Vacina Covid-19, İnternamentos, Dgs, Coronavírus Portugal, Algarve, Madeira, Instituto De Medicina Molecular, André Peralta Santos, Miguel Prudêncio

Vacina Covid-19, İnternamentos

Vacina faz internamentos caírem até nove vezes

Vacina faz internamentos caírem até nove vezes

04/08/2021 10:05:00

Vacina faz internamentos caírem até nove vezes

Efeitos positivos da vacina fazem-se sentir sobretudo entre os 65 e os 80 anos. Em julho, só 5% dos infetados em cuidados intensivos tinham a inoculação completa.

DGS). De acordo com a organização, um infetado com mais de 80 anos e já imunizado tem 7,5% de probabilidades de ser hospitalizado devido ao vírus, ao passo que, se não tiver recebido sequer a primeira dose, o número sobre para 20,4%. Mas é na faixa entre os 65 e os 80 anos que o efeito da vacina é mais vincado, fazendo baixar esse risco de 13,3% para 1,4%.

Ventura vai apresentar proposta para presos trabalharem sem salário Câmaras do Big Brother impedem Rafael de se masturbar Sporting vence Estoril Praia

Na semana entre 28 de junho e 4 de julho, 68% das pessoas que receberam alta hospitalar após terem contraído a covid-19 não estavam vacinadas. 30% tinham tomado só uma dose e apenas 2% tinham completado a vacinação. Nos cuidados intensivos, estes números eram, respetivamente, 68%, 27% e 5%.

Consulte Mais informação: Jornal de Notícias »

Covid-19: DGS encurta intervalo entre doses da vacina PfizerO intervalo recomendando entre as duas doses da vacina Comirnaty, da farmacêutica Pfizer/BioNtech, contra a Covid-19 passa a ser de 21 a 28 dias, segundo uma norma da Direção-Geral da Saúde hoje publicada

DGS encurta intervalo entre doses da vacina PfizerO intervalo recomendando entre as duas doses da vacina Comirnaty, da farmacêutica Pfizer/BioNtech, contra a Covid-19 passa a ser de 21 a 28 dias, segundo uma norma da Direção-Geral da Saúde hoje publicada. Era 1 metro.. Depois 2...eram 28 dias... Agora 21...Ciência.. Claro

Covid-19: DGS encurta intervalo entre doses da vacina da PfizerO intervalo recomendando entre as duas doses da vacina Comirnaty, da farmacêutica Pfizer/BioNtech, contra a Covid-19 passa a ser de 21 a 28 dias, segundo uma norma da Direção-Geral da Saúde publicada esta terça-feira.

EUA com 70% da população adulta com pelo menos uma dose da vacina

DGS encurta intervalo entre doses da vacina PfizerIntervalo recomendado para a vacina passa a ser de 21 a 28 dias

DGS encurta intervalo entre doses da vacina da Pfizer