu a Frana, que se sentiu deixada de fora.O pacto tem como objetivo reforçar a cooperação em tecnologias defesa entre os países para fazer frente ao poder da China no Indo-Pacífico.

Ogoverno francês ainda comparou a medida Consulte Mais informação: VEJA »

Educação Financeira #161: como ensinar o valor do dinheiro para os filhos

Especialistas dizem que o contato com conceitos financeiros desde cedo prepara a lidar melhor com o dinheiro no futuro.

Claro que é,vamos perguntar ao povo do Afeganistão o que eles acham do Talibã matando pessoas aos montes e aos imigrantes Haitianos que serão deportados pra um país que está devastado . Ridículo ! Esse aí é uma marionete muito mau articulada. O cara já matou um monte de afegão de tabela e tá metendo o louco de estadista

Que inveja dos americanos, tem um presidente normal e foda. Último ano com Bidê no poder. 😁😂😂😂

Rio de Janeiro alcança 99% de vacinados com uma dose contra a Covid-19Mais de 60% dos adultos estão totalmente imunizados com duas doses ou dose única. Impactos da vacinação já se refletem na queda das internações É crime político e o mandante foi o mesmo q mandou assassinar Marielle, o Toninho do PT, o Celso Daniel e mandou matar Bolsonaro em JF, todos estes crimes estão conectados e todos sem solução, a que partido não interessa e elucidação destes crimes, qual corrupto queria as mortes. Ainda tem gente morrendo de COVID no RJ? A ocasião ñ faz o ladrão, ele já nasce feito, para o ladrão ele está sempre certo, as erradas são suas vítimas, um ladrão assalta, mata, espalha miséria e se acha o rei da cocada preta, ñ tem consciência do mal que causa, as ações do ex-presidente são o exemplo vivo de um ladrão.

Isabelle Huppert vive uma traficante infiltrada na polícia em ‘A Dona do Barato' - Cultura - EstadãoAtriz fala ao 'Estado' de seu novo filme,dirigido por Jean-Paul Salomé, com estreia marcada para quinta, dia 23 Cultura Mama weed

A inflação segue sendo uma incógnita mundial | Radar EconômicoCustos dos transportes e alta das commodities seguem afetando os preços (via EconomicoRadar) EconomicoRadar FIQUE EM CASA A ECONOMIA AGENTE VÊ DEPOIS PARABÉNS PARA TODOS OS GOVERNADORES o Bolsonaro nao mandou ninguém fica em casa EconomicoRadar Rachadinha genial mesmo foi a dos 11 mil médicos cubanos, obra prima de Lula com a ditadura cubana. Nesta o PT se superou, rachadinha em dólar, os médicos ficavam com 10% do salário e os irmãos Castro com 90%. Isto é que é rachadinha pra ninguém botar defeito. Nesta Lula arrasou.

Beatrice, neta da rainha Elizabeth II, da à luz uma menina - Emais - EstadãoBeatrice, neta da rainha Elizabeth II, da à luz uma menina (via Emais_Estadao)

A erupção do vulcão em La Palma obriga a uma evacuação em massaLava começou a ser expelida às 11h12, hora de Brasília, durante a implementação do plano de evacuação, que já afetou 5.000 residentes e pode chegar a 10.000

Uma fissura é aberta em El Salvador de Nayib BukeleO protesto de milhares de pessoas esta semana e a resposta do presidente ‘millennial’ iniciam uma etapa de divisão no país centro-americano. Por Jacobogg