Bolsonaro distorce estudo para defender divulgação de mortes por Covid ligadas a comorbidades - ISTOÉ Independente

14/01/2022 09:25:00
Bolsonaro distorce estudo para defender divulgação de mortes por Covid ligadas a comorbidades - ISTOÉ Independente

Ele diz que 75% das mortes por Covid são com quem tem ao menos quatro comorbidades, mas na verdade o estudo fala que 75% das mortes em vacinados ocorre com quem tem essas comorbidades. Ou seja, o estudo reforça que a vacina é eficiente contra a Covid.

Ele diz que 75% das mortes por Covid são com quem tem ao menos quatro comorbidades, mas na verdade o estudo fala que 75% das mortes em vacinados ocorre com quem tem essas comorbidades. Ou seja, o estudo reforça que a vacina é eficiente contra a Covid.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) mais uma vez minimizou os efeitos da Covid-19 e distorceu um estudo divulgado por um órgão sanitário dos Estados Unidos em sua live semanal, nesta quinta-feira (13), transmitida nas redes sociais. As informações são da Folha. Na transmissão, Bolsonaro menciona um estudo do Centro de Controle e Prevenção de Doenças […]

e distorceu um estudo divulgado por um órgão sanitário dos Estados Unidos em sua live semanal, nesta quinta-feira (13), transmitida nas redes sociais. As informações são da Folha.Na transmissão, Bolsonaro menciona um estudo do Centro de Controle e Prevenção de Doenças do governo americano, que indicaria que 75% das mortes por Covid ocorrem em pessoas com ao menos quatro comorbidades.

“Aqui também da CDC americana: 75% dos mortos por Covid tinham quatro comorbidades”, disse o presidente.Na verdade, o estudo americano mostra que 75% das mortes por Covid entre pessoas vacinadas ocorrem em indivíduos com ao menos quatro comorbidades, ou seja, o estudo reforça o argumento de que a imunização é eficiente contra o coronavírus.

Consulte Mais informação: Revista ISTOÉ »

O Voldemort não para nunca. Eita ano que não acaba... Kkkkk, malabarismo da poha pra dizer a mesma coisa. Patético. Até o fim dos dias deste imbecil, ele irá distorcer tudo a respeito de vacinas. Tem sérios problemas mentais. Burro. ForaBolsonaro Poxa, tá faltando grana para pagar um editor? 😅 Ou a raiva e o ódio do cara cegam tanto vcs a ponto de quererem distorcer tudo?

Parar de ouvir esse falastrão! Imbecil. Esse lixo é um doente mental Que esforço pra não dizer que mesmo com 3 doses as pessoas com comorbidades tem 25% de chances de sobreviver.

Covid-19 e Influenza: apesar de tratamentos diferentes, transmissão e prevenção são as mesmas - ISTOÉ Independente

Covid-19 e Influenza: apesar de tratamentos diferentes, transmissão e prevenção são as mesmas - ISTOÉ IndependenteAlém dos testes, é possível diferenciar as doenças a partir dos sintomas e garantir o tratamento mais adequado Por Carolina Kirchner Furquim, da Agência Einstein Além do aumento expressivo nos casos de covid-19 após o ano novo (a maioria deles causados pela variante Ômicron), nas últimas semanas o Brasil também tem experimentado um surto […]

Ele não sabe ler. Esse tweet d IstoE não faz sentido nenhum Boçalnero além de ser usina ininterrupta de produção de merda, cuja válvula liberatória adjetivou erroneamente de boca, também é um autêntico mitômano por natureza. Resumo: O rei da Bozolândia é um porcaria...... Por avor, melhorem o texto, está ininteligível. Que tal: dentre os vacinados com 3 doses, 75% das mortes foi com quem havia comorbidades.

O futuro da Istoe será o mesmo da Foice de São Paulo.

Saúde envia à Anvisa pedido de liberação de autoteste de Covid no Brasil - ISTOÉ Independente

Saúde envia à Anvisa pedido de liberação de autoteste de Covid no Brasil - ISTOÉ IndependenteO Ministério da Saúde enviou nesta quinta-feira (13) uma nota técnica à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) defendendo a aprovação da liberação da oferta comercial de testes de covid-19 que possam ser aplicados autonomamente pelas próprias pessoas, ou os “autotestes”. No documento, o ministério argumenta que o uso dos autotestes seria uma estratégia complementar […] philgueiras

Dois ácidos da cannabis podem prevenir Covid-19, aponta estudo - ISTOÉ Independente

Dois ácidos da cannabis podem prevenir Covid-19, aponta estudo - ISTOÉ IndependentePesquisadores da Universidade Estadual de Oregon e da Universidade de Saúde e Ciência de Oregon, ambas nos Estados Unidos, realizaram um estudo no qual foi concluído que dois ácidos encontrados no cânhamo (planta da espécie Cannabis sativa, a mesma da maconha) podem ajudar a prevenir a Covid-19. As informações são do O Globo. De acordo […] Maconha 10 x 0 'Kit Covid' Que brisa👀 Sério? Mas remédio de verme não. Pesquisa de maconheiro

Com equipes desfalcadas pela Covid, médicos ameaçam greve em São Paulo - ISTOÉ Independente

Com equipes desfalcadas pela Covid, médicos ameaçam greve em São Paulo - ISTOÉ IndependenteApós aumento no número de casos de Covid-19, e por conta de equipes desfalcadas, exaustas e doentes, médicos da APS (Atenção Primária à Saúde), que atendem nas unidades básicas de São Paulo, farão nesta quinta-feira (13) uma assembleia para decidir se entram em greve. As informações são da Folha. Nas últimas semanas, com o avanço […] Perceberam como ninguém mais fala sobre a responsabilidade da China no surgimento dessa pandemia? Impressionante como o Partido Comunista Chinês conseguiu sair pela tangente e ainda lucrar absurdos com as vacinas.

Com Covid-19, Renata Vasconcellos diz estar se recuperando: 'Tô inteira' - ISTOÉ Independente

Com Covid-19, Renata Vasconcellos diz estar se recuperando: 'Tô inteira' - ISTOÉ IndependenteA âncora do “Jornal Nacional”, da TV Globo, Renata Vasconcellos, publicou uma foto na madrugada desta quinta-feira (13), em seu Instagram, e disse estar se recuperando da Covid-19, que a afastou da bancada do telejornal. “Passando aqui para dizer que tô inteira. Me recuperando. muito. Muito obrigada pelas mensagens de carinho. Fazem a diferença…”, disse […] Se tivesse feito o que ela fala no jornal para fazer🤷‍♂️não estaria infectada. Hipócritas

Homem afirma que pênis diminuiu quatro centímetros após Covid - ISTOÉ Independente

Homem afirma que pênis diminuiu quatro centímetros após Covid - ISTOÉ IndependenteUm norte-americano afirmou que, após contrair a Covid-19, observou uma redução de quase quatro centímetros no tamanho do seu órgão genital. Segundo o homem de trinta anos, os danos vasculares resultaram em um problema de “profundo impacto na autoconfiança e habilidades na cama”. Um estudo realizado na University College London revelou, após analisar 3.400 pessoas, […] Eu disse que vocês morrerão em seus pecados se vocês não crerem que Eu Sou, de fato morrerão em seus pecados'.Eu Sou o que vive;estive morto, mas eis que estou vivo por toda a eternidade! 'Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim. EU SOU Entrevista do FriedHardt Dae eu não digo mais nada

Covid-19 e distorceu um estudo divulgado por um órgão sanitário dos Estados Unidos em sua live semanal, nesta quinta-feira (13), transmitida nas redes sociais.• Fadiga; • Dor de garganta, que não vinha sendo vista nas cepas anteriores.Geral Saúde envia à Anvisa pedido de liberação de autoteste de Covid no Brasil Kit de autoteste para o coronavírus na Universidade UBO de Western Brittany em Brest, oeste da França, em 4 de junho de 2021 - AFP Agência Brasil 13/01/22 - 20h42 - Atualizado em 14/01/22 - 01h20 O Ministério da Saúde enviou nesta quinta-feira (13) uma nota técnica à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) defendendo a aprovação da liberação da oferta comercial de testes de covid-19 que possam ser aplicados autonomamente pelas próprias pessoas, ou os “autotestes”.Da Redação 12/01/22 - 17h50 - Atualizado em 12/01/22 - 18h18 Pesquisadores da Universidade Estadual de Oregon e da Universidade de Saúde e Ciência de Oregon, ambas nos Estados Unidos, realizaram um estudo no qual foi concluído que dois ácidos encontrados no cânhamo (planta da espécie Cannabis sativa , a mesma da maconha) podem ajudar a prevenir a Covid-19.

As informações são da Folha. Na transmissão, Bolsonaro menciona um estudo do Centro de Controle e Prevenção de Doenças do governo americano, que indicaria que 75% das mortes por Covid ocorrem em pessoas com ao menos quatro comorbidades. Atenção ao tempo de início dos sintomas Ainda segundo o infectologista, uma diferença importante entre as doenças reside no tempo de incubação, ou o intervalo de tempo entre o contato com o vírus e o início dos sintomas. “Aqui também da CDC americana: 75% dos mortos por Covid tinham quatro comorbidades”, disse o presidente. A oferta de mais exames permitiria mais agilidade na identificação de casos de infecção pelo coronavírus e a adoção das providências recomendadas pela pasta, especialmente o isolamento para combater a circulação do vírus. Na verdade, o estudo americano mostra que 75% das mortes por Covid entre pessoas vacinadas ocorrem em indivíduos com ao menos quatro comorbidades, ou seja, o estudo reforça o argumento de que a imunização é eficiente contra o coronavírus. • No caso da covid-19, a incubação pode durar até 14 dias, ainda que, na média geral, os sintomas comecem a surgir a partir do quinto dia. Ainda de acordo com a Folha, o estudo analisou os fatores de risco da Covid entre a população vacinada, e foram considerados fatores de risco idade superior a 65 anos, imunossupressão e outras seis condições.1.

O estudo ainda destaca que os casos graves e mortes por Covid entre vacinados foram extremamente raros. Uma vez definida a infecção viral, serão usadas estratégias para cada caso. Um deles é respeitar as recomendações da Organização Mundial da Saúde, como o mínimo de 80% para a sensibilidade e de 97% para a especificidade. Saiba mais .