'Como encontrei o Titanic durante operação secreta na Guerra Fria' - BBC News Brasil

'Como encontrei o Titanic durante operação secreta na Guerra Fria'

28/11/2021 16:34:00

'Como encontrei o Titanic durante operação secreta na Guerra Fria'

Robert Ballard achou o naufrágio em setembro de 1985 — mais de 70 anos após o transatlântico ter afundado.

EpisódiosFim do Podcast"Quando percebemos o quão impróprio era estar dançando e gritando, mudamos nosso estado de espírito. Estávamos no local (do naufrágio) e finalmente havíamos encontrado aquelas almas perdidas."

Ator francês Gaspard Ulliel morre em acidente de esqui

Em 10 de abril de 1912, o Titanic zarpou em sua viagem inaugural de Southampton, no Reino Unido, para Nova York, nos Estados Unidos, com pouco mais de 2 mil pessoas a bordo.Era considerado "inafundável" e um dos maiores e mais opulentos navios do mundo.

Mas a embarcação afundou após bater em um iceberg — e 1,5 mil pessoas morreram nas águas geladas do Atlântico Norte.A tragédia inspirou documentários, programas de televisão e sucessos de bilheteria de Hollywood, sendo imortalizada no imaginário popular. headtopics.com

Então, quando Ballard e seus colegas encontraram o naufrágio, a notícia rapidamente ganhou as manchetes de jornais em todo o mundo.Da noite para o dia, Ballard virou uma celebridade, sendo convidado para dar entrevistas e participar de uma série de programas de televisão.

A vida de São Sebastião, padroeiro do Rio, que virou protetor dos gays - BBC News Brasil

Seu grande feito parecia impressionar a todos, exceto sua mãe."É uma pena que você tenha descoberto este velho navio enferrujado", teria dito ela, segundo Ballard, quando telefonou para comentar a repercussão da notícia.

"Eu era o grande herói, mas não para minha mãe", afirma ele.O comentário foi um banho de água fria na hora, mas não demorou muito para Ballard dar razão a ela."Ela disse: você é um grande cientista, você fez descobertas fenomenais. Mas agora eles só se lembram de você por causa daquele barco enferrujado."

"E como dizem: as mães têm sempre razão, não é verdade?"Ao longo de seis décadas de carreira, Ballard — agora com 79 anos — não só encontrou vários naufrágios famosos, incluindo o Titanic, como também participou da descoberta de novas formas de vida nas profundezas do oceano e ajudou a confirmar a teoria das placas tectônicas. headtopics.com

Fechado com Moro, MBL ajuda a subir hashtag #LulaCanalha | O Antagonista

Seu escritório sempre foi o fundo do mar."As pessoas perguntam: 'Quantos mergulhos você já fez'? Eu digo: Você conta um mês debaixo d'água como um mergulho? Eu passei anos debaixo d'água."Crédito,

Getty ImagesLegenda da foto,O Titanic afundou em 1912, após bater em um iceberg nas águas geladas do Atlântico NorteOs primeiros mergulhos de Ballard foram imaginários, inspirados pela versão cinematográfica deVinte mil léguas submarinas,

clássico da ficção científica do século 19, de Júlio Verne."Quando eu tinha 12 anos, na Califórnia, eu vi o filme. E foi aí que me apaixonei pelo oceano. Eu queria ser o capitão Nemo", diz ele se referindo ao personagem que comandava o futurista submarino Náutilus na obra.

"Isso me levou até onde estou agora."Anos depois, como estudante de doutorado de Oceanografia, Ballard acabaria se alistando à Marinha e indo parar no Instituto Oceanográfico de Woods Hole, onde seria designado ao submarino de pesquisa Alvin. headtopics.com

O diminuto submarino contava com braços mecânicos na parte dianteira — para coletar, por exemplo, espécimes das profundezas do oceano — e câmeras."Não dava para ficar em pé nele. E colocaram três de nós lá dentro. Todos nós éramos altos. Então, você não podia ser claustrofóbico."

Júlio Verne descreveu o submarino Náutilus, do capitão Nemo, como uma verdadeira obra-prima, com decoração de luxo e até mesmo um órgão a bordo. O Alvin era certamente menos glamouroso e confortável, mas para Ballard isso não era um problema.

'Devorado' por bactéria, Titanic pode desaparecer em breve"Foi incrível, era o meu sonho tornado realidade."A bordo dele, Ballard se deparou, por exemplo, com fontes hidrotermais no leito do oceano, onde descobriu novas formas de vida.

"Não havia nenhum biólogo quando fizemos a maior descoberta biológica já feita no oceano, a descoberta de sistemas de vida quimiossintéticos (basicamente de vida que não obtém energia a partir do Sol)."Uma descoberta que mudaria os livros de Biologia para sempre — e a ideia de Ballard de exploração do fundo do mar.

Dois anos depois, ele voltou ao mesmo local levando um biólogo a bordo. Mas, em vez de olhar pela janela do submarino, o especialista preferiu virar as costas e observar uma das maiores descobertas biológicas de todos os tempos pelo monitor da câmera do veículo subaquático.

Naquele momento, acendeu uma luz na cabeça de Ballard. Ele pensou: por que não explorar as profundezas dos oceanos remotamente e com segurança do conforto da cabine de um navio?Crédito,Frederick M. Brown/Getty ImagesLegenda da foto,

'Eu pensei: vamos mostrar ao mundo que existe uma novidade chamada robótica teleoperada, mas como posso provar isso? Encontrando o Titanic'Foi a partir daí que ele se dedicou a desenvolver um submersível não-tripulado rebocado por navio, operado remotamente, com câmeras submarinas de alta tecnologia e um sistema sonar, que ele chamaria de Argo, em homenagem a uma embarcação da mitologia grega.

Ballard havia sido capaz de provar a importância de Alvin fazendo com que o mesmo participasse de algumas das maiores descobertas oceânicas. E decidiu usar a mesma estratégia para obter financiamento para o Argo — desta vez, filmando o naufrágio desaparecido do navio mais famoso da história recente, o Titanic.

"Eu pensei: vamos mostrar ao mundo que existe uma novidade chamada robótica teleoperada, mas como posso provar isso? Encontrando o Titanic."Para ser bem-sucedido e filmar as imagens, Ballard precisava, no entanto, localizar antes onde o transatlântico havia afundado.

Ele recrutou então seus colegas franceses, que tinham um dos melhores sistemas de sonar, para ajudar a encontrar o navio. Mas eles fracassaram.

Consulte Mais informação: BBC News Brasil »

Brasil completa um ano de vacinação contra a Covid-19

No dia 17 de janeiro de 2021, o Brasil deu o pontapé inicial na vacinação contra a Covid-19. Um ano e mais de 146 milhões de brasileiros totalmente vacinados depois, é possível ver as profundas diferenças que as vacinas provocaram nos índices de hospitalização e de mortalidade, que caíram muito.

palmeirasnarua

São Pedro: como um pescador pobre se tornou o primeiro papa da Igreja - BBC News BrasilPedro foi um dos doze homens que foram escolhidos pelo próprio Jesus Cristo para acompanhá-lo e auxiliá-lo em suas andanças repletas de pregações e relatos de milagres. Flamengo perdeu. Gol entregue pelo Andreas Pereira. O Pedro não tem nada a ver com isto. Pedro era casado. Coitado do Pedro, morreu sem saber que foi papa 😂😂

Após prévias, PSDB anuncia João Doria como candidato à Presidência em 2022Governador de São Paulo tem a tarefa de criar vaga da 3ª via, diante de favoritismo de Lula e Bolsonaro BolsoDoria Vem aí 😅😅😅😅 Dória vai pra o segundo turno contra Lula. Vai vendo...

Márcio França defende frente ampla e diz que Alckmin como vice de Lula partiu de HaddadA CartaCapital, o pessebista declarou que Lula, 'muito vivo', percebeu cenário de desgaste no PSDB 'e fez alguns sinais públicos' Haddad disse no Brasil 247 q foi ideia dele Pqp!!! Realmente esses posicionamento mostra a distopia em que os políticos vivem. Começou bem, atribuindo as articulações do PSB à outrem. Como amigos assim, frente já começa mal.

Garimpo na Amazônia: entenda como as dragas extraem ouro e o que acontece nos riosCentenas de balsas e dragas estão explorando ilegalmente o Rio Madeira, na Amazônia. Saiba como acontece a retirada do minério e os impactos disso para os animais e a saúde das comunidades que vivem ali.

63% desaprovam a forma como Bolsonaro administra o Brasil, diz pesquisaPresidente é considerado ruim ou péssimo por 54% da população, segundo o novo levantamento do Ipespe Os 37% restante não foram ouvidos pelos pesquisadores. Creio q seja 70% Minha família não foi entrevistada É pouco, pelo amor de Deus!!!! 🤦🏻‍♀️🤦🏻‍♀️🤦🏻‍♀️

Uma figueira como testemunha da história - Aliás - EstadãoCom delicadeza, a escritora turca Elif Shafak usa árvore para contar história de amor e repressão em Chipre Cultura Ajude me😭😭