Após disputa judicial, Pros formaliza apoio à chapa Lula e Alckmin

15/08/2022 20:00:00

Após disputa judicial, Pros formaliza apoio à chapa Lula e Alckmin. Por @juliaduailibi #g1

Após disputa judicial, Pros formaliza apoio à chapa Lula e Alckmin. Por juliaduailibi g1

Lideranças enfrentam batalha judicial pelo comando do partido, que decidiu retirar candidatura do coach Pablo Marçal para se aliar ao petista.

O Pros formalizou, em convenção feita nesta segunda-feira (15), o apoio a Lula (PT) no primeiro turno da eleição presidencial. A decisão ocorre dias depois de a sigla retirar a candidatura de Pablo Marçal.A revogação da candidatura do coach e influenciador digital foi aprovada em convenção no dia 8 de agosto e encaminhou o acerto para se juntar aos partidos da chapa Lula/Alckmin.

A retirada da candidatura ocorreu de forma unânime entre os 29 presentes na reunião do dia 8, segundo ata registrada pelo Pros no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Marçal consta na lista oficial dos candidatos à presidência divulgada pelo tribunal até as 13h45 desta segunda.

Consulte Mais informação:
g1 »

Política: Governo Federal, STF, Brasil, Eleições | O Globo

Acompanhe as últimas notícias sobre política, Eleições 2022, Governo Federal, STF, Congresso, partidos e candidatos como Bolsonaro e Lula no GLOBO. Consulte Mais informação >>

juliaduailibi juliaduailibi Agora é LulaNo1ºTurno

Notícias de um Sequestro é nova série baseada em fatos reais relatados em livro de Gabriel Garcia MárquezInspirada em livro-reportagem de Gabriel García Márquez, a eletrizante série Notícia de um Sequestro narra a guerra travada entre o governo colombiano e a gangue de Pablo Escobar nos anos 1990

Como não se afogar nos números das pesquisas | Thomas TraumannNovas sondagens vão mostrar efeitos do reajuste no Auxílio Brasil, apoio de André Janones a Lula e ofensiva de Bolsonaro entre evangélicos traumann

Sudeste pode ter alterações nas pesquisas, diz especialista sobre corrida presidencialNo início oficial das campanhas, Bolsonaro e Lula têm agenda na região; Bolsonaro vai a Juiz de Fora, e Lula à USP Sobre pesquisas

Autora de Harry Potter é ameaçada após apoio a Rushdie; polícia investigaA polícia do Reino Unido está investigando uma ameaça de morte recebida por J.K Rowling, autora da série de livros 'Harry Potter', após ela ter declarado apoio a A JornalOGlobo e o UOL estão em silêncio com a declaração do petista amigo do Lula dizendo que compra pesquisas LulaLadrao PTNuncaMais GloboLixo EJairOuJaEra LulaLadraoSeuLugarENaPrisao Autora de Harry Potter está conseguindo destruir franquia nos cinemas. Com essas suas polêmicas e opiniões ultrapassadas, na verdade, preconceituosas, está tendo mais atenção que sua franquia literária.

Bolsonaro e Lula travam disputa sobre valor do Auxílio Brasil - Política - EstadãoPromessa de manter benefício em 2023 assume papel central na campanha dos dois candidatos que lideram as pesquisas Politica Politica Kkkkkkkkkkk, disputando o voto dos inconsequentes que tem 5 filhos kkkkkkkkkkk e não reclamem, se reclamarem vao ser chamados de antidemocrático ou ainda de preconceituosos contra os pobres kkkkkkk.. Politica Lembrando que, para o Estadão, o único valor aceitável é zero.

Autora de 'Harry Potter' recebe ameaça de morte após publicar mensagem de apoio a RushdieAutora de 'Harry Potter' recebe ameaça de morte após publicar mensagem de apoio a Rushdie. No Twitter, J.K. Rowling desejou a recuperação do escritor, que foi esfaqueado nos EUA. Em resposta, uma mulher disse que ela será a ‘próxima’: R7 PortalR7 Record tem mais audiência

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato do PT à presidência da República, participa de ato em defesa da soberania nacional no Pepsi on Stage, em Porto Alegre (RS), na quarta-feira, 1º de junho de 2022.DRAMA Cristina Umaña como Maruja Pachón: as reféns passaram meses em cabanas na selva (Crédito: Divulgação) Felipe Machado Compartilhe O colombiano Gabriel García Márquez é um dos grandes nomes do realismo fantástico na literatura, mas sua longa experiência como jornalista também o tornou um mestre na narrativa de casos reais.Simone Tebet também ajuda Bolsonaro neste momento.dos candidatos às eleições de 2022.

— Foto: DONALDO HADLICH /CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO O Pros formalizou, em convenção feita nesta segunda-feira (15), o apoio a Lula (PT) no primeiro turno da eleição presidencial. A decisão ocorre dias depois de a sigla retirar a candidatura de Pablo Marçal. O livro-reportagem aborda um período sombrio na história da sociedade colombiana. A revogação da candidatura do coach e influenciador digital foi aprovada em convenção no dia 8 de agosto e encaminhou o acerto para se juntar aos partidos da chapa Lula/Alckmin. Simultaneamente, Bolsonaro reforçou sua atenção em grupos reconhecidamente bolsonaristas, o agro e os evangélicos. A retirada da candidatura ocorreu de forma unânime entre os 29 presentes na reunião do dia 8, segundo ata registrada pelo Pros no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O grande objetivo dos cartéis era forçar o então presidente César Gaviria a abandonar a política de extradição que o país caribenho passara a manter com os EUA. Marçal consta na lista oficial dos candidatos à presidência divulgada pelo tribunal até as 13h45 desta segunda. Pelas últimas pesquisas, a gente já percebeu a terceira via saindo completamente de jogo.

Trocas de comando Nas últimas semanas, a direção do Pros trocou em três momentos. O receio era tão grande que as perigosas gangues rivais se uniram em um grupo autodenominado “Os Extraditáveis”, passando a cometer atentados e atos terroristas, elevando a violência contra a sociedade civil a níveis insuportáveis. Não há surpresa alguma, portanto, em Bolsonaro crescer nas próximas semanas. Em 13 de julho, a Justiça determinou que a ala liderada por Eurípedes Júnior retomasse ao comando -- ele estava afastado acusado de desvio de recursos. Eurípedes foi novamente afastado em decisão na quarta-feira (3) e devolveu o cargo de presidente do Pros para Marcus Holanda, responsável pela primeira convenção do partido. Ao se aprofundar na história, García Márquez percebeu a conexão entre o rapto de Maruja e outros nove casos ocorridos simultaneamente. Neste encontro, Marçal foi aprovado como candidato à Presidência. Todas as pesquisas mostram que o limite de votos de Bolsonaro no segundo turno é similar ao do primeiro. Houve nova troca e, na quinta-feira (4), o ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Ricardo Lewandowski recolocou Eurípedes à frente da sigla. Apesar do histórico de críticas às adaptações de suas obras para as telas, o Nobel de Literatura de 1982 teria aplaudido a série Notícia de um Sequestro..

Esta ala do partido defendia apoiar Lula ainda no primeiro turno, decisão formalizada nesta segunda. Pablo Marçal disse que pretende recorrer da retirada de sua candidatura, movimento que define como um golpe. Embora seja baseada em fatos reais, não segue o formato documental. Hoje, nas duas regiões há um empate na margem de erro. "Minha candidatura é um ato jurídico perfeito, dentro do prazo hábil. Tem que ter um prazo para divulgação o que está rolando agora é um golpe, estão fazendo uma reunião de maneira escusa", afirmou. Filho de Gárcia Márquez, Rodrigo trabalhou como diretor de fotografia em Grandes Esperanças e A Gaiola das Loucas, além de ter dirigido episódios para a TV dos seriados A Sete Palmos e Família Soprano. . Em uma eleição que o primeiro turno reproduz o cenário de uma disputa mano-a-mano, a dicotomia Lula e Bolsonaro vai encolher , Simone Tebet e quem mais aparecer a uma faixa cada vez menor.