Wall Street faz jackpot de recordes com Nasdaq a deixar de ser o patinho feio

O Nasdaq Composite acompanhou hoje o Dow Jones e o S&P 500 e fixou também novos máximos históricos

28/10/2021 23:37:00

O Nasdaq Composite acompanhou hoje o Dow Jones e o S&P 500 e fixou também novos máximos históricos

O Nasdaq Composite acompanhou hoje o Dow Jones e o S&P 500 e fixou também novos máximos históricos. O otimismo dos investidores com a 'earnings season' alimenta o 'rally' em Nova Iorque.

E usufrua de todas as vantagens de ser assinanteO Nasdaq Composite escalou 1,39%, para os 15.448,12 pontos e deixou de ser"o patinho feio" de Wall Street em outubro, alcançando um novo máximo histórico de fecho. Antes, o índice tecnológico tocou os 15.452,30 pontos, um patamar inédito durante a negociação.

O Dow Jones, por seu turno, avançou 0,68%, para um novo recorde de 35.730,48 pontos, tendo ao longo da sessão atingido os 35.742,25 pontos.O S&P 500, índice mais alargado, não quis ficar atrás e subiu 0,98%, até aos 4.596,42 pontos, igualmente um máximo de fecho a que junta o recorde no intraday de 4.597,55 pontos.

Consulte Mais informação: Jornal de Negócios »

Wall Street faz pausa nos recordes em vésperas de contas da Apple e AmazonApós vários dias com o Dow Jones e o S&P 500 a fixarem novos máximos históricos, as bolsas nova-iorquinas fizeram uma pausa hoje, com estes dois índices a fecharam com leves quedas e o Nasdaq a terminar o dia 'flat'.

Wall Street fecha com novos recordes mas Facebook cai 4%A rede social de Mark Zuckerberg superou as expectativas dos analistas em relação aos lucros dos terceiro trimestre, mas desanimou em termos de receita (29,01 mil milhões de dólares ou 25 mil milhões de euros) e de utilizadores ativos mensais (2,91 mil milhões).

Oficial da PSP quer entrar no Guinness com recorde de ″burpees″ numa horaO subintendente da Polícia de Segurança Pública (PSP) Tiago Lousa vai concorrer, na segunda-feira, ao famoso livro dos recordes do Guinness, ao tentar executar mil 'burpees' numa hora. O recorde atual deste exercício corporal durante aquele espaço de tempo está fixado em 951 e foi alcançado pelo atleta brasileiro Cassiano Rodrigues Laureano a 25 de junho deste ano, em Singapura.

The Wall Street Journal elogia combate à pandemia de covid-19 em PortugalJornal norte-americano salienta o regresso à normalidade e descreve Portugal como um exemplo no desconfinamento.

Facebook culpa Apple por resultados aquém das expectativas de Wall StreetA venda de publicidade, que representa a maior parte da receita do Facebook, cresceu menos do que o habitual nos últimos três meses. A quebra surge depois de a Apple ter começado a barrar apps de recolher informação dos utilizadores para lhes mostra

Wall Street encerra ‘mista’ com destaque para sector tecnológicoA Visa foi uma das empresas que mais prejudicou o Dow Jones que, pela primeira vez em quatro dias, encerrou em terreno negativo. As ações da Visa caíram 6,93% após emitir uma perspetiva de receita que alguns analistas consideraram 'conservadora'.

Assine para partilhar E usufrua de todas as vantagens de ser assinante O Nasdaq Composite escalou 1,39%, para os 15.448,12 pontos e deixou de ser"o patinho feio" de Wall Street em outubro, alcançando um novo máximo histórico de fecho. Antes, o índice tecnológico tocou os 15.452,30 pontos, um patamar inédito durante a negociação. O Dow Jones, por seu turno, avançou 0,68%, para um novo recorde de 35.730,48 pontos, tendo ao longo da sessão atingido os 35.742,25 pontos. O S&P 500, índice mais alargado, não quis ficar atrás e subiu 0,98%, até aos 4.596,42 pontos, igualmente um máximo de fecho a que junta o recorde no intraday de 4.597,55 pontos. Os novos máximos surgem um dia após uma breve pausa dos principais índices, com o Dow e o S&P a terem fechado no vermelho ontem, interrompendo uma série de recordes sucessivos. O Nasdaq disparou depois de na véspera ter terminado o dia inalterado. No S&P 500 foram os setores do imobiliário, indústria e consumo que mais ganharam, colocando o índice a caminho de um ganho acumulado de mais de 6% em outubro. No Nasdaq, nomes de peso como a Amazon e a Tesla impulsionaram o índice para destronar o recorde fixado a 7 de setembro. Entre as cotadas que apresentaram resultados acima do esperado e alimentaram ainda mais o otimismo dos investidores contam-se a Caterpillar e a Ford. Estes números foram suficientes para fazer Wall Street esquecer os dados do crescimento do PIB no terceiro trimestre, que se cifrou em 2%, abaixo dos 2,6% esperado pelos analistas.