Visão | Hospital rejeita homem para transplante de coração porque não está vacinado contra a Covid-19

26/01/2022 18:41:00

Hospital rejeita homem para transplante de coração porque não está vacinado contra a #COVID19

Covıd 19, Covid-19

Hospital rejeita homem para transplante de coração porque não está vacinado contra a COVID19

A família garante que se o paciente tomar a vacina corre perigo de vida. O hospital diz que a vacina é um requisito para que haja um maior sucesso no pós-cirurgia

26.01.2022 às 15h32A família de David Ferguson está a acusar o Brigham and Women’s Hospital, em Boston, EUA, de não aceitar o paciente para um transplante de coração porque ele não está vacinado contra a Covid-19. Ferguson tem 31 anos, está no hospital desde o dia 26 de novembro do ano passado e precisa de um transplante de coração para sobreviver.

“Começou no hospital de Milford, quando os seus pulmões estavam completamente cheios de sangue e líquido, causados ​​por um problema cardíaco hereditário”, começa por escrever uma amiga de Fergunson na páginaGoFundMe

Consulte Mais informação:
VISÃO »

Visão | Covid-19: Autoagendamento aberto para maiores de 25 anos para dose de reforçoO autoagendamento da dose de reforço da vacina contra a covid-19 está disponível, desde hoje, para pessoas com 25 ou mais anos no portal das marcações `online´ da Direção-Geral da Saúde

Visão | Covid-19: Pessoas infetadas e vacinadas adquirem 'super imunidade', segundo um estudoAs pessoas com infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e que estão vacinadas adquirem uma 'super imunidade' que é muito superior à proteção imunológica de quem apenas recebeu a vacina, sugere um estudo hoje divulgado Os mortos também adquirem super imunidade 👍

Visão | 9 respostas essenciais sobre o Certificado de Recuperação da Covid-19Com milhares de portugueses infetados pelo SARS-CoV-2, os pedidos de Certificados de Recuperação vão disparar nas próximas semanas, à medida que as altas forem acontecendo. Saiba o que é e o que deve fazer para o obter

Visão | VISÃO DO DIA: Quem chamou o Hitchcock para a campanha?À medida que os dias passam, o suspense é cada vez maior, num crescendo de dúvidas, tensões e emoções. A incerteza é total e, ainda por cima, multiplicada por várias frentes, como se, por estupidez, tivéssemos começado a ver três séries ao mesmo tempo e, agora, alternamos entre os últimos episódios de cada uma, à […]

Visão | Perda de olfato com a Covid-19: Cerca de metade dos infetados da primeira vaga pode ter danos prolongados ou até permanentesHá quem recupere rapidamente o olfato depois de ultrapassar a doença, mas também existe quem nunca mais volte a 'ser o mesmo'

Visão | Quem foi Olavo de Carvalho, o ex-guru de Bolsonaro, que morreu esta terça-feira com Covid-19?O escritor e filósofo era um crítico sobre como a pandemia estava a ser gerida e sobre a vacinação Fake news ! É um filósofo e não morreu de vírus 🦠 China 🇨🇳! Gostei do “com”

Mundo 26.Lusa VISÃO Saúde 25.Covid-19: Pessoas infetadas e vacinadas adquirem “super imunidade”, segundo um estudo Lusa As pessoas com infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e que estão vacinadas adquirem uma"super imunidade" que é muito superior à proteção imunológica de quem apenas recebeu a vacina, sugere um estudo hoje divulgado Lusa VISÃO Saúde 25..

01.2022 às 15h32 A família de David Ferguson está a acusar o Brigham and Women’s Hospital, em Boston, EUA, de não aceitar o paciente para um transplante de coração porque ele não está vacinado contra a Covid-19.2022 às 17h01 (DGS). Ferguson tem 31 anos, está no hospital desde o dia 26 de novembro do ano passado e precisa de um transplante de coração para sobreviver. O estudo foi realizado antes do surgimento da variante Ómicron do SARS-CoV-2, mas os investigadores esperam que as respostas imunes híbridas sejam semelhantes com a nova variante considerada altamente transmissível. “Começou no hospital de Milford, quando os seus pulmões estavam completamente cheios de sangue e líquido, causados ​​por um problema cardíaco hereditário”, começa por escrever uma amiga de Fergunson na página GoFundMe . O portal do autoagendamento permite também marcações de pessoas com 50 ou mais anos para dose de reforço contra a covid-19 e para a vacina contra a gripe em simultâneo, assim como para quem tem mais de 18 anos e foi vacinado com a Janssen há pelo menos 90 dias.  “Este problema afetou o seu corpo e o coração está atualmente a funcionar numa percentagem extremamente baixa. Só com um destes testes positivos é que o utente .

 A combinação da função cardíaca baixa e medicação para o coração causou três coágulos sanguíneos que exigiram cirurgia imediata na UMASS [University of Massachusetts Amherst]”, lê-se. A covid-19 provocou 5. A pesquisa envolveu um total de 104 pessoas vacinadas contra a covid-19 e divididas por três grupos: 42 vacinados sem infeção, 31 vacinados após uma infeção e outros 31 que ficaram infetados depois da vacinação. Entretanto, conta a amiga Amanada Brodeur, foi pedido para que o paciente fosse transferido para o Brigham and Women’s Hospital para receber o transplante de coração. O pedido foi aceite, mas a “má notícia é que o conselho que dirige os transplantes não o colocará na lista devido ao seu status de vacinação”.767 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse. Brodeur explica que “a vacina normalmente causa inchaço no coração. “É expectável que, neste momento, muitas pessoas vacinadas acabem infetadas e, portanto, com uma forma de imunidade híbrida”, avançou Bill Messer professor de imunologia e de doenças infecciosas na OHSU, também citado no comunicado. Mas no caso do David, ele não pode permitir que seu coração inche mais do que já está agora.661 pessoas e foram contabilizados 2. Para que serve o Certificado de Recuperação da Covid-19? O documento comprova que teve Covid-19 e recuperou da doença.

 Ele corre um risco extremamente alto de morte súbita se isso acontecer”. A amiga garante que conversou com vários médicos que confirmaram que o coração do paciente “pode inchar e entrar numa crise grave, mas eles não podem garantir nada e é uma escolha que teremos que fazer se ele quiser entrar na lista de transplante”.240 casos de infeção, segundo a última atualização da Direção-Geral da Saúde. A covid-19 provocou 5.  A mãe de David, Tracey Ferguson, disse à NBC Boston que tentou de tudo. “Disseram-nos que ele precisa tomar a vacina para aceitar o transplante”. A nova variante Ómicron, classificada como preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral e, desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta em novembro, tornou-se dominante em vários países, incluindo em Portugal. “Ele não é uma pessoa anti-vacinas. A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China. Já tive Covid e não consigo pedir o Certificado de Recuperação.

Ele tem todas as vacinas em dia, mas como há algumas reações adversas à sua condição, ele tomou a sua decisão.” A família tentou transportá-lo para outro hospital, mas como David está demasiado doente não pode ser transferido. “O sistema de saúde do hospital requer várias vacinas recomendadas pelo CDC, incluindo a vacina da Covid-19, assim como comportamentos de estilo de vida para criar a melhor chance de uma operação bem-sucedida”, confirma o hospital em comunicado, acrescentando que este procedimento pretende “otimizar a sobrevivência do paciente após o transplante, uma vez que o sistema imunológico é drasticamente afetado”. Também Arthur Caplan, chefe de ética médica da NYU Grossman School of Medicine, sublinhou à CBS News que a vacina era necessária para esse tipo de procedimento. “Após qualquer transplante – rim, coração, o que for – o sistema imunológico fica como que desligado”, afirma.

“Uma gripe pode matar, uma constipação pode matar, a Covid-19 pode matar. Os órgãos são escassos, não vamos distribuí-los a alguém que tem poucas hipóteses de viver quando outros vacinados têm mais chance pós- cirurgia de sobrevivência.” Palavras-chave: .