Cantor negro em carro de luxo é abordado aos gritos e com arma apontada na cara pela PM em travessia de balsas de SP

Jean William, de 36 anos, teve de explicar que o carro que dirigia era dele e que não havia drogas no veículo #g1

29/01/2022 05:00:00

Jean William, de 36 anos, teve de explicar que o carro que dirigia era dele e que não havia drogas no veículo g1

Jean William, de 36 anos, teve de explicar que carro que dirigia, de alto padrão, era dele, e que não havia drogas no veículo. Policiais militares não explicaram motivo da abordagem.

Jean Willian é tenor e trabalha com o maestro João Carlos Martins, um dos maiores do país. Na quinta-feira (27), ele e um amigo combinaram de passar o dia na praia, em Guarujá, mas, no caminho, foram surpreendidos com a abordagem policial.

O mesmo policial, que estava com pelo menos outros três PMs, gritava para Jean, questionando se o carro era dele e "se havia drogas dentro do veículo".Os amigos foram obrigados a descer do carro, que foi rapidamente revistado pela equipe policial.

Consulte Mais informação: g1 »

Virada Cultural tem shows de Chico César, Gloria Groove e outros artistas em São Paulo

Chico César e Glória Groove são os convidados do CBN São Paulo e falam sobre suas participações nos shows da Virada Cultural, que acontece neste fim de semana na capital paulista. Chico toca no palco Butantã. Groove vai se apresentar no palco Itaquera. 'Esse show tem uma importância tremenda de trazer a Lady Leste Tour pra dentro da minha Zona Leste', celebra. 'É um show que leva o nome das minhas origens exatamente neste lugar, por isso que tem todo esse gostinho especial de jogar em casa.' Consulte Mais informação >>

Bicho, eu nunca vi PM abordar de forma 'mansa'. Todas as vezes em que fui abordado foi desse jeito, já me seguraram em abordagem mais de 20 minutos mesmo sem ter nada. Mas eu percebo até pelos meus amigos, que quando é um negro é ainda pior, foda... Eu acho muito bonito a posição de Jean ao questionar o racismo estrutural que vivemos atualmente, ao invés de cair com críticas abusiva contra a polícia militar. Espero que a polícia de um retorno sobre a situação o mais breve possível e Louvores ao Sr. Jean diante desta situação

Ainda existe isso no Brasil muito triste na época que estamos ter isso ainda. Mais comum do que se imagina. Absurdo. Não fazem isso com brancos, RACISMO. Inaceitável. Se fosse branco não iria ter abordagem pq já é comum ver brancos em carros de alto padrão. Além do fato de que se houvesse a abordagem nunca é a mesma, não é mesmo? No Alphaville eles escutam, na favela é tiro.

Como sempre a inversão de valores,querem transferir a culpa pra vítima! Esse é o Brasil! Infelizmente Sim todos somos parados é necessário isto, e daí? UE mas isso n é o dever da polícia ? Tinha que chamar o psicólogo Agora a polícia tem bola de cristal pra saber quem é quem kkkkk 😡🤡😔😔

Investigação sobre trabalho de Moro em consultoria foi arquivada no Paraná | CNN BrasilO Ministério Público Federal do Paraná decidiu pelo arquivamento de uma apuração preliminar sobre o trabalho do ex-juiz e pré-candidato à Presidência pelo Podemos Sergio Moro na empresa de consultoria Alvarez & Marsal Nossa... Que novidade... O MP do Paraná?! Não pode ser... Ironia ModeOn amigos boa tarde🙏🙏nosso abrigo precisa de ajuda. Precisamos de um pacote de ração pra hoje aluguel 2 meses atrasado. Quem puder nos ajudar com qualquer valor Pix 41999290349 Gratidão Uma pergunta: não seria conflito de interesse?, Zé o próprio juíz fez isso com o ex presidente

Aconteceu comigo, em SP. Branco, em carro simples. Alguém achou suspeito e denunciou. PM somente fez o trabalho que esperamos que façam. Não dá pra abordar com um buquê de flores, infelizmente. Só pra deixar claro, eu não concordo com a violência policial, mas infelizmente o sistema está anos luz de conseguir treinar policiais pra lidar de forma mais humana. Eles são sim agressivos e não vejo isso mudando nem tão cedo. É mto poder sem consequências.

O que deixou ele chateado foi pq os policiais não deram nenhuma explicação pra ele. A polícia não pode dar explicações de investigações em andamento. Eu entendo a frustração mas pelo que o próprio rapaz explicou não parece que foi racismo, ele só batia com a descrição de alguém. Bom... não sei se alguém leu a matéria mas eu li. Pelo que ele explicou os policiais estavam procurando por alguém, a descrição bateu, por isso a forma agressiva. O que explica a situação mas não justifica tratamento agressivo com ninguém seja lá qual for a cor.

Essa mesma parada rolou no Brasil com o ex lateral do Fluminense/ flamengo Wellington Silva no complexo da maré. Branco querendo se comparar a preto é no mínimo engraçado. Viva sua fic e seja feliz irmão.. se tiver outra vida, que vc venha preto e se lembre de como pensava pra ver como de fato a coisa funciona

Na próxima que me levarem por desobediência vou alegar isso também... Estou ouvindo algumas reportagens ou falas deste tipo... Um negro, Pq uma mulher negra.. Caraca até quando isso, até quando vamos ter que escutar estes tipos de falas citando algo que é normal, raça não difere caracter.... Já tá chato viu

Sabe o que dói?Isso acontece todos os dias.Uma vez indo para meu curso fui abordado com 5 armas e nunca me esqueço daquela cena.A decepção deles foi terem encontrado apenas um livro de CAD e meus materiais escolares.E estar sozinho nesta situação é ainda pior Caso isolado 25437

Vítima de assalto entra em luta corporal com bandido e é baleada em estacionamento de shoppingHomem foi ferido de raspão na perna e criminosos fugiram Vitima achou que tinha ó corpo fechado só pode. pior é q ainda tem quem proteja esses fdps saem de casa dispostos a matar pra roubar não deve haver negociação, esse tipo de indivíduo não pode conviver em sociedade nunca mais O Rio infelizmente é dominado por milícias e bandidos como Bolsonaro saiu dos esgotos cariocas

Bruno231181 Sociedade racista. Não temos um dia de paz. Jean William tem uma voz lindíssima. Extraordinário tenor. 👏🏻👏🏻 Morei em comunidade e uma vez estava saindo para um evento e estava bem vestido para o evento, na saída da rua principal dois policiais me abordaram já falando: o que o playboy vem fazer na favela? Se tiver com alguma coisa vamos te esculachar...

Lamentável. Ué.... Eu sou branco e já fui parado da mesma forma, com arma apontada, gritaria, questionamentos, revistaram meu carro e depois fui embora. Pq não teve notícia? 🤔 O tráfico nunca vai acabar. Podem probir por mais mil anos. Os traficantes estão bem protegidos, pelo poder, pelo dinheiro, por milícias e pela pele branca como a neve.

E se existisse racismo... como seria..... Ora ora se não é aquele nosso velho conhecido, o racismo.

Vídeo: Suspeito de tráfico de drogas é preso em telhado de casa em Minas GeraisCaso aconteceu em Santa Rita do Sapucaí; homem tinha mandado de prisão em aberto, segundo a Polícia Civil

Preto e dinheiro são palavras rivais... Na minha cidade as abordagens são nesse parâmetro. Arma apontada (a polícia não tem bola de cristal para saber se é do bem ou mal), falam em tom alto para o indivíduo escutar, pergunta se o veículo é seu, fazem uma busca minuciosa para ver se carro é adulterado, drogas ou arma.

Nada mais que normal, só falta agora a polícia não poder abordar negros!!! Sempre que sou abordado e já fui dezenas de vezes, agradeço o trabalho da polícia....é sinal que estão trabalhando!!! Era uma vez, na década de 90... Deve ser mimimi dele, nem tem racismo no Brasil. Aqui ninguém vê cor, só pessoas 🙄🙄🙄 Contém ironia

Bransil, lugar de brancos! Foda. Racismo é foda. Deveria formalizar a denúncia no ouvidor da PM e DEPOIS jogar nos jornais. Uma coisa que não podemos reclamar é que a ouvidoria da pmsp não funciona. Sem dúvidas se isso realmente for verdade, os policiais passarão por um alinhamento de conduta e sanções pertinentes.

Se é um branco, provavelmente nem parado seria. E se fosse iria receber um bom dia, boa tarde, boa noite antes da abordagem Esse país de gente 'boazinha' é uma piada. Eita pais hipócrita.

HBO divulga data de estreia de 3ª temporada de ‘A Amiga Genial’ - Emais - EstadãoHBO divulga data de estreia de 3ª temporada de ‘A Amiga Genial’ (via Emais_Estadao) são as maiorais estadão avisa

Um grande tenor. Canta na orquestra de Martins. Polícia pobre fazendo pobrices. Perguntar se o carro é seu? Se falar que é, acredita? A abordagem está errada. Obviamente não foram treinados corretamente, além de já abordar presumindo culpa. Se fosse um velho branco aposto que teria um 'bom dia Sr.' E só.

Esses dias vi um vídeo onde um delegado (BRANCO )delegado federal foi abordado por um pm que colocou o fuzil na cara dele dentro do carro para ele sair . Eu sou brando e já fui abordado TB aos gritos e aí? Mim tirem uma dúvida g1 Aquele caso dos policias de BH o policial negro batendo no policial branco não é racismo Eu ouvi falar que o policial abusou da farda se fosse aos contrários seriam abusos da farda

Coitado do Jean Wyllys, ele já voltou pro Brasil? Enquanto a imprensa fazer diferença em matéria da cor da pele, o racismo existirá. A primeira em fazer divisão de cor de pele é a imprensa. Abordagem policial padrão em qualquer lugar do Brasil. Criminosos fazem o mesmo e ninguém reclama. Que absurdo !!! Até quando isso vai continuar acontevendo ?

Quase morto por ser bem sucedido. Taí a meritocracia que vc tanto defende, deslumbrado do caralho

SP: Polícia aponta arma para cantor e pergunta aos gritos se carro que dirige é dele - ISTOÉ IndependenteO tenor Jean William, de 36 anos, foi surpreendido na quinta-feira (27) ao ser abordado por policiais militares, enquanto fazia a travessia de balsa entre Santos e Guarujá, no litoral paulista. De acordo com o cantor lírico, ele estava no banco do motorista de seu carro da marca Jeep, quando um agente apontou uma arma […] HASTA QUANDO? Com certeza isso acontece todos os dias com qualquer dono de Jeep. Até quando ? Impressionante fico braba quando viajo com filha e cunhada nos hotéis dizem “a babá “ “acompanhante “ porque ela é filha de negra .Sempre a chamo de cunhada

Abordagem padrão Perguntar se tem drogas no carro e se o carro é seu isso a PM pergunta pra todo mundo em abordagem, até pq na matéria fala que alguém fez denuncia. Não estou justificando a falta de educação ali feita, apenas que essas perguntas são corriqueiras, já passei por isso várias vezes. Negro não tem um dia de paz.

Agora é a parte em que ele pode entrar na justiça para pedir reparação. O erro está em a população ter que pagar no lugar do agressor. Na minha opinião, os reus condenados era quem devia pagar as indenizações, nesse caso, se possível os policiais, não o povo. 'O que a gente ficou muito indignado é que, depois que as coisas ficaram esclarecidas, o cara entregou as coisas na minha mão, e ninguém explicou nada'. No meu caso deixaram meu material escolar no chão, livros ficaram sujos e saíram sem falar nada.

Qualquer CIDADÃO pode ser abordado pela polícia e ponto final! Seja preto, branco, amarelo, índio, gordo, magro, trans... Se não deve nada, não tem porque achar ruim, mostra os documentos à autoridade policial e pronto. E pare com esse mimimi de racismo estrutural. Mais um dia normal no Brasil... 🤬😡🤬

Policiais ñ foram errado na abordagem mas, ñ tiveram o cuidado de respeitar o direito do cantor lírico de se explicar. Pelo que me parece que foi uma denúncia anônima racista, fizeram os policiais fazer uma abordagem cantor. pq o cara é negro e estava com carro de alto padrão🤦🏻‍♂️ Negro em carro de luxo os rato sangram

Que absurdo.

Coreia do Norte confirma novos testes e Kim visita fábrica de munições | CNN BrasilTensões estão em alta por conta da série de seis testes de armas do país neste ano, sequência que está entre o maior número de lançamentos já feitos em um mês

Opa, parece que a linha editorial de vocês perdeu essa: Moro e Bolsonaro são corruptos num nível hard! Moro traiu o Poder Judiciário, desrespeitou as leis, diminuiu a democracia ao impedir q um presidenciável concorresse, não sei por que ainda não está preso! Resumindo : sofreu uma abordagem...pobre homem negro, intocável, proibido fazer abordagem em pessoas negras viu... Hahahaha

É foda, em certas situações a polícia só enxerga a cor. Não podia ser educada com todos por igual? Era só pedir o documento do homem e do carro, sem fazer pergunta idiota... Perceberam também que os boqueteiros do presidente já estão chamando esse caso de frescura? É por isso que a neta do secretário de Hitler gosta tanto desse governo. Pois o Bolsonaro é igual ele, mas bem mais burro.

Então gente agora vocês já sabem, preto tem a obrigação de ser pobre, andar de uno 95 e morar na favela. Se não irão confundir ele com bandido!!! Viva PM racista do caralho, viva o racismo estrutural..... Até quando isso irá durar? A PM não importa de qual estado, presta uma merda de serviço. Caso isolado....

🤣🤣🤣🤣 TUDO E COR OU SEXO PRA ESSA MILITÂNCIA CRIADA PELA VO E PELO PT

Quem é esse cantor aff. que absurdo ódio e que triste ! 🤬😔 E qual o problema ? Não sei se vcs sabem mas policial não tem bola de cristal para prever as coisas e qualquer cidadão deve colaborar, afinal quem não deve não teme ! Muda nada nessa porr Eita babaquice Du caraiusss AS PM's brasileiras são despreparadas e fascistas!

Muito triste ver esse tipo de coisa. Graças à Deus nunca passei por isso e espero nunca passar. Não sei se teria o mesmo 'sangue frio' que ele. Mas esse racismo estrutural é uma merda!. Preto com carro de luxo é suspeito? Isso é uma vergonha pro Brasil e pro mundo Ain, tive que explicar... Se fosse verde-limão e fosse parado numa blitz, teria que explicar também.

Normal Sempre a PM, essa polícia que deveria ser extinta!!!!!!. Só lembro de uma cena de Gray, q um médico negro foi parado por q tava dirigindo seu 🚗, PQP! É uma mistura de ódio e nojo. Ainda bem que o G1 fez questão que ele é negro, se nao fosse isso eu jamais iria perceber pela foto. E esse cara ai nao é aquele que foi condenado por falso crime de racismo?

Abordagem padrão da PM, segue em frente Dizem que brancos e negros são tratados da mesma forma e que racismo não existe. Não sei em que planeta moram. Também com esse nome. Caso isolado… SavedOneClick 'seus procedimentos operacionais de abordagem e fiscalização são baseadas em princípios legais e técnicos.' Acho que essa resposta me deixaria mais puto do que se os caras simplesmente admitissem o exagero.

Achei que o Jean Willis E lá vamos nós de novo. Até quando Por que será que abordaram ele dessa forma? 🤔 A matéria diz: 'Não houve esclarecimentos sobre o motivo da abordagem'. Sabemos o motivo: o motorista é negro. Na cabeça do policial, negro em carro de luxo só pode ser bandido. Um retrato do racismo estrutural. Quem tem pele clara nunca entenderá a humilhação que negros sofrem.

Cantor lírico foi alvo de abordagem brusca da Polícia Militar na travessia de balsas entre Santos e Guarujá, SP — Foto: Arquivo Pessoal/Jean William Um cantor lírico negro, de 36 anos, foi surpreendido durante a travessia de balsas entre as cidades de Santos e Guarujá, no litoral de São Paulo, com uma abordagem considerada por ele brusca, por parte da Polícia Militar. Ele foi questionado se o carro de luxo que dirigia era dele, e se estaria levando drogas dentro do veículo. Em desabafo, o cantor aponta as consequências do racismo estrutural no cotidiano de pessoas negras. Jean Willian é tenor e trabalha com o maestro João Carlos Martins, um dos maiores do país. Na quinta-feira (27), ele e um amigo combinaram de passar o dia na praia, em Guarujá, mas, no caminho, foram surpreendidos com a abordagem policial. A abordagem policial O veículo dirigido pelo cantor estava estacionado já dentro da balsa que realiza a travessia. Os dois amigos estavam conversando, quando Jean olhou para a frente e se deparou com um policial militar apontando um revólver em sua direção. O mesmo policial, que estava com pelo menos outros três PMs, gritava para Jean, questionando se o carro era dele e "se havia drogas dentro do veículo". "Levantei as mãos e tentei não fazer nenhum movimento que excedesse o mínimo", relatou o músico ao g1 por telefone. LEIA TAMBÉM: Os amigos foram obrigados a descer do carro, que foi rapidamente revistado pela equipe policial. "Olharam mais ou menos. Abriram o porta-malas e viram que tinha duas cadeiras de praia", lembra. Jean disse que foi questionado sobre drogas, se o carro que dirigia era dele e se ele já foi preso alguma vez. Ele também disse que teve seus documentos verificados. Quando ambos responderam sobre suas profissões – cantor lírico, e o amigo, farmacêutico –, os policiais cessaram a abordagem agressiva, segundo Jean conta. "Percebi, na minha leitura, que eles ficaram com uma cara de que não era ali que estava o que buscavam", diz. Antes de a equipe ir embora, um dos policiais chegou a perguntar se o cantor não tinha feito nada suspeito, que tivesse dado motivo à denúncia que os levou até ali. Ele respondeu que, pouco antes de entrar na balsa, tinha feito um desvio de um caminhão, pois tinha errado o caminho para a embarcação. "Foi um desvio de trânsito corriqueiro, não foi em alta velocidade", disse. "O que a gente ficou muito indignado é que, depois que as coisas ficaram esclarecidas, o cara entregou as coisas na minha mão, e ninguém explicou nada". "Eu me senti como se fosse um bandido. Todo mundo dentro da balsa assistindo, foi um constrangimento assustador. E tinha o medo, medo de fazer um movimento brusco para pegar meu documento e levar um tiro", desabafou. Racismo estrutural O dia dos amigos na praia não saiu como planejado. Após a abordagem, Jean passou o dia remoendo a situação, pensando sobre quais razões poderiam ter sido a motivação de ele ter sido o alvo dos policiais. "Não estou acusando a polícia, mas deveria haver uma averiguação antes. Eu não era a pessoa que merecia passar por isso", explica. Por conta disso, ele entrou em contato com Elizeu Soares Lopes, ouvidor da Polícia Militar, para que o caso seja averiguado. Ao g1, o ouvidor disse que, assim que a denúncia for formalizada, irá requisitar à Corregedoria da PM a apuração da ação por parte dos policiais. Jean questiona o motivo de ele ter sido abordado com tamanha agressividade, pontuando que não questiona a ação dos policiais em si, mas todo o sistema que leva a crer que um homem como ele, negro, não poderia estar dirigindo um carro de alto padrão, sem que fosse roubado. "Minha questão não é acusar, mas deixar claro o quanto essa abordagem nos agride. É [alto] o número de pessoas negras que são abordadas constantemente pela polícia sem motivo. É claro que existe essa cultura no nosso país", aponta. "É um tipo de padrão cultural que precisa ser questionado, um racismo estrutural. O que percebo, conversando com meus amigos, é que existe uma diferença no trato. Esse tratamento a gente não pode negar que tem a ver com a cor da pele", explica. "Não é a corporação, é a sociedade. Quando vê um indivíduo dirigindo um carro que comumente só é dirigido por pessoas brancas, causa agressividade e revolta", desabafa. O que diz a Polícia Militar Questionada pelo g1 sobre o motivo da abordagem, a Polícia Militar esclareceu, por nota, que seus procedimentos operacionais de abordagem e fiscalização são baseadas em princípios legais e técnicos. No entanto, a corporação diz que, "em atenção ao relato publicado nas redes sociais, acusando os policiais do cometimento de um crime, convidamos o artista a formalizar denúncia, para que possa trazer mais detalhes em relação ao caso". Esta e qualquer outra denúncia sobre abordagens policiais podem ser formalizadas na sede do Comando de Policiamento do Interior-6 (responsável pelo policiamento ostensivo e preventivo na região), localizado na Avenida Coronel Joaquim Montenegro, 282, no bairro Aparecida, em Santos ou na Corregedoria da instituição, localizada na Rua Alfredo Maia, 58, no bairro Luz, em São Paulo, Capital. VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos 200 vídeos